Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18337
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Crenças linguísticas e a realidade da sala de aula: propostas sociolinguísticas para o ensino de língua portuguesa no nono ano do ensino fundamental
metadata.dc.creator: Frasson, Carla Beatriz
metadata.dc.contributor.advisor1: Marine, Talita de Cássia
metadata.dc.contributor.referee1: Arruda, Niguelme Cardoso
metadata.dc.contributor.referee2: Floripi, Simone Azevedo
metadata.dc.description.resumo: O estudo acerca de atitudes e crenças linguísticas vem se expandindo nos últimos anos e tem muito a contribuir para a melhoria do ensino de língua portuguesa, sobretudo nas escolas públicas do país, já que a diversidade social e econômica é mais perceptível neste contexto de ensino quando comparado às escolas privadas. A análise das atitudes e crenças linguísticas possui grande importância no estudo do processo de ensino/aprendizagem da língua portuguesa, porque estudar as crenças e suas consequentes atitudes evidencia para o professor quais são os estímulos que norteiam (e possivelmente, o contrário também se aplica) os alunos em relação ao ensino da língua materna, principalmente o da norma culta. Nesse sentido e partindo do pressuposto de que o conhecimento efetivo da norma culta é de suma importância para o falante no seio da sociedade em que vive, sem, entretanto, que este deprecie as variações linguísticas por ele utilizadas, acreditamos que uma escola, condizente com seu papel social de oferecer condições para que os alunos possam desenvolver suas habilidades de uso da linguagem oral e escrita, deve trabalhar não só as variedades de maior prestígio, mas também as variedades por vezes estigmatizadas pela maior parte da sociedade e que, frequentemente, é utilizada pelos alunos. Isso é de grande relevância para um ensino efetivo e completo da língua portuguesa ao seu falante nativo, uma vez que tais variedades (as de não prestígio) caracterizam a identidade deles. É preciso que a escola trabalhe com os alunos a importância do ensino da língua materna e sua contextualização com a realidade que os cerca, destacando o valor que possui a variedade utilizada por eles e em que situações convêm utilizar essa variedade. Assim, o trabalho que a escola deve seguir necessita, sobretudo, que se aprofunde o estudo das crenças linguísticas que envolvem os alunos no que se refere ao aprendizado da própria língua. Afinal, o estudo das crenças possibilita aos professores fundamentação necessária para colocar o aluno como um importante ator da prática pedagógica e para investigar suas crenças sobre linguagem. Logo, seguindo tais reflexões, sob a luz dos conhecimentos sociolinguísticos de pesquisadores como Madeira (2005), Cyranka (2007), Faraco (2008), Bagno (2011), Bortoni-Ricardo (2004), dentre outros, investigamos, nesta dissertação, as crenças que os alunos trazem consigo no que se refere ao ensino de língua portuguesa, por meio da aplicação e análise de questionários de crenças e atitudes linguísticas. Além do questionário, analisamos também os livros didáticos trabalhados nas escolas pesquisadas, observando se estão consoantes ao postulado nos Parâmetros Curriculares Nacionais, principalmente no que se refere à preocupação em possibilitar um ensino baseado nas novas descobertas da linguagem e, consequentemente, no reconhecimento do caráter heterogêneo da língua. Refletindo sobre essas questões e considerando a ausência, nos livros didáticos analisados, de exercícios que considerem, de fato, questões relativas à diversidade cultural e linguística que compõem o cenário das salas de aula brasileiras, sobretudo nos contextos públicos de ensino, propomos, por fim, um caderno de atividades em que são sugeridos exercícios que focam, principalmente, o estudo sobre elos coesivos.
Abstract: The study of linguistic attitudes and beliefs has been expanding in recent years and has much to contribute to the improvement of Portuguese language teaching, especially in the country's public schools, since social and economic diversity is more noticeable in this context of teaching when Compared to private schools. The analysis of linguistic attitudes and beliefs is of great importance in the study of the teaching / learning process of the Portuguese language, because studying the beliefs and their consequent attitudes shows to the teacher what are the stimuli that guide (and possibly, the opposite also applies) The students in relation to the teaching of the mother tongue, mainly the learned norm. In this sense, based on the assumption that the effective knowledge of the cultured norm is of utmost importance to the speaker in the society in which he lives, without, however, depreciating the linguistic variations he uses, we believe that a school, Their social role in providing the conditions for students to develop their oral and written language skills, should work not only on the most prestigious varieties but also on varieties that are often stigmatized by most of society and which are often Used by students. This is of great relevance for an effective and complete teaching of the Portuguese language to its native speaker, since such varieties (those of nonprestige) characterize their identity. It is necessary that the school works with the students the importance of the teaching of the mother tongue and its contextualization with the reality that surrounds them, highlighting the value that has the variety used by them and in which situations it is convenient to use this variety. Thus, the work that the school must follow requires, above all, to deepen the study of the linguistic beliefs that involve the students in the language learning. After all, the study of beliefs provides teachers with the necessary foundation to place the student as an important actor in pedagogical practice and to investigate their beliefs about language. In this dissertation, we will investigate, in the light of the sociolinguistic knowledge of researchers such as Madeira (2005), Cyranka (2007), Faraco (2008), Bagno (2011) and Bortoni-Ricardo (2004). The beliefs that the students bring with them regarding the teaching of Portuguese language, through the application and analysis of questionnaires of beliefs and linguistic attitudes. In addition to the questionnaire, we also analyzed the textbooks worked in the schools surveyed, observing if they are consonant with the postulate in the National Curricular Parameters, mainly in what refers to the concern in making possible a teaching based on the new discoveries of the language and, consequently, in the recognition of the character Heterogeneous language. Reflecting on these issues and considering the absence, in the textbooks analyzed, of exercises that actually consider issues related to the cultural and linguistic diversity that make up the scenario of Brazilian classrooms, especially in public contexts of education, we propose, finally, , A workbook in which exercises are suggested that focus mainly on the study of cohesive links
Keywords: Linguística
Língua portuguesa - Estudo e ensino
Língua portuguesa (Ensino fundamental) - Estudo e ensino
Sociolinguística
Sociolinguística Educacional
Crenças Linguísticas
Ensino de Língua Portuguesa
Elos Coesivos
Sociolinguistics Education
Linguistic Beliefs
Teaching Portuguese Language
Cohesive Ties
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Letras (Mestrado Profissional)
Citation: FRASSON, Carla Beatriz. Crenças linguísticas e a realidade da sala de aula: propostas sociolinguísticas para o ensino de língua portuguesa no nono ano do ensino fundamental. 2016. 199 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18337
Issue Date: 18-Nov-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Letras (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CrencasLinguisticasRealidade.pdfDissertação34.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.