Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15326
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title:  Formação de professores de língua inglesa em um curso de licenciatura: processos identitários
metadata.dc.creator: Cunha, Elizabeth Gonçalves
metadata.dc.contributor.advisor1: Bertoldo, Ernesto Sérgio
metadata.dc.contributor.referee1: Santos, João Bôsco Cabral dos
metadata.dc.contributor.referee2: Neder, Marco Antonio Villarta
metadata.dc.description.resumo: Este estudo teve como objetivo principal investigar quais são as representações sobre as dimensões ética e política da língua inglesa que norteiam as práticas de professores (formadores e em formação) de língua inglesa em um curso de Letras de uma universidade federal do estado de Minas Gerais. Em um segundo momento, buscamos conhecer em que sentido essas representações afetam a constituição identitária do professor e sua prática. A hipótese que norteou a pesquisa foi a de que a forma como os professores formadores e os alunos em formação dos cursos de Letras concebem as dimensões ética e política da língua inglesa tem contribuído para a assunção (ou a adoção) de posturas ingênuas e pouco comprometidas sobre as reflexões acerca da língua inglesa. Participaram da pesquisa cinco (05) professores e trinta e seis (36) alunos de um curso de Letras de uma Universidade pública de Minas Gerais. Os dados para a pesquisa foram coletados a partir de entrevistas semi-estruturadas feitas com os professores e questionários que foram respondidos pelos alunos. Foram também analisadas as ementas dos planos de cursos das disciplinas de formação do referido curso, a saber: Prática de Ensino de Língua Inglesa 1 ; Metodologia do Ensino de Língua Estrangeira 1 e Lingüística Aplicada . Para a análise dos dados, buscamos respaldo nas bases teóricas da chamada Escola Francesa do Discurso, para as discussões que envolvem conceitos tais como, sujeito, discurso, heterogeneidade discursiva e formação discursiva (FD), e nos Estudos Culturais para as discussões sobre identidade e representação. Os dados, de uma maneira geral, mostraram que as questões sobre ética e política atreladas ao ensino da LI não têm sido trabalhadas e que elas nem sempre são percebidas, pelos futuros professores, como importantes para sua formação. Apenas um professor demonstrou, em seus dizeres, que se constitui, de fato, numa perspectiva teórica que problematiza as questões éticas e políticas ligadas ao ensino da língua inglesa; mesmo que elas não apareçam nas ementas dos cursos, elas acabam sendo abordadas e problematizadas em suas aulas devido à sua inscrição numa formação que considera essas questões importantes. A partir da análise das representações observadas, podemos inferir também que os alunos do curso de Letras investigado recebem uma formação que os leva a se constituírem numa base teóricometodológica que privilegia questões de ordem metodológica, com instruções procedimentais, além do ensino de descrição de língua (gramática contextualizada).
Abstract: This study aimed at investigating the representations, which constitute the imaginary of teachers and students of a course of languages and related literatures, concerning the English language and its role towards the world today. It was also our aim to find out whether the political and ethical dimensions related to the English language are problematized during their formation, specifically during the classes of disciplines which are more closely related to students formation. The hypothesis underlying our study was that the way professors and students conceive of those two dimensions (political and ethical) related to the English language have contributed for the adoptions and of naïve stances and conceptions concerning the teaching and use of the English language. Data were gathered through interviews conducted with five professors who teach at referred course, and through a questionnaire, which was answered by 36 students. Results, in a general sense, reveal that issues related to ethics and politics, as far as language practices are concerned, have not been discussed in the context of formation of English teachers, and they not been perceived as an important point to be included in the syllabus of the disciplines related to their formation. This was revealed through the linguistic manifestations of both professors and students. Only one of the two professors interviewed showed evidence of being constituted in a critical and discursive perspective, which takes these issues (political and ethical) into account during students formation. Thus, we could say that the emphasis of the course seems to be on the teaching of the English language per si , and on the methods, approaches and procedures to be adopted during the classes.
Keywords: Formação de professores
Política
Ética
Análise do discurso
English language
Teacher formation
Politics
Ethics
Discourse analysis
Língua Inglesa Estudo e ensino
Língua inglesa Formação de professores
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: CUNHA, Elizabeth Gonçalves. Formação de professores de língua inglesa em um curso de licenciatura: processos identitários . 2008. 179 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15326
Issue Date: 31-Oct-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elizabeth Goncalves.pdf5.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.