Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25640
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-1621-624X
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Simulação Computacional da Interação entre Quitosana e Triglicerídios de Reserva
Author: Soté, William Oliveira
First Advisor: Franca, Eduardo Faria
First member of the Committee: Oliveira, Guedmiller Souza de
Second member of the Committee: Comar Júnior, Moacyr
Summary: A obesidade é um fator preocupante no Brasil e seus números são expressivos. Em 2013, estudos estimaram um impacto econômico de R$110 bilhões pela obesidade, equivalente a 2,4% do PIB. Em 2017, o percentual de obesos na população adulta das capitais e do Distrito Federal era de 18,9% e, em excesso de peso, 54,0%. A quitosana, derivado do biopolímero quitina, vem sendo estudada e amplamente utilizada como suplemento alimentar com a finalidade de facilitar a perda de peso e prevenir ou desacelerar a evolução da obesidade, devido sua biocompatibilidade, biodegradabilidade e adsorção de gordura. O presente trabalho usou a metodologia de Dinâmica Molecular para a criação de modelos representativos de gorduras de reserva e a elucidação, a nível atomístico, do processo de interação presente entre estas e a quitosana. A validação dos modelos criados de triestearina e trioleína se deu por análise de densidade, com um erro relativo, em média, de 1,80 e 1,48% em relação a valores experimentais, respectivamente. As análises de função de distribuição radial e de ligação de hidrogênio mostraram correlação, podendo-se atribuir ao grupo amino protonado da quitosana e ao oxigênio da carbonila dos triglicerídios os sítios de mais expressiva interação, cuja distância interatômica média é de 0,28 nm. Os resultados são condizentes com observações macroscópicas presentes na literatura.
Abstract: Obesity is one of major concerns in Brazil having expressive numbers. In 2013, studies estimated an economic impact of obesity close to R$100 billion, equivalent to 2.4 percent of GDP. In 2017, the percentage of the obese adult population from all Brazilian capitals and the Federal District was 18.9% and, in overweight, 54.0%. Chitosan, a chitin derivative, has been studied and extensively used as food supplement, considering its claim to ease weight loss and prevent or slow down obesity progression due to its biocompatibility, biodegradability and fat adsorption. This work used Molecular Dynamics methodology to create representative models to describe storage fat and elucidate the atomistic interaction processes between fats and chitosan. The models of tristearin and triolein were validated with density analysis, showing, in average, a relative error of 1.80 and 1.48%, respectively, when compared to experimental values. The analysis of radial distribution function and hydrogen bond distribution of all hydrogen donor and acceptor groups of those two molecules, showed correlated results, and suggested that the most expressive interaction occurs between the protonated amine group of chitosan and the carbonyl oxygen from triglycerides, with an interatomic average distance of 0.28 nm. These results are consistent to the macroscopic observations present in literature.
Keywords: Quitosana
Adsorção
Gordura de reserva
Parametrização de campo de força
Dinâmica molecular
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::FISICO-QUIMICA::QUIMICA TEORICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: SOTÉ, William Oliveira. Simulação computacional da interação entre quitosana e triglicerídios de reserva. 2019. 45 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química Industrial) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25640
Date of defense: 24-Jun-2019
Appears in Collections:TCC - Química Industrial

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SimulaçãoComputacionalInteração.pdf4.54 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons