Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19448
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSilva, Gisella Garcia da-
dc.date.accessioned2017-08-14T13:21:15Z-
dc.date.available2017-08-14T13:21:15Z-
dc.date.issued2017-03-29-
dc.identifier.citationSILVA, Gisella Garcia da. Subnotificação de Acidente de Trabalho Fatal: um estudo de caso no município de Uberlândia. 2017. 81 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2017.296pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19448-
dc.description.abstractWorkplace accidents are becoming more prevalent all over the world, especially in emerging countries, as is the case in Brazil. Fatal occupational accidents are the ones that generate greater concern among scholars and workers in general, given the social and financial costs, both for the worker who is the victim of the accident and for the family. Knowing the magnitude of fatal work accidents in Brazil is of paramount importance for planning actions aimed at minimizing them, especially accidents due to external causes, which are the most difficult to measure, given their characteristics and to involve Both formal and informal workers. In this sense, it is a peaceful point in the literature that the sources responsible for the measurement of fatal work accidents, among which the Mortality Information System (SIM) and the Work Accident Communication (CAT), present several shortcomings with regard to Death record This contributes to the underreporting of fatal work accidents in the economically active population, with negative consequences in the planning of health actions for workers. The objective of the present study was to analyze the epidemiological profile of deaths due to external causes, occurring among the population of productive age in the city of Uberlândia, located in the State of Minas Gerais, and to identify whether there is a real underreporting of occupational accidents Fatal The methodological course used was the analysis of the Death Certificates (DO) in the period of 2015, motivated by external causes, between the age group of 15 to 64 years of age, as well as the Mortality Information System (SIM) and the Bulletin Epidemiological of Mortality, administered by the Epidemiological Surveillance of the Municipal Health Department. It is concluded by means of this analysis that the hypotheses initially raised are correct, that is, it was observed inadequacy and failures to fill Dos, especially in relation to external causes , And the underreporting of fatal work accidents due to external causes. In this sense, it confirms in this specific study what has already been reported in other studies on the problem of underreporting.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectGeografia médicapt_BR
dc.subjectSaúde e trabalhopt_BR
dc.subjectAcidentes de trabalhopt_BR
dc.subjectTrabalhadores - Uberlândia (MG)pt_BR
dc.subjectAcidentes fataispt_BR
dc.subjectCausas Externaspt_BR
dc.subjectDeclaração de óbitopt_BR
dc.subjectSubnotificaçãopt_BR
dc.subjectFatal accidentspt_BR
dc.subjectExternal causespt_BR
dc.subjectDeath certificatept_BR
dc.subjectDeath certificatept_BR
dc.subjectSubnotificationpt_BR
dc.titleSubnotificação de Acidente de Trabalho Fatal: um estudo de caso no município de Uberlândiapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Lima, Samuel do Carmo-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4769798J7pt_BR
dc.contributor.referee1Bacelar, Winston Kleiber de Almeida-
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4771828E2pt_BR
dc.contributor.referee2Lima, João Donizete-
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4791686D2pt_BR
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K8595563A1pt_BR
dc.description.degreenameDissertação (Mestrado)pt_BR
dc.description.resumoOs acidentes de trabalho são cada vez mais frequentes em todo o mundo, especialmente em países emergentes, como é o caso do Brasil. Os acidentes de trabalho fatais são os que geram uma maior preocupação entre os estudiosos e trabalhadores em geral, tendo em vista os custos sociais e financeiros, tanto para o trabalhador vítima do acidente, quanto para os seus familiares. Conhecer a magnitude dos acidentes fatais de trabalho no Brasil é de suma importância para o planejamento de ações voltadas para a minimização dos mesmos, especialmente os acidentes decorrentes de causas externas, que são os mais difíceis de serem mensurados, dadas as suas características e por envolver tanto o trabalhador formal quanto informal. Nesse sentido, é ponto pacifico na literatura que as fontes responsáveis pela mensuração dos acidentes de trabalho fatais, dentre as quais o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT), apresentam diversas falhas no que tange ao registro de óbitos. Isso colabora para a subnotificação dos acidentes de trabalhos fatais na população economicamente ativa, com reflexos negativos no planejamento de ações de saúde para os trabalhadores. Porquanto, o objetivo da presente pesquisa foi fazer uma análise sobre o perfil epidemiológico dos óbitos por causas externas, ocorridos entre a população em idade produtiva do Município de Uberlândia, localizado no Estado de Minas Gerais e identificar se existe de fato subnotificação dos acidentes de trabalho fatais. O percurso metodológico utilizado foi à análise das Declarações de Óbitos (DO) no período de 2015, motivados por causas externas, entre a faixa etária de 15 a 64 anos de idade, bem como o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) e o Boletim Epidemiológico de Mortalidade, administrado pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde. Conclui-se por meios desta análise que as hipóteses inicialmente levantadas estão corretas, ou seja, observouse inadequação e falhas quanto ao preenchimento das Dos, notadamente em relação às causas externas, e a subnotificação dos acidentes fatais de trabalho por causas externas. Nesse sentido, confirma-se neste estudo pontual o que já foi relatado em outros estudos sobre a problemática da subnotificação.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)pt_BR
dc.sizeorduration81pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIApt_BR
dc.identifier.doihttp://doi.org/10.14393/ufu.di.2017.296pt_BR
dc.orcid.putcode81764091-
dc.crossref.doibatchidd27cfffb-a7eb-43e8-845c-9cb5fa78d387-
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SubnotificacaoAcidenteTrabalho.pdfDissertação959.62 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.