Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15469
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Relações de saber-poder no pronunciamento de posse da presidente Dilma Rousseff
metadata.dc.creator: Silva, Renato Bernardo da
metadata.dc.contributor.advisor1: Santos, João Bôsco Cabral dos
metadata.dc.contributor.referee1: Stafuzza, Grênissa Bonvino
metadata.dc.contributor.referee2: Araújo, Marcelo Marques
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho dissertativo problematiza a relação saber-poder no Pronunciamento de Posse de Dilma Rousseff, ocorrido no Congresso Nacional Brasileiro no dia 01 de janeiro de 2011. Para balizar a problematização, foi utilizado o seguinte referencial teórico: As Palavras e as Coisas (1966), Arqueologia do Saber (1969), A ordem do discurso (1970) e Microfísica do Poder (1979), para pensar sobre quatro temas abordados pelo Pronunciamento de Posse. A escolha pelos temas ocorre em função de sua vitalidade e relevância desempenhada para constituir a vida e também, por ser capaz, pujantemente, de tramá-la. A educação, primeiro tema, foi compreendida por esta dissertação como um espaço fértil para o exercício de controle sobre o estudante brasileiro, mediante o estímulo, realizado pelo texto presidencial, para que o jovem estudante se insira na educação profissional. O segundo tema, saúde pública, é abordado pela via estratégica da disciplina do corpo, que tem por finalidade atingir o movimento (ação) do indivíduo e pelo biopoder, responsável pelo estratagema de equilíbrio e preservação de grandes populações. As duas estratégias funcionam para produzir comportamentos e regulamentar a vida. O terceiro tema descreve o funcionamento do tabu a partir dos vocábulos brasileiros e brasileiras , como uma interdição planejada, a fim de dominar futuras retaliações advindas da base aliada do governo federal. O quarto e último tema fundamenta-se no crescimento da classe média brasileira geradora de consumo alienado. Por esses quatro pilares, há o atravessamento da relação saber-poder que emerge no Pronunciamento Presidencial e faz funcionar táticas de adestramento social, de modo que a população brasileira fique sedenta por um sistema educacional eficiente; voraz por um sistema hospitalar garantidor da preservação e cura da vida; padronizada pela circulação do tabu; e admirada com a falsa ideia de ascensão econômica. Nesse contexto, um sujeito de saber-poder circunscreve o Pronunciamento Presidencial de Posse produzindo individualidade comum, subordinada e fácil de ser capturada pelas malhas do saber-poder.
Abstract: This dissertation aims at approaching the relation wisdom-power in Dilma Rousseff s Take-Office Speech in National Congress in January, 1st, 2011. As theoretical support it was taken Foucault s pieces (As palavras e as coisas, 1966; Arqueologia do saber, 1969; A ordem do discurso, 1970; and Microfísica do Poder, 1979). Analysis has emerged considering four themes taken as focus for examining such speech. Reasons for choices are justified considering their emphasis and relevance in life conception and intercourse. Education, the first one, profitable space to engaje in a controversy, a kind of control in Brazilian students, estimulating their insertion in a professional education. State Healthy, the second one, strategically approached through Body Discipline, aiming at reaching individual movement (action) and also by biopower, responsible by a stratagem of equilibrium and preservation of population. Both strategies work to produce behaviors and regulate life. The notion of taboo, the third theme, was thought from the use of the vocative brasileiros and brasileiras , working as a planned interdiction, in order to escape from future retaliations from government alliances. Media Class Growing, the last theme, is founded in the premise of alienated consume. By these themes, there is a crossing from the relation wisdom-power which emerges from Presidential Speech, working as social training tactics. Thus, Brazilian population becomes sick of an efficient educational system; a hospital system which makes sure life cure and preservation; a patterned taboo circulation and an illusion of economic ascension. In this context, a wisdom-power subject inscribes presidential take-office speech as a common individuality, subordinated and easy to be captured by wisdom-power nets.
Keywords: Análise do discurso
Estadistas - Brasil
Rousseff, Dilma, 1947-
Sujeito
Relação de saber-poder
Educação
Saúde
Tabu
Classe média
Subject
Wisdom-power relations
Education
Healthy
Taboo
Media class
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: SILVA, Renato Bernardo da. Relações de saber-poder no pronunciamento de posse da presidente Dilma Rousseff. 2013. 127 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15469
Issue Date: 12-Dec-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RelacoesSaberPoder.pdf776.54 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.