Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16191
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Redes do agronegócio canavieiro: a territorialização do grupo Tércio Wanderley no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba-MG
metadata.dc.creator: Campos, Natália Lorena
metadata.dc.contributor.advisor1: Cleps Junior, João
metadata.dc.contributor.referee1: Mendonça, Marcelo Rodrigues
metadata.dc.contributor.referee2: Pereira, Mirlei Fachini Vicente
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa tem como objetivo o estudo da expansão recente da cana-de-açúcar para a produção de agrocombustíveis na mesorregião do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba. Partimos da análise do Grupo Tércio Wanderley grupo tradicional nordestino do setor, atuante no agronegócio canavieiro desde a década de 1920 no município de Coruripe-AL, e que durante os anos 1990 expandiu para o Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba implantando a primeira filial no município de Iturama, e nos anos 2000 onde implantou mais três filias, em Campo Florido, Limeira do Oeste e Carneirinho. A partir de pesquisas de campo nas unidades da Coruripe, buscamos compreender o processo de territorialização do capital por meio do estabelecimento de redes e circuitos produtivos na região. Esse processo provocou uma reconfiguração territorial nos municípios em que a empresa está presente, devido ao avanço das lavouras canavieiras sobre os demais cultivos agrícolas e a pecuária, que anterior a expansão canavieira eram as principais atividades econômicas desses municípios. Ainda, analisamos as principais mudanças ocorridas na região e os impactos promovidos pelo agronegócio canavieiro, como o aumento do preço das terras na mesorregião e a influência da expansão canavieira sobre o trabalho, cada vez menos frequente devido à mecanização. Essas transformações implicam na dificuldade para a reprodução camponesa. Por fim, analisamos as estratégias adotas pelo agronegócio canavieiro para um cultivo sustentável da cana-de-açúcar e a tentativa de elevar o etanol como nova matriz energética, devido as imposições ambientais e o discurso do desenvolvimento sustentável . A apropriação dos territórios para a produção canavieira tem sido uma das principais causas dos conflitos e disputas territoriais no campo brasileiro, onde a industrialização da agricultura subordina a natureza ao capital. Preocupações a respeito dos impactos, problemas ambientais e a forma insustentável da produção de agrocombustíveis refletem os problemas do desenvolvimento econômico gerado pelo agronegócio canavieiro, que não leva em consideração o desenvolvimento social.
Abstract: This research aims to study the recent expansion of the sugar cane for the agro-fuels production in the Triangulo Mineiro/Alto Paranaiba. We start from the analysis of the Tercio Wanderley Group - traditional northeastern group on sugarcane industry since the 1920 s in the city of Coruripe - AL, and that, during the 1990 s, expanded its operations to the Triangulo Mineiro/Alto Paranaiba, deploying the first subsidiary in Iturama city, and in 2000 s where they set up three subsidiaries in Campo Florido, Limeira do Oeste and Carneirinho. From fieldwork in Coruripe units, we seek to understand the capital territorialization process through the networks establishment and circuits of production in the region. This process caused a territorial reconfiguration in the cities with the sugarcane plantations advance about too crops and livestock, as the previous sugarcane expansion were the main economic activities in these cities. Within the major changes in the region by sugarcane agribusiness record the increase in land prices, the influence on the job, which became less frequent due to mechanization, and changes on agriculture and peasant livelihood. Concerns about the impacts, environmental problems and unsustainable agro-fuels production reflect the problems of economic development generated by sugarcane agribusiness, which does not take into account the social development. Accordingly, the sugarcane agribusiness search strategies for sugar cane \"sustainable\" cultivation and attempt to raise the ethanol as new energy matrix, due to environmental levies and the \"sustainable development\" discourse. The territories appropriation for sugarcane production has been a major cause of conflict and territorial disputes in rural Brazil, where the agriculture industrialization subordinates nature to capital.
Keywords: Agronegócio canavieiro
Territorialização
Grupo Tércio Wanderley
Usina Coruripe
Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba
Sugarcane agribusiness
Capital territorialization
Tercio Wanderley Group
Coruripe plant
Economia agrícola - Triângulo Mineiro (MG)
Cana-de-açúcar - Aspectos econômicos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: CAMPOS, Natália Lorena. Redes do agronegócio canavieiro: a territorialização do grupo Tércio Wanderley no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba-MG. 2014. 209 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16191
Issue Date: 11-Jun-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RedesAgronegocioCanavieiro.pdf7.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.