Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17869
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Eco-inovação no Brasil: uma análise a partir da PINTEC 2011
metadata.dc.creator: Moura, Munique Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Avellar, Ana Paula Macedo de
metadata.dc.contributor.referee1: Andrade, Daniel Caixeta
metadata.dc.contributor.referee2: Hoff, Debora Nayar
metadata.dc.description.resumo: Nos últimos anos a questão ambiental ganhou relevância nos debates econômicos e políticos ao redor do mundo. Nessa nova onda de discussões ambientais, um paradigma que ganhou relevância nas discussões foi a Economia Verde. Tendo o intuito de contribuir para a construção de um modelo de desenvolvimento sustentável e que amenize o impacto da ação do homem sobre a natureza, a Economia Verde propõe medidas e soluções mais concretas que provocam mudanças internas no sistema produtivo, principalmente por meio do uso de Tecnologias verdes e de Eco-Inovações. Apesar das ressalvas e críticas que circundam o tema, tanto as Tecnologias verdes quanto as Eco-Inovações têm se tornado cada vez mais evidentes e notórias no cenário mundial. Porém, apesar das Eco-Inovações serem uma realidade comprovada e consolidada na literatura internacional, no Brasil pouca atenção tem sido dada a elas. Desse modo, o objetivo desta dissertação é estabelecer um panorama geral da adoção de Eco-Inovações no Brasil, identificando suas características e os seus principais determinantes. Para isso, serão estimados modelos probabilísticos (probit e heckprobit) com base nos microdados por empresa presentes na Pesquisa de Inovação (PINTEC) de 2011. Os resultados encontrados mostram que as empresas eco-inovadoras no Brasil são, em geral, empresas de capital nacional, não fazem parte de um grupo, não são exportadoras, logo seu mercado principal é o brasileiro, e recebem poucos incentivos do governo. Quanto aos determinantes, as Eco-Inovações brasileiras estão mais relacionadas com o resultado inovativo e não com aspectos relacionados ao esforço em inovar. E ainda os resultados indicam que a decisão de eco-inovar tende a ser influenciada principalmente pela busca de melhores estruturas organizacionais que permitam uma maior flexibilidade produtiva e com menores custos, bem como são influenciadas pela intenção das empresas em conquistar novos mercados e de melhorar a qualidade ou imagem do produto ou serviço.
Abstract: In recent years, the environmental issue has gained importance in the economic and political debates around the world. In this new wave of environmental discussions, a paradigm that has gained relevance in the discussions was the green economy. With the aim of contributing to the construction of a model of sustainable development and to lessen the impact of man on nature, the green economy, proposes measures and concrete solutions that cause internal changes in the productive system, mainly using green technologies and Eco-innovations. Despite the caveats and criticism surrounding the topic, both the green technologies and Eco-innovations have become increasingly evident and significant on the world stage. However, despite the Eco-innovations are a proven reality and consolidated in international literature, in Brazil, little attention has been given to them. Thus, the objective of this dissertation is to establish an overview of adoption of Eco-innovations, in Brazil identifying characteristics and its main determinants. For this, will be estimated probabilistic models (probit and heckprobit) based on micro-data for company on Innovation Research (PINTEC) of 2011. The results show that eco-innovative companies in Brazil are, in general, national capital companies, are not part of a group, are not exporters, its main market is the Brazilian, and a few receive Government incentives. The decisive Brazilian Eco-innovations are more related to the innovative result and not with aspects related to the effort to innovate. The results indicate that the decision to eco-innovate tends to be influenced primarily by the search of better organizational structures that allow greater flexibility and lower production costs, as well as the intention of the companies conquer new markets and to improve the quality or image of the product or service.
Keywords: Economia
Desenvolvimento sustentável - Aspectos ambientais
Economia ambiental
Desenvolvimento econômico - Aspectos ambientais
Economia verde
Eco-Inovações
Teoria Evolucionária da Firma
Determinantes
Probit
Green Economy
Eco-Innovations
Evolutionary Theory of the Firm
Determinants
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Economia
Citation: MOURA, Munique Santos. Eco-inovação no Brasil: uma análise a partir da PINTEC 2011. 2016. 162 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17869
Issue Date: 26-Feb-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EcoInovacaoBrasil.pdfDissertação4.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.