Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19447
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Acidentes de trabalho com exposição a material biológico: análise epidemiológica e percepção das vítimas, em Uberlândia - MG
metadata.dc.creator: Cunha, Nathália Amaral
metadata.dc.contributor.advisor1: Lima, Samuel do Carmo
metadata.dc.contributor.referee1: Mendes, Paulo Cézar
metadata.dc.contributor.referee2: Lima, João Donizete
metadata.dc.description.resumo: As mudanças no mercado de trabalho e os avanços tecnológicos observados nas últimas décadas do século XX tiveram impactos significativos no aumento do número de acidentes laborais. Um dos mais significativos riscos para os profissionais da saúde é o de exposição ao material biológico. Considerando esta realidade, o presente estudo teve como objetivo identificar a epidemiologia dos acidentes de trabalho com exposição a material biológico, ocorridos e notificados no Município de Uberlândia para o ano de 2015, e analisar a percepção dos profissionais vítimas deste agravo. A pesquisa teve metodologia quanti-qualitativa e foi realizada em duas fases. A primeira etapa, com abordagem quantitativa, foi feita mediante estudo estatístico das 412 fichas de notificação de acidentes com material biológico registradas no Sistema de Informação de Agravos de Notificação no ano de 2015. A segunda etapa foi feita a partir da análise de questionários semiestruturados, aplicados a 110 vítimas de acidentes biológicos, visando, dessa forma, a identificação de aspectos detalhados dos acidentes, bem como a percepção dos profissionais quanto às causas que levam a ocorrência dos mesmos. Concluiu-se que estes eventos tiveram maior prevalência entre os técnicos de enfermagem, do gênero feminino, sendo os instrumentos perfurantes os principais agentes materiais envolvidos e o sangue a principal substância orgânica relacionada às ocorrências. Quanto à percepção dos profissionais, observou-se que o cansaço, a falta de atenção e a não utilização de equipamentos de proteção foram elencados como fatores predisponentes para a exposição ocupacional a materiais biológicos. Assim, resta evidenciado a necessidade de redefinir estratégias no âmbito das políticas públicas e institucionais, ou seja, ações que visem à conscientização e à capacitação dos profissionais de saúde, inclusive os que dão suporte aos hospitais e centros de saúde em geral, com vistas a reduzir a ocorrência destes acidentes.
Abstract: He changes in the labor market and the technological advances observed in the last decades of the twentieth century had a significant impact on the increase in the number of occupational accidents. One of the most significant risks for health professionals is exposure to biological material. Considering this reality, the present study had as objective to identify the epidemiology of work accidents with exposure to biological material, occurred and reported in the Municipality of Uberlândia in 2015, and to analyze the perception of the professionals victims of this aggravation. The research had quantitative-qualitative methodology and was carried out in two phases. The first step, with a quantitative approach, was made through a statistical study of the 412 records of notification of accidents with biological material registered in the Information System of Notifiable Diseases in the year 2015. The second stage was made from the analysis of semi-structured questionnaires, Applied to 110 victims of biological accidents, aiming, in this way, to identify detailed aspects of the accidents, as well as the professionals' perception of the causes that lead to their occurrence. It was concluded that these events were more prevalent among nursing technicians, female, with the perforating instruments being the main material agents involved and blood the main organic substance related to the occurrences. Regarding the professionals' perception, it was observed that tiredness, lack of attention and non-use of protective equipment were listed as predisposing factors for occupational exposure to biological materials. Thus, there is a need to redefine strategies within the scope of public and institutional policies, mainly actions aimed at raising the awareness and qualification of health professionals, including those who support hospitals and health centers in general, with a view to reducing Occurrence of these accidents.
Keywords: Geografia médica
Saúde e trabalho
Pessoal da área médica
Acidentes de trabalho
Epidemiologia
Saúde do trabalhador
Profissionais da saúde
Exposição a agentes biológicos
Epidemiology
Worker's health
Health professional
Exposure to biological agents
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)
Citation: CUNHA, Nathália Amaral. Acidentes de trabalho com exposição a material biológico : análise epidemiológica e percepção das vítimas, em Uberlândia - MG. 2017. 88 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19447
Issue Date: 30-Mar-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AcidentesTrabalhoExposicao.pdfDissertação886.08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.