Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16017
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Proposta metodológica de avaliação dos padrões e de conservação da conectividade dos habitats na bacia hidrográfica do rio Araguari em Minas Gerais
Other Titles: Methodological proposal for the evaluation of standards and conservation of the connectivity of habitats in river basin Araguari Minas Gerais
metadata.dc.creator: Reis, Laís Naiara Gonçalves dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Nishiyama, Luiz
metadata.dc.contributor.referee1: Moreno, Maria Inês Cruzeiro
metadata.dc.contributor.referee2: Lima, João Donizete
metadata.dc.contributor.referee3: Ferreira, Vanderlei de Oliveira
metadata.dc.contributor.referee4: Silva, Mirna Karla Amorim da
metadata.dc.description.resumo: As práticas de exploração dos recursos naturais do Cerrado foram intensivas e degradaram o ecossistema por conta do processo de fragmentação dos habitats naturais, pois este altera a continuidade das áreas de vegetação nativa, ocasionando mudanças na estrutura e na composição da mesma e, consequentemente, provocam a perda da biodiversidade. Surge a Ecologia de paisagens que diferentemente da Ecologia de ecossistemas que busca compreender e explicar as relações verticais da biota com seu ambiente, ou seja, a sinergia entre os diversos níveis tróficos de uma mesma comunidade, busca compreender as relações horizontais da biota com o meio, isto é, a interação entre diferentes comunidades distribuídas ao longo do espaço. A partir da necessidade de avançar os estudos sobre a paisagem de habitats fragmentados em escala regional, este trabalho objetivou avaliar os padrões espaciais da paisagem fragmentada por meio do método de investigação proposto pela Ecologia de paisagens, e contribuir metodologicamente para a gestão da conservação da conectividade para os habitats da Bacia Hidrográfica do Rio Araguari, situada na mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, Minas Gerais, por meio da proposição de corredores ecológicos. A investigação ecossistêmica dos processos de interação entre matriz e fragmentos florestais permitiu montar as estruturas conceituais e matemáticas que possibilitaram a modelagem espacial e o desenvolvimento dos estudos ocupa uma área de 22.146,23 km². Para o mapeamento da vegetação nativa em 2014, as imagens são do sensor OLI/Landsat 8 que apresenta resolução espacial de 30 metros. Como resultado, a área de estudo possui 149.521 unidades de fragmentos florestais de vegetação nativa. A partir disso a qualidade destes habitats foi avaliada por meio das métricas em Ecologia de Paisagens referentes à forma, tamanho, densidade de borda, comprimento da borda e área central. Foram adotados modelos matemáticos para avaliar a heterogeneidade espacial da paisagem com o objetivo de identificar as áreas probalísticas dos índividuos para uma espécie X que possua poder de dispersão de até 3,6 km por toda a escala espacial. Diagnosticou-se que a porção da jusante da nascente do rio Araguari apresenta percolação considerável tanto de leste para oeste, quanto longitudinalmente (índice ≥. pc ). Já na porção central da área de estudo recomenda-se a construção de estruturas de conectividade para proporcionar a percolação no sentido norte-sul (índice ≤. pc ). Além do modelo de percolação dos habitas foi avaliado a condição da permeabilidade da matriz para este gênero, percebeu-se que as possibilidades de dispersão levando em consideração a menor distância apresentam dificuldades impostas pela matriz, uma vez que, 4.363,1 km de rotas potenciais de dispersão para esta espécie estão localizados em áreas de pastagens e 873,419 km em áreas de agricultura. Outra ameaça para a fauna do Cerrado é a malha rodoviária que acarreta efeitos variados sobre os habitats e o atropelamento da fauna silvestre. Entende-se que as rodovias podem apresentar graus distintos de susceptibilidade ao perigo de atropelamento para a fauna silvestre. Esta avaliação levou em consideração a organização espacial dos fragmentos de vegetação nativa e a relação de proximidade dos mesmos para com as rodovias. A Bacia Hidrográfica do Rio Araguari apresenta 1.774 km de malha viária. Foram sugeridos 22 locais com necessidade alta, 7 locais com necessidades moderadas e 6 locais com necessidades baixa para implementação de passagens seguras para a vida silvestre. Depois de detectado as lacunas de habitats na área de estudo foi proposta uma metodologia para a escolha prioritária para conservação/restauração dos habitats e foi proposto network (rede) de corredores ecológicos para a Bacia Hidrográfica do Rio Araguari.
Abstract: The operating practices of natural Cerrado resources were intensive and degraded the ecosystem due to the fragmentation of natural habitats process because it changes the continuity of native vegetation areas, causing changes in the structure and composition of the same and thus cause the loss of biodiversity. Arises landscape ecology that unlike ecosystem ecology that seeks to understand and explain the vertical relationship of biota with their environment, ie the synergy between the various trophic levels of the same community, seeks to understand the horizontal relations of biota with the environment , i.e. the interaction between different communities distributed throughout the space. From the need to advance the studies on the regional scale fragmented habitats landscape, this study aimed to evaluate the spatial patterns of fragmented landscape by the research method proposed by the Landscape Ecology and contribute methodologically to connectivity conservation management for habitats Basin of Araguari River, located in the middle region of Triangulo Mineiro and Alto Paranaiba, Minas Gerais, through the proposition of ecological corridors. The ecosystem research of the interaction processes between headquarters and forest fragments allowed to ride the conceptual and mathematical structures that enabled spatial modeling and the development of studies covers an area of 22,146.23 square kilometers. For the mapping of native vegetation in 2014, the images are the OLI / Landsat 8 sensor has a spatial resolution of 30 meters. As a result, the study area has 149,521 units of forest fragments of native vegetation. From this the quality of these habitats was evaluated through metrics Landscape Ecology concerning the shape, size, edge density, the edge length and central area. Mathematical models were adopted to evaluate the spatial heterogeneity of the landscape in order to identify areas probalísticas of individuals to a species X having dispersion power of up to 3.6 km across the spatial scale. It diagnosed that the downstream portion of the river Araguari spring presents considerable percolation both from east to west, the lengthwise (index ≥. Pc). In the central portion of the study area it is recommended to build connectivity structures to provide percolation in north-south direction (index ≤. Pc). In addition to the habitats percolation model was evaluated the matrix permeability of the condition of this genre, it was realized that the dispersion of possibilities taking into account the shortest distance present difficulties imposed by the matrix, since, 4363.1 km of potential routes dispersion for this species are located in areas of pastures and 873.419 km in agricultural areas. Another threat to the Cerrado fauna is the road network which carries varying effects on habitats and the trampling of wildlife. It is understood that the roads may have degrees distinct susceptibility to the danger of being hit for wildlife. This review took into account the spatial organization of fragments of native vegetation and the close relationship of the same towards the roads. The River Basin Araguari has 1774 km of road network. 22 sites were suggested with high need, 7 locations with moderate needs and 6 places with low requirements for the implementation of safe passage for wildlife. After identifying the gaps habitats in the study area was proposed a methodology for priority choice for conservation / restoration of habitats and proposed network (network) ecological corridors for the River Basin Araguari.
Keywords: Fragmentação
Ecologia de paisagens
Cerrado
Percolação dos habitats
Permeabilidade da matriz
Passagens seguras
Corredores ecológicos
Fragmentation
Landscape ecology
Cerrado
Percolation
Permeability
Safe passages
Ecological corridors
Cerrados - Ecologia
Cerrados - Conservação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: REIS, Laís Naiara Gonçalves dos. Methodological proposal for the evaluation of standards and conservation of the connectivity of habitats in river basin Araguari Minas Gerais. 2016. 174 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16017
Issue Date: 19-Feb-2016
Appears in Collections:TESE - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PropostaMetodologicaAvaliacao.pdf18.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.