Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17106
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Percepção de suporte organizacional, afeto positivo, afeto negativo e resiliência: antecedentes da confiança do empregado na organização
metadata.dc.creator: Batista, Rosimeire Luíza
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Aurea de Fátima
metadata.dc.contributor.referee1: Gomide Junior, Sinésio
metadata.dc.contributor.referee2: Macedo, Kátia Barbosa
metadata.dc.contributor.referee3: Aguiar, Marcos de Souza
metadata.dc.description.resumo: Pesquisada mais intensamente a partir da década de 90, a confiança é uma variável que tem encontrado considerável destaque no meio organizacional devido à sua influência sobre diversos comportamentos do trabalhador. Entretanto, a confiança do empregado na organização ainda é um construto pouco explorado. Assim, este estudo teve como objetivo principal o teste de um modelo que previa um bloco constituído pelas variáveis: percepção de suporte organizacional, afeto positivo, afeto negativo, resiliência e confiança do empregado na organização. Para tanto, 160 empregados vinculados a organizações públicas e privadas situadas no Alto Paranaíba responderam voluntariamente aos instrumentos válidos e específicos a cada construto. Os dados foram submetidos a estatísticas descritivas, correlações de Pearson e análises de regressão múltipla stepwise, discriminando como variável dependente a confiança do empregado na organização. Do modelo proposto apenas duas variáveis se sustentaram como preditoras da confiança do empregado na organização. Sendo uma delas a percepção de suporte organizacional que explicou os fatores da variável critério: promoção do crescimento do empregado , solidez organizacional , reconhecimento financeiro organizacional e padrões éticos , e a outra, a resiliência que por sua vez explicou o fator da variável critério: padrões éticos . Entretanto, percepção de suporte organizacional concentra uma maior capacidade preditiva em comparação com a única variável micro-sistêmica que permaneceu no modelo, apontando para uma maior influência do ambiente sobre os comportamentos organizacionais do que as variáveis individuais. Os resultados foram discutidos com base em literatura especializada e as conclusões refutam grande parte do modelo proposto, mas é reconhecida a necessidade de outras pesquisas que possam acrescentar conhecimento sobre as variáveis discriminadas neste estudo.
Keywords: Trabalho - Aspectos psicológicos
Satisfação no trabalho
Comportamento organizacional
Confiança do empregado na organização
Percepção de suporte organizacional
Afeto positivo
Afeto negativo
Resiliência
Perception of organizational support
Positive affect
Negative affect
Resilience
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: BATISTA, Rosimeire Luíza. Percepção de suporte organizacional, afeto positivo, afeto negativo e resiliência: antecedentes da confiança do empregado na organização. 2010. 145 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17106
Issue Date: 13-Jul-2010
Appears in Collections:PGPSI - Mestrado em Psicologia Aplicada

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Rosimeire.pdf906.75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.