Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21981
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Relação entre comprimento de carcaça e ocorrência de fraturas post-mortem em coluna vertebral de suínos abatidos em Uberlândia-MG
Author: Silva, Rangel Pereira
First Advisor: Marcus , Vinícius Coutinho Cossi
Summary: A suinocultura tem ganhado bastante destaque nacional pela sua importância econômica para o país sendo um mercado com alto potencial exportador de carne suína. Mesmo com a evolução evidente da cadeia produtiva de carne suína, algumas ineficiências e falhas nos processos industriais causam atrasos e perdas econômicas para os frigoríficos. Um dos fatores que causam perdas nas carcaças são as fraturas na coluna vertebral que, dependendo da intensidade, afeta cortes nobres de carne suína. Sendo assim, objetivou-se medir o comprimento da carcaça e correlacionar os dados obtidos com a frequência de fraturas post-mortem em coluna vertebral de suínos abatidos em um abatedouro-frigorífico de Uberlândia-MG. Foram coletados dados de 308 animais onde avaliou-se o comprimento de carcaça, medidos do bordo cranial da sínfise pubiana até o bordo crânio ventral do Atlas. Registrou-se também a ocorrência de fraturas nas hemi-caracaças, localização (cranial, medial e caudal) e severidade da lesão (leve ou grave). Os dados foram transferidos para planilhas de Excel® e foram avaliados com estatística descritiva simples e pelo teste de Mann-Whitney com 95% de significância, para observar a relação do comprimento da carcaça com a ocorrência das fraturas. Pode-se verificar que dos animais avaliados, 27,6% apresentaram algum tipo de fratura e, de todas as fraturas, a região caudal foi a com maior ocorrência, com 87,1% do total de fraturas. Além disso, 59% das fraturas observadas foram classificadas como grave, ou seja, com maior fragmentação óssea e maior impacto na carcaça. Não foi observada relação entre comprimento de carcaça e ocorrência de fratura (p=0,975). Conclui-se que o local de maior ocorrência de fratura é a região caudal da carcaça e que o comprimento da mesma não influência na ocorrência de fraturas, havendo a necessidade de novos estudos que avaliem outras variáveis.
Keywords: Suinocultura
Swine farming
Importância econômica
Economic importance
Cortes nobres
Noble cuts
Perdas
Losses
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: SILVA, Rangel Pereira. Relação entre comprimento de carcaça e ocorrência de fraturas post-mortem em coluna vertebral de suínos abatidos em Uberlândia-MG. 2018. 23p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21981
Date of defense: 13-Jul-2018
Appears in Collections:TCC - Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RelaçãoComprimentoCarcaça.pdfTCC923.42 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.