Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25353
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Monitoramento linguístico: uma proposta de ensino baseada na sociolinguística educacional a partir dos pronomes pessoais
Alternate title (s): Linguistic monitoring: a teaching proposal based on educational sociolinguistics from personal pronouns
Author: Morato, Giovani Fama de Freitas
First Advisor: Floripi, Simone Azevedo
First member of the Committee: Cerqueira, Mirian Santos de
Second member of the Committee: Marine, Talita de Cássia
Summary: Esta dissertação é resultado de uma pesquisa do Mestrado Profissional em Letras – ProfLetras – que partiu da percepção do ensino da língua quanto ao uso dos pronomes pessoais como acusativos de terceira pessoa em textos escritos e orais, a partir da conscientização das diferenças existentes nas estruturas sintáticas empregadas no Português Brasileiro e Português Europeu, de acordo com Martins (2007 e 2015), tendo em vista o uso desses conectores por falantes dessas duas variedades da língua. A pesquisa foi realizada em uma escola pública do Distrito Federal, localizada na região administrativa Recanto das Emas, em uma turma de 9° ano com um total de trinta alunos, tendo como participação efetiva a quantidade de 15 alunos. A ideia desta pesquisa é que os alunos partícipes tenham, ao final, a consciência de que existem diferentes formas de se comunicar e o nível de formalidade da língua depende do grau de monitoramento que a situação de uso exige, tal como preconiza as pesquisas realizadas por Bortoni-Ricardo (2005), os conceitos de norma abordados por Faraco (2008) e os estudos de variação da língua, conforme Coelho (2015); além do estudo sobre variação estilística, de acordo com Severo (2014) e Da Hora (2014). Como metodologia adotamos a pesquisa-ação (Thiollent, 1992) e a coleta de dados foi realizada a partir de um caderno de atividades, contendo três oficinas e cada uma delas trazendo aspectos relacionados à forma como a língua portuguesa, especificamente em uso no Brasil, pode-se adequar a cada situação de uso. Com o desenvolvimento desta pesquisa e em conformidade com os resultados apresentados, conseguimos observar que, de acordo com as propostas de atividades sugeridas pelo professor pesquisador e as respostas e reflexões apontadas pelos alunos, existiu uma desconstrução da visão cartesiana da língua quanto ao certo e errado no tocante ao uso dos pronomes acusativos de terceira pessoa. O intuito, portanto, de criar um repertório relacionado ao uso desses pronomes, trouxe a perspectiva de evitar a estigmatização de certo e errado, o que favorece uma estratificação social quanto ao uso do português e o preconceito linguístico, segundo Bagno (1999) e Bortoni-Ricardo (2005).
Abstract: This dissertation is the result of a Professional Masters in Letters research – ProfLetras. It stemmed from the perception of how language teaching uses pronouns in the accusative case in written and oral language, which was perceived by becoming aware of the differences in the structures used in Brazilian Portuguese according to Martins (2007 and 2015). The research was conducted in a public school in Distrito Federal, in the administrative region of Recanto das Emas, in a class of thirty 9th grade students of which fifteen participated. The goal was for the participants to have, when the research process is over, awareness that there are different ways to communicate and that the level of formality in the language depends on how monitored the usage scenario is. Such topics were discussed by Bortoni-Ricardo’s (2005) research. It is also important to adhere to the concepts of norm discussed by Faraco (2008), the studies of language variation of Coelho (2015) and stylistic variation according to both Severo (2014) and Da Hora (2014). The active research methodology (Thiollent, 1992) was chosen and data collecting was done with a language workbook during three workshop sessions. Each of these highlighted how the Portuguese language – especially how it is used in Brazil – can be tailored to each usage scenario. During the process – and the results clearly show it – we were able to see that, alongside the activities suggested by the teacher-researcher and the insight offered by the students, the Cartesian idea of “right” and “wrong” was deconstructed when it comes to direct objects and the use of accusative pronouns in the third person. The idea, thus, was creating a repertoire of pronoun usage, going against the stigmatizing of “right” and “wrong, which favors social stratification and fosters linguistic prejudice according to both Bagno (1999) and Bortoni-Ricardo (2005).
Keywords: Linguística
Sociolinguística
Gêneros textuais
Língua portuguesa - Pronomes
Variação linguística
Variação estilística
Preconceito linguístico
Uso dos pronomes acusativos de terceira pessoa
Gêneros textuais
Caderno de atividades
Linguistic variation
Stylistic variation
Linguistic prejudice
Direct object
Use of accusative pronouns in the third person
Textual genres
Workbook
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Letras (Mestrado Profissional)
Quote: MORATO, Giovani fama de Freitas. Monitoramento linguístico: uma proposta de ensino baseada na sociolinguística educacional a partir dos pronomes pessoais. 2019. 220 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.677
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.677
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25353
Date of defense: 26-Feb-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Letras (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MonitoramentoLinguisticoProposta.pdfDissertação22.28 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.