Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21338
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Aberto
Title: Análise comparativa dos processos de produção de etanol anidro.
Alternate title (s): Comparative analysis of anhydrous ethanol production processes.
Author: Abdala, Thais Oliveira
First Advisor: Ribeiro, Eloízio Júlio
First member of the Committee: Falleiros, Larissa Nayhara Soares Santana
Second member of the Committee: Moreira, Felipe Santos
Summary: O aumento do consumo dos derivados de petróleo, ao longo dos anos, fez surgir importantes questões relacionadas à necessidade de utilização de fontes de energia renováveis. Uma alternativa que surge de maneira satisfatória é a utilização de biocombustíveis, tanto do ponto de vista ambiental, como econômico e social. Devido à sua aceitação pelo mercado, o etanol é um biocombustível bastante promissor, produzido a partir de fontes vegetais, como o milho, beterraba e cana-de-açúcar, sendo que diferentes matérias- primas requerem diferentes processos de produção e apresentam eficiências distintas. O Brasil produz etanol predominantemente a partir da cana-de-açúcar, pois é a cultura que oferece mais vantagens energéticas e econômicas. O processo de obtenção de etanol a partir de biomassa pode ser dividido em quatro grandes fases: preparação da matéria-prima, obtenção do substrato para fermentação, fermentação e destilação. Existem dois tipos de etanol combustível, que se diferem na concentração alcoólica, sendo eles: o hidratado, que é o etanol comum vendido nos postos, consumido em motores desenvolvidos para este fim, e o anidro, que tem elevada pureza alcóolica e é misturado à gasolina. A mistura de etanol com água apresenta um azeótropo quando a sua composição é formada por cerca 93% em massa de álcool. Aqueles que apresentam uma concentração próxima, mas inferior ao ponto azeotrópico, são os álcoois hidratados, e os que apresentam uma concentração superior a esse ponto, em geral acima de 99%, são chamados de anidro. Para elevar a concentração do álcool a valores superiores ao seu ponto azeotrópico recorre-se a processos tecnológicos de desidratação. Os mais utilizados pelas usinas e destilarias no Brasil são: destilação azeotrópica por meio do uso de ciclo-hexano como agente desidratante, destilação extrativa utilizando o monoetileno-glicol (MEG) e desidratação por peneira molecular. Diante disso, este trabalho consiste em um estudo destas três formas de obtenção de etanol anidro, apresentando, por fim, uma análise comparativa dos métodos abordados.
Keywords: Biocombustíveis
Biofuels
Etanol anidro
Anhydrous ethanol
Azeótropo
Azeotrope
Destilação
Distillation
Peneira molecular
Molecular sieve
Area (s) of CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: ABDALA, Thais Oliveira.Análise comparativa dos processos de produção de etanol anidro. 2017. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21338
Date of defense: 6-Dec-2017
Appears in Collections:TCC - Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaliseComparativaProcessos.pdf986.11 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.