Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15569
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Corpo, força e potência: Nietzsche e Spinoza no pensamento de Deleuze
metadata.dc.creator: Fraga Júnior, Órfilo Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: Guido, Humberto Aparecido de Oliveira
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Jairo Dias
metadata.dc.contributor.referee2: Rezende, João Batista
metadata.dc.description.resumo: Essa dissertação procura demonstrar a importância das filosofias de Nietzsche e de Spinoza para o pensamento de Gilles Deleuze, em torno dos conceitos de corpo, força e potência. A pesquisa parte dos textos de Deleuze sobre os dois autores que lhe inspiram, buscando compreendê-los implicados num plano de imanência das relações entre os conceitos e a maneira de viver como afirmação ética e política. Orienta-se, primeiramente, pela baliza do rizoma, proposto por Deleuze como um modo de percorrer os caminhos traçados pelos filósofos e, ao mesmo tempo, criar caminhos próprios. O segundo capítulo estuda o corpo em Nietzsche, como um complexo de relações de forças. Procura-se demonstrar a gênese da força na sua determinação como quantidade relativa forte ou fraca, e como qualidade absoluta ativa ou passiva; e, por outro lado, a gênese da força a partir dos dois pólos da vontade de potência a afirmação e a negação, extraindo-se as consequências para a vida e o pensamento. No terceiro capítulo, abordam-se as definições de corpo em Spinoza. O corpo, em Spinoza se define por sua complexa relação de movimento e repouso, velocidade e lentidão, e pelo seu poder de afetar e ser afetado. Procura-se, então, compreender os meios pelos quais se pode ampliar a força de existir ou potência de agir na afirmação de um modo ético de viver. O quarto capítulo traça um paralelo entre a guerra e o pensamento na constituição de corpos sociais e agenciamentos coletivos, para compreender no quinto capítulo o corpo como uma máquina-de-guerra-do-pensamento, a partir da relação entre o modo de existência nômade e a máquina de guerra demonstrada no Tratado de Nomadologia. Espera-se, assim, ter-se demonstrado a importância do pensamento ético e político que afirma a existência no mundo pela força ativa daquilo que pode o corpo.
Abstract: This dissertation aims at showing the importance of the Nietzsche s and Spinoza s philosophy in Deleuze thought, about body, force, and potency concepts. The search starts from Deleuze texts around two authors of his inspiration, reaching understand in the plan of immanence of the relationship between concepts and the way life as ethics and political affirmation. The first goal is the concept of rhizome; propose by Deleuze in what manner to walk the ways traced by philosophers and at the same time to create self ways. The second chapter examines the body in Nietzsche as force s relations. Find to show the genesis of the force in its determination as relative quantity strong or weak, and as absolute quality active or reactive; and for other side the genesis of the force from two poles of the will to power affirmation or negation, examining the consequences for life and thought. In the third chapter explained the definitions of body in Spinoza. The body, in Spinoza, defines itself complex relation of movement and repose, velocity and slowness and by it s to affect and be affecter s power. Find to show understanding the mediums for to amplify the power of to exist or the potency of to act, in what manner ethics of to live. The fourth chapter makes one parallel between the war and the thought in the constitution of socials body and collectives agenciamientos, for understand in the fifth chapter the body as war s machine of the thought, from the relationship between nomad way life and war s machine showed in Tractate of Nomadologia. Wait like this to show the importance of the ethics and political thought than affirm the existence in the world through active force from that body s power.
Keywords: Corpo
Força
Potência
Deleuze
Nietzsche
Spinoza
Body
Force
Power
Deleuze, Gilles, 1925-1995 - Crítica e interpretação
Nietzsche, Friedrich Wilhelm, 1844-1900 - Influência - Deleuze
Spinoza, Benedictus de, 1632-1677 - Influência - Deleuze
Corpo e alma (Filosofia)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Filosofia
Citation: FRAGA JÚNIOR, Órfilo Rodrigues. Corpo, força e potência: Nietzsche e Spinoza no pensamento de Deleuze. 2013. 116 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15569
Issue Date: 26-Feb-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Orfilo Rodrigues.pdf894.79 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.