Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19709
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Embargado
Title: Os discursos da inclusão nas políticas educacionais: vozes, ressonâncias e silenciamentos nos CAps mineiros
Author: Garibaldi, Rochele Karine Marques
First Advisor: Silva, Lázara Cristina da
Second Counselor: Lopes, Maura Corcini
First member of the Committee: Silva, Elenita Pinheiro de Queiroz
Summary: A presente pesquisa é uma investigação qualitativa sobre as políticas educacionais e o processo de inclusão das crianças, público da educação especial, nos Colégios de Aplicação das Universidades Federais de Minas Gerais, no período de 2010 a 2015. Objetiva pontuar sobre os discursos, desdobramentos e efeitos das políticas educacionais de inclusão desenvolvidas pelo governo federal brasileiro; descrever historicamente a organização e estrutura desses Colégios de Aplicação, considerando os aspectos administrativos e pedagógicos; observar, registrar e analisar o espaço escolar, em seus ambientes e cenários que fazem parte do currículo da educação infantil e das séries iniciais; identificar e analisar as formas de ingresso dos alunos-público da educação especial nessas instituições. Para tanto, utilizou-se a pesquisa documental, além da realização de entrevistas semiestruturadas com os gestores, coordenadores pedagógicos e professores que atuam com alunos considerados público da educação especial dos Colégios de Aplicação: Colégio João XIII, pertencente à Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), o Centro Pedagógico da Escola de Educação Básica e Profissional da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Tomamos como ferramenta de análise metodológica a abordagem do Ciclo de Políticas de Ball (1994), para analisar criticamente as políticas públicas de educação inclusiva em documentos legais. Para a análise dos dados, empregou-se a análise do discurso tendo como referência os Estudos Foucaultianos, a partir dos conceitos de governamentalidade, biopoder, norma e discurso, que se tornam essenciais para a interpretação das distintas dimensões que emergem da prática das políticas públicas de inclusão. Foi possível conhecer sobre os movimentos que os CAps têm realizado para colocar os discursos da inclusão em funcionamento, identificando que ainda atende mais a deficiência do que as diferenças. Ressalta-se, ainda, que a inclusão encontra-se hoje como um problema presente, posto como um imperativo do Estado neoliberal numa perspectiva do biopoder, em que não se governa o corpo do indivíduo, mas o corpo-espécie da população.
Keywords: Educação
Inclusão em educação
Colégios de aplicação
Educação e Estado
Inclusão
Público da educação especial
Discurso
Colégios de Aplicação
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Educação
Quote: GARIBALDI, Rochele Karine Marques. Os discursos da inclusão nas políticas educacionais: vozes, ressonâncias e silenciamentos nos CAps mineiros. 2017. 183 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19709
Date of defense: 3-Jul-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DiscursosInclusaoPoliticas.pdf
  Until 2019-09-30
Dissertação12.33 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.