Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19068
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Uso de drogas, ansiedade, estresse e depressão entre os profissionais de enfermagem da estratégia saúde da família
metadata.dc.creator: Bertussi, Vanessa Cristina
metadata.dc.contributor.advisor1: Junqueira, Marcelle Aparecida de Barros
metadata.dc.contributor.referee1: Ferreira, Lúcia Aparecida
metadata.dc.contributor.referee2: Giuliani, Carla Denari
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho teve como objetivo analisar os níveis de estresse, ansiedade e depressão, e o uso de álcool e outras drogas, nos profissionais de enfermagem da Estratégia Saúde da Família. Foi desenvolvido um estudo quantitativo, exploratório e transversal com 74 enfermeiros e 96 auxiliares/técnicos de enfermagem das equipes de Saúde da Família de Uberlândia (MG). Para coleta de dados foi utilizado um questionário sobre informações sociodemográficas e ocupacionais, um questionário para triagem do uso de álcool, tabaco e outras substâncias (ASSIST), o Teste para Identificação do Uso de Álcool (AUDIT) e a Escala de Depressão, Ansiedade e Estresse (DASS-21). O nível de significância (valor de p) foi estabelecido em 0,05 para todas as variáveis. Foram realizadas análises descritiva dos dados apresentados em frequência absoluta e relativa; e análise bivariada dos dados, com Teste de Qui-Quadrado e Teste Coeficiente de correlação por postos de Spearman. O estudo mostrou que a maioria dos profissionais são do sexo feminino (93,8%), estado civil casados (66,1%), da faixa etária de 30 a 39 anos (42%), técnicos de enfermagem (48,2%). Quanto ao uso de drogas, 44,6% dos participantes referiram usar álcool em binge, 2,7% fazem uso de risco de tabaco, e 0,9% de sedativos. Foi encontrado que 16,2% dos entrevistados possuem algum grau de depressão, assim como 15,3% estresse e 20,2% ansiedade. O consumo de álcool em binge e de tabaco foi associado ao sexo masculino, e o uso de sedativos ao número de vínculos. Houve uma correlação positiva da depressão com: o tempo de trabalho de 6 a 10 anos de atuação (p=0,04), o uso de álcool (p=0,047), o estresse (p=0,000), e a ansiedade (p=0,000). O uso problemático de álcool, seja de forma abusiva (0,002), ou em binge (p=0,020) também está correlacionado com o uso de tabaco. Por fim, conclui-se que o consumo de álcool entre os profissionais de enfermagem apresentou índices semelhantes ao da população geral, a ocorrência de depressão apontou uma frequência preocupante nesse público; além de perceber que a literatura sobre o uso de álcool, tabaco e outras drogas por profissionais de enfermagem da Estratégia de Saúde da Família é escassa, merecendo maiores investigações nesse público; destaca-se também a importância de maiores investimentos em atenção à saúde do trabalhador junto a esse contexto.
Abstract: This work aimed to analyze the levels of stress, anxiety and depression, and the use of alcohol and other drugs, among the nursing personnel who work with Family Health Strategy. It was developed a quantitative, exploratory and cross-sectional analysis with 74 nurses and 96 nursing technician and auxiliaries, in the city of Uberlandia – MG, Brazil. For the data collection, it was used a questionnaire about sociodemographic and occupational topics, and other questionnaires, such as: ASSIST (Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test), AUDIT (Alcohol Use Disorder Identification Test) and DASS – 21 (Depression, Anxiety and Stress scale). The significance level (p) was stablished in 0.05 for all variables. Descriptive analyses of the data presented in absolute and relative frequency were conducted; as well as bivariate data analyses, using the chi-squared test and the Spearman´s correlation coefficient test. This study showed that the biggest part of nursing professionals are female (93.8%), married (66.1%), aged between 30 and 39 years old (42%), nursing technician (48,2%). Related to drugs abuse, among the interviewed professionals, 44.6% mentioned to use alcohol in binge, 2.7% presented risky consumption of tobacco and 0.9% use sedatives. It was detected that 16.2% presented some level of depression, 15.3% of stress and 20.2% of anxiety. The binge drinking and the use of tobacco was associated to males, and the use of sedatives to the employment number. There was a positive correlation with duration of employment between 6 and 10 years (p=0.04), the alcohol consumption (p=0.047), stress (p=0.000) and anxiety (p=0.000). The problematic consumption of alcohol, whether in abusing way (p=0.002) or binge drinking (p=0.020) is also related to tobacco use. Finally, it was possible to conclude that the consumption of alcohol among the nursing professionals presented similar results when compared to the general population. The cause of depression indicated an alarming frequency among these professionals. In addition, it was possible to notice that the literature about the use of alcohol and other drugs among the nursing professionals of the Family Health Strategy is scarce, which deserves more investigation. It also highlights the importance of investments related to the worker´s health in this context.
Keywords: Geografia médica
Saúde e trabalho
Drogas - Abuso
Enfermeiros - Stress ocupacional
Depressão
Ansiedade
Estresse
Saúde da família
Saúde do trabalhador
Enfermagem
Drugs of abuse
Depression
Anxiety
Stress
Family health
Worker´s health
Nursing professionals.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)
Citation: BERTUSSI, Vanessa Cristina. Uso de drogas, ansiedade, estresse e depressão entre os profissionais de enfermagem da estratégia saúde da família. 2017. 77 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19068
Issue Date: 24-Mar-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UsoDrogasAnsiedade.pdf8.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.