Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15912
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: As políticas públicas, a modernização dos cerrados e o complexo soja no sul goiano: 1970-2005.
metadata.dc.creator: Gonçales, Claudecir
metadata.dc.contributor.advisor1: Cleps Junior, João
metadata.dc.contributor.referee1: Santos, Rosselvelt José
metadata.dc.contributor.referee2: Pessôa, Vera Lúcia Salazar
metadata.dc.contributor.referee3: Pereira, Sebastião Lázaro
metadata.dc.contributor.referee4: Calaça, Manoel
metadata.dc.description.resumo: A tese está centrada na análise da modernização da agricultura no Estado de Goiás, ocorrida a partir das políticas públicas voltadas ao desenvolvimento agropecuário na década de 1970. Para compreender a formulação e implementação destas políticas de estímulos, a pesquisa buscou analisar a dinâmica do complexo soja, com ênfase na mesorregião do Sul Goiano. As bases dessa política foram os fundos de financiamento, em princípio indiscriminados para toda agroindústria e, mais tarde, com a crise fiscal do Estado, específicos para cada segmento. As agroindústrias que atuam na região, embora exógenas em sua maioria e fortemente vinculadas à lógica espacial global, encontram nas terras do Sul Goiano um espaço favorável para se desenvolver, estabelecendo novas redes de relações produtivas, como, por exemplo, suas inter-relações com as cadeias grãos-farelos-óleos e grãos-rações-carnes. Buscou-se compreender também o papel dos produtores de soja, divididos em duas categorias; o produtor empresarial/grande produtor que utiliza alto nível de tecnologia e mão-de-obra assalariada, seja ela permanente ou temporária; e os pequenos e médios produtores que utilizam menos tecnologia e apresentam maior diversificação agrícola. Os investimentos públicos afetaram de forma diferenciada a mesorregião com reflexos nos seus indicadores de desenvolvimento social e econômico gerados pela modernização excludente. As principais mudanças socioespaciais da região tiveram reflexos nas relações agricultura-indústria: como a formação de mão-de-obra técnica para o campo e as cidades; o aumento do rebanho de aves e suínos; o surgimento de associações de produtores; o fortalecimento da cultura do trabalho industrial; o surgimento de novos bairros nas periferias das cidades; a instalação de novas indústrias; o incremento do comércio e dos serviços locais; a geração/eliminação de postos de trabalho, entre outros. Como resultado, os favorecidos neste processo foram os mesmos que se beneficiaram com a modernização e introdução da cultura de grãos em grande escala e marginalizando, sobretudo, a pequena produção rural.
Abstract: The thesis is centered in the analysis of the modernization of the agriculture in the State of Goiás, starting from the public politics guided to the agricultural development in the decade of 70 s. To understand the formulation and improvement of these incentive politics, the research looked for to analyze the dynamics of the soy complex, with emphasis in the mesoregian of the South of Goiás State. The bases of that politics were the financing funds, in indiscriminate beginning for every agroindustry and, later, with the tax crisis of the State, specific for each segment. The agroindustries that act in the area, although hexogen in its majority and strongly linked to the global space logic, find in the lands in the South of Goiás State a favorable space to develop, establishing new nets of productive relationships, as, for example, its interrelations with the chains grain-flours-oils and grain-fodder-meat. It was also looked for the understanding of the paper of the producers of soy, divided in two categories; the businessman producer/a strong producer who uses high technology level and salaried labor, even though permanent or temporary; and the small and medium producers that use less technology and they present larger agricultural diversification. The public investments affected in a differentiated way the mesoregian with reflexes in its indicators of social and economic development generated by the exclude modernization. The main socio-space changes of the area got reflexes in the relationships agriculture-industry: as the formation of technical labor for the field and cities; the increase of the flock of birds and swine; the appearance of associations of producers; the invigoration of the culture of the industrial work; the appearance of new neighborhoods in the peripheries of the cities; the installation of new industries; the increment of the trade and local services; the creation/elimination of work positions, among others. As result, the favored ones in this process were the same ones who benefited with the modernization and introduction of the culture of grains in great scale and depriving, above all, the small rural production.
Keywords: Políticas públicas
Modernização agrícola
Complexo soja
Cerrado
Reestruturação socioespacial
Sul goiano
Public politics
Agricultural modernization
Complex soy
Socio-space (re)structuration
South of Goiás
Geografia agrícola
Agricultura e tecnologia - Goiás
Políticas públicas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: GONÇALES, Claudecir. As políticas públicas, a modernização dos cerrados e o complexo soja no sul goiano: 1970-2005.. 2008. 247 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15912
Issue Date: 31-Jan-2008
Appears in Collections:TESE - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Claudecir.pdf6.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.