Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16198
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O ensino de geografia para alunos com deficiência visual: novas metodologias para abordar o conceito de paisagem
metadata.dc.creator: Arruda, Luciana Maria Santos de
metadata.dc.contributor.advisor1: Sampaio, Adriany de ávila Melo
metadata.dc.contributor.referee1: Sena, Carla Cristina Reinaldo Gimenes de
metadata.dc.contributor.referee2: Ribeiro, Luziane Santos
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação foi desenvolvida a partir da necessidade de repensar o ensino de Geografia para alunos com deficiência visual no que tange ao conceito de paisagem. Para isso, o objetivo principal foi a criação de materiais didáticos sensoriais utilizando as experiências vividas pelos alunos do Instituto Benjamin Constant (IBC), na paisagem que estas compõem. Também foi necessária uma reflexão sobre a educação especial e inclusiva no mundo e no Brasil e hoje, particularmente no Brasil, com uma perspectiva inclusiva, pois a legislação teve um grande avanço. Apresentar o IBC e como este se organiza como centro de referência também foi de suma importância, uma vez que se faz necessário um resgate histórico do ensino de Geografia nessa instituição centenária e pioneira, visto que os primeiros materiais didáticos táteis utilizados no ensino desses alunos estavam ali. A metodologia utilizada pelos professores é um diferencial a partir do momento em que as diferentes linguagens são utilizadas para desenvolver o ensino de Geografia no IBC, e por meio de seus relatos possibilitou que esse conhecimento fosse apresentado e resgatado. A Geografia é construída a partir de situações de aprendizagem que vão além da sala de aula. Dessa forma, a utilização de recursos didáticos sensoriais irá somar no processo de ensino e aprendizagem, possibilitando a construção de uma paisagem multissensorial. Então, por meio de atividades sensoriais, foram construídos materiais que pudessem auxiliar os alunos na compreensão do conceito de paisagem e possibilitem a utilização dos sentidos. Para isso, o referencial teórico da pesquisa foi pautado em Tuan (2012) e Soler (1999), considerando acercar essa paisagem multissensorial. Assim, pensar uma educação geográfica significativa independente do aluno e da realidade que o cerca é muito importante na sociedade inclusiva.
Abstract: The present dissertation was developed from the need to rethink the teaching of geography to visually impaired students concerning the landscape concept. In order to do that the main goal was the creation of sensory didactic material using the experiences lived by the students of Instituto Benjamin Constant (IBC) in the landscape that composes it. It was also necessary a reflection on special and inclusive education in the world and in Brazil, particularly nowadays in Brazil with an inclusive perspective in which legislation has advanced greatly. To present IBC and how it organizes itself as a center of reference was also of the utmost importance, as it is necessary a historical recovery of the teaching of geography in this centenarian and pioneer institution, due to the fact that the first tactile didactic materials used in the teaching of these students were there. The methodology used by teachers is a differential from the moment that several languages are employed to develop the teaching of geography in the IBC, and through their accounts this knowledge was presented and recovered. Geography is build up from learning experiences that go beyond the classroom and therefore the use of sensory didactic resources will add up to the teaching and learning process making the construction of a multisensory landscape possible. Thus, by means of sensory activities, materials which may help students in the understanding of the landscape concept were devised, making the use of the senses real. The theoretical reference was based on Tuan (2012) and Soler (1999) to think this multisensory landscape. Therefore, to think of a meaningful geographic education, independent of the student and the reality that surrounds him, is very important in an inclusive society.
Keywords: Deficiência visual
Ensino de Geografia
Paisagem multissensorial
Materiais didáticos sensoriais
Visual impairment
The teaching of Geography
Multisensory landscape
Sensory didactic materials
Geografia Estudo e ensino
Deficientes visuais
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: ARRUDA, Luciana Maria Santos de. O ensino de geografia para alunos com deficiência visual: novas metodologias para abordar o conceito de paisagem. 2014. 175 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16198
Issue Date: 22-Aug-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EnsinoGeografiaAlunos.pdf3.91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.