Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19810
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: No caminho das águas: territórios em risco à jusante da Hidrelétrica Nova Ponte, no rio Araguari, Minas Gerais
metadata.dc.creator: Lima, Hudson Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Vicente de Paulo da
metadata.dc.contributor.referee1: Lourenço, Luciano Fernandes
metadata.dc.contributor.referee2: Ribeiro, Wagner Costa
metadata.dc.contributor.referee3: Soares, Ângela Maria
metadata.dc.contributor.referee4: Colesanti, Marlene Teresinha de Muno
metadata.dc.description.resumo: Esta investigação buscou estabelecer um diálogo entre os conceitos de Riscos, Perigos e Vulnerabilidades com a Geografia. Para isso considerou um Grande Projeto de Investimento Hidrelétrico chamado Usina Hidrelétrica Nova Ponte, localizado no rio Araguari, estado de Minas Gerais, Brasil, pertencente à região hidrográfica do rio Paraná. Buscou-se por meio de princípios do movimento ecológico profundo, analisar os territórios ameaçados a jusante da barragem caso a mesma venha a se romper de tal forma que todo o seu reservatório seja esgotado. Definiu-se uma área limite jusante até a barragem da Usina Hidrelétrica Miranda para identificar e mapear o caminho que uma onda de inundação pode alcançar, a fim de contribuir para que o Poder Público, empreendedor e comunidades ameaçadas conheçam as áreas potencialmente ameaçadas por algum tipo de desastre possibilitando a revisão de suas ações em relação a políticas de planejamento e ordenamento do território com vistas a estabelecer uma gestão dos riscos e vulnerabilidades que protejam a vida humana e todas as formas de vida vegetal e animal. Para este trabalho utilizou-se princípios da pesquisa qualitativa na relação com os sujeitos envolvidos: população proprietária e/ou moradora da Área de Entorno do reservatório da Usina Hidrelétrica Miranda, funcionários da concessionária de energia elétrica e servidores públicos municipais. A pesquisa bibliográfica foi fundamental para realizar o diálogo da Teoria do Risco, paradigma ecológico profundo com a Geografia. A realização de Trabalhos de Campo propiciou o uso abundante da fotografia enquanto documento e inventário, sendo incluída como facilitador da compreensão das análises realizadas. A pesquisa documental permitiu avaliar e compreender as relações do Grande Empreendimento e do Poder Público com o território. As tecnologias de Geoprocessamento possibilitaram traduzir em cartografia, boa parte do conteúdo produzido durante a investigação. Ao finalizar a pesquisa pretendeu-se esclarecer a problemática da tese: não há grande empreendimento, particularmente os hidrelétricos, cem por cento seguro e ele não pode ser visto apenas como uma obra de engenharia, mas fundamentalmente como um conjunto de outros efeitos sobre o território que submetem as pessoas e ambientes a muitas ordens de riscos e vulnerabilidades merecendo serem conhecidos para serem planejados e ordenados com vistas à sua segurança.
Abstract: This investigation has searched to establish a dialogue among the concepts of Risks, Dangers and Vulnerabilities with Geography. For such, one has taken into consideration a Great Project of Hydroelectric Investment called Nova Ponte Hydroelectric Plant, located in the Araguari River, state of Minas Gerais, Brazil, belonging to the hydrographic region of Paraná River. One has searched, through the principles of deep ecological movement, to analyze territories threatened the downstream of the barrage, in case it comes to a collapse, so that all its reservoir may be run out. One has defined a downstream limited area up to the barrage of Miranda Hydroelectric Plant to identify and map the path which a wave of flood may reach, aiming to contribute, so that Public Power, Entrepreneur and threatened communities may know the potentially threatened areas by some kind of disaster making it possible the revision of their actions towards planning and ordering policies with a view to establish a management of the risks and vulnerabilities which protect human life and all forms of vegetable and animal life. For such work, one has used the principles of qualitative research in the relationship with the involved subjects: landlords and locals of the surrounding area of the reservoir of Miranda Hydroelectric Plant, employees of the electric plant concessionaire and the city civil servants. Bibliographic research has been fundamental to hold the dialogue of the Risk Theory, deep ecological paradigm with Geography. Field work provided the abundant use of photography as document and inventory, being included as a facilitator of the understanding of the analysis held. Documental research permitted to assess and understand the relationships of the Great Enterprise and Public Power with the territory. Geoprocessing technologies made it possible to translate into cartography, great part of the content produced during investigation. At finalizing the research, one has intended to clarify the problematic of the thesis: there is no great enterprise, particularly the hydroelectrics, a hundred per cent safe and it should not be seen only as an engineering job, but fundamentally as a group of other effects over the territory which subject people and environments to lots of kinds of risks and vulnerabilities deserving to be known so that it is planned and ordered thus aiming their safety.
Keywords: Geografia
Usinas hidrelétricas
Impacto ambiental
Avaliação de risco ecológico - Usina Hidrelétrica Nova Ponte
Araguari, Rio, Bacia (MG)
Usina Hidrelétrica Nova Ponte
Rio Araguari
Grandes projetos de investimentos
Barragens hidrelétricas
Riscos
Araguari river
Great projects of investments
Hydroelectric dams
Risks
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: LIMA, Hudson Rodrigues. No caminho das águas: territórios em risco à jusante da Hidrelétrica Nova Ponte, no rio Araguari, Minas Gerais. 2017.p. 342 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19810
Issue Date: 8-May-2017
Appears in Collections:TESE - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CaminhoAguasTerritorios.pdfTese24.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.