Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15945
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Mobilização comunitária como estratégia da promoção da saúde no controle dos Aedes (Aegypti e albopictus) e prevenção do dengue no distrito de Martinésia, Uberlândia (MG)
Author: Oliveira, João Carlos de
First Advisor: Lima, Samuel do Carmo
First member of the Committee: Carvalho, Marcia Siqueira de
Second member of the Committee: Chaveiro, Eguimar Felício
Third member of the Committee: Bacelar, Winston Kleiber de Almeida
Fourth member of the Committee: Feliciano, Rosiane de Araújo Ferreira
Summary: Esta Tese de Doutorado (IG/UFU) é resultado dos estudos e de pesquisas como a mobilização comunitária, enquanto estratégia da Promoção da Saúde, no controle dos Aedes e prevenção do dengue, através das contribuições das ovitrampas e da Brigada de Agentes Ambientais Mirins, no Distrito de Martinésia, Uberlândia (MG), Brasil, podem fazer diferença na qualidade de vida das pessoas. O Dengue é uma das mais importantes arboviroses que afeta o homem e constitui um sério problema de saúde pública em regiões tropicais e subtropicais, em função das condições ambientais (ºC e mm) e comportamentos inadequados das pessoas em acumular incorretamente água em criadouros. O dengue é uma doença infecciosa causada pelo vírus Flavivirus, que pode ser transmitido por duas espécies (Aedes aegypti e Aedes albopictus). A ovitrampa é uma armadilha artificial adaptada em vasos pretos de floricultura de 500 ml, sem furos no fundo, com uma palheta de Eucatex imersa em água até pela metade, onde a fêmea fez a oviposição, instaladas e monitoradas em 21 quarteirões, mapeando e detectando precocemente a presença dos Aedes, em todos os períodos sazonais, totalizando, 3091 ovos. Predominou o Aedes albopictus (80%), o Aedes aegypti (5%) e os Culex (15%), em função das condições ambientais do Distrito (zona rural), urbanização e arborização de cada quarteirão. Para realizar este conjunto de atividades com a contribuição de estudantes e profissionais da Escola Municipal Antonino Martins da Silva , foi necessário um total, aproximado de, 184 deslocamentos e 860 horas. Estes deslocamentos permitiram realizar um conjunto de 27 atividades, dentro de três modalidades (com a Escola na Escola, com a Escola no Distrito e com a Escola fora do Distrito). A mobilização comunitária permitiu permear as relações sociais interculturais com e entre os moradores, em especial com os estudantes e professores que conduziram alguns conteúdos em sala de aula e na realização de atividades de forma diferenciada. Por isso, entendemos que a Escola não está apartada das demais relações ambientais, que compõem os diferentes territórios dos saberes e fazeres, dos sujeitos, que se deram ao longo do tempo e em todos os lugares. O que confirma a ideia da Promoção da Saúde assentada na concepção Comunicação e Saúde , defendida pelo lingüista russo Mikhail Bakthin, que propõe o conceito de Polifonia , ou seja, que a comunicação não deveria ser vista apenas como transmissão de informações, mas sim como um processo de produção e ressignificado de sentidos sociais, concretizando as proposições defendidas sobre a importância de se praticar a Promoção da Saúde, enquanto Políticas Públicas de acordo com o que foi preconizado em 1986, Carta de Ottawa (Ottawa, Canadá), de que Promoção da Saúde corresponde a um conjunto de processos de capacitação das comunidades para atuarem na melhoria da sua qualidade de vida, reforçando a importância de uma maior participação do indivíduo no seu grupo social como controle e empoderamento desse processo.
Abstract: This PhD thesis (IG/UFU) is result of studies and research such as the community mobilization, as strategy of Healthy Promotion, in the control of Aedes and dengue prevention, through the contributions of ovitraps and the Brigade of Environmental Agents Mirins, District Martinésia, Uberlândia (MG), Brazil, can make a difference in the quality of people life. Dengue is one of the most important arboviruses affecting humans and constitutes a serious public health problem in tropical and subtropical regions, depending on environmental conditions (°C and mm) and inappropriate behavior of people incorrectly accumulating water in breeding. Dengue is an infectious disease caused by the Flavivirus virus, which can be transmitted by two species (Aedes aegypti and Aedes albopictus). The ovitrampa is a trap adapted artificial black flowers in pots of 500 ml, with no holes in the bottom, with a palette of Eucatex immersed in water up to half, where females made oviposition, installed and monitored in 21 blocks, mapping and detecting early presence of Aedes, in all seasons, totaling 3091 eggs. The predominant were Aedes albopictus (80%), Aedes aegypti (5%) and Culex (15%), depending on the environmental conditions of the District (rural), urbanization and afforestation of each block. To accomplish this set of activities with input from students and staff of the Municipal School Antonino Martins da Silva , it took a total of approximately, 184 and 860 hours shifts. These displacements were necessary to perform a set of 27 activities in three modes (with the School in the School, the School District and outside the School District). Community mobilization allowed to permeate the social intercultural relationships with and among residents, especially with students and teachers that led some content in the classroom and perform activities differently. Therefore, we believe that the school is not separated from other environmental relationships, which make up the different areas of knowledge and practices, subjects who took over the time and everywhere. This confirms the idea of health promotion in the design setting Communication and Health , held by Russian linguist Mikhail Bakhtin, who proposed the concept of polyphony , ie, that communication should be viewed not only as information transmission, but as a production process and new meanings of social meanings, embodying the propositions advocated the importance of practicing health promotion, while according to Public Policy which was endorsed in 1986, the Ottawa Charter (Ottawa, Canada) Health Promotion that corresponds to a set of processes of empowering communities to work improving their quality of life, reinforcing the importance of greater participation of the individual in his social group as control and empowerment of this process.
Keywords: Dengue
Aedes
Mobilização comunitária
Promoção da saúde
Community mobilization
Health promotion
Geografia médica - Uberlândia (MG)
Dengue - Uberlândia (MG)
Política públicas - Uberlândia (MG)
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Quote: OLIVEIRA, João Carlos de. Mobilização comunitária como estratégia da promoção da saúde no controle dos Aedes (Aegypti e albopictus) e prevenção do dengue no distrito de Martinésia, Uberlândia (MG). 2012. 298 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15945
Date of defense: 8-Mar-2012
Appears in Collections:TESE - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
t.pdf6.78 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.