Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/38836
ORCID:  http://orcid.org/0000-0003-4521-8268
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 United States
Title: Aspectos bioéticos relacionados aos cuidados paliativos: da abordagem principialista aos direitos humanos
Alternate title (s): Bioethical aspects related to palliative care: from the principialist approach to human rights
Author: Alves, Isabella Drummond Oliveira Laterza
First Advisor: Bonella, Alcino Eduardo
First coorientator: Paro, Helena Borges Martins da Silva
First member of the Committee: Mendonça, Tânia Maria da Silva
Second member of the Committee: Bonini, Marília Martins Prado
Third member of the Committee: Abrão, Larissa Guimarães Martins
Fourth member of the Committee: Silva Neto, Walter Mariano de Faria
Summary: Este estudo parte de uma perspectiva teórica (exploratório-descritivo) e qualitativa e foi realizado por meio de um levantamento bibliográfico nas bases de dados PubMed e Tripdatabase. O objetivo do estudo foi o de analisar teórica e criticamente textos relacionados aos cuidados paliativos publicados na literatura internacional sobre a perspectiva bioética. Os aspectos metodológicos basearam-se na teoria fundamentada nos dados. Foram incluídos 29 artigos. Frente aos achados do estudo, surgiram os seguintes temas que foram discutidos: capacidade de escolha e autonomia; sedação paliativa: eutanásia ou cuidados em fim de vida; sofrimento e falta de formação dos profissionais de saúde; dilemas éticos em pandemias; justiça e equidade e acesso aos serviços de saúde. Observou-se que, em relação às contribuições bioéticas, muitas dizem respeito às reflexões que envolvem a dignidade e autonomia do paciente gravemente enfermo em situação de terminalidade de vida, a interface entre a tecnologia e o cuidado humanizado e os dilemas éticos envolvidos nesse processo, como, por exemplo, interrupção do tratamento ao suporte de vida. Os estudos bioéticos sobre cuidados paliativos promoveram um melhor direcionamento para situações que geram dúvidas e anseios. Observou-se que os estudos ainda são centralizados no principialismo e normalmente cabe ao profissional de saúde (na maioria das vezes o médico) manejar situações complexas como decisões em final de vida. Os médicos e profissionais de saúde, por sua vez, ressaltam que não tiveram preparo na graduação e sentem dificuldade para abordar o tema. Os profissionais devem ser capacitados a prestar uma assistência pautada na filosofia dessa modalidade de cuidar e nos princípios da Bioética. Os cuidados paliativos evoluíram nas últimas cinco décadas como uma especialidade para melhorar a qualidade de vida e a qualidade do atendimento aos pacientes e seus familiares. Apesar dos avanços, ainda há falta de clareza, tanto em relação aos pacientes, quanto aos familiares, sobre essa modalidade de cuidado, associando-a, por exemplo, à eutanásia.
Abstract: This study starts from a theoretical (exploratory-descriptive) and qualitative perspectives, carrying out through a bibliographical survey in the PubMed and Tripdatabase databases, taking as objective to theoretically and critically analyze texts related to palliative care published in the international literature on the perspective bioethics. The data were treated through content analysis with 29 articles included. From the study findings perspective, the following topics were discussed: ability to choose and autonomy; palliative sedation: euthanasia or end-of-life care; suffering and lack of training of health professionals; ethical dilemmas in pandemics; justice and equity and access to health services. It was observed that many bioethical contributions concern the reflections of dignity and autonomy of the seriously ill patient in a situation of terminality of life, the interface between technology and humanized care, and the ethical dilemmas involved such as interruption of life support treatment. Bioethical studies on palliative care promoted better targeting for situations that generate doubts and concerns. It was observed that studies are still centered on principlism, and it is usually up to the health professional (mostly often the doctor) to handle complex situations such as decisions at the end of life. Physicians and health professionals, on the other hand, point out that they were not prepared during graduation and find it difficult to approach the subject. Professionals must be trained to provide assistance based on the philosophy of this type of care and on the principles of Bioethics. Palliative care has evolved over the past five decades as a specialty to improve quality of life and the quality of care for patients and their families. Despite the evolution, there is a lot of confusion, both in relation to patients and family members, about this type of care, where they associate it, for example, with euthanasia.
Keywords: Cuidado paliativo
Bioética
Diretrizes éticas
Principialismo
Direitos humanos
Palliative care
Bioethics
Ethical guidelines
Principlism
Human rights
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Quote: ALVES, Isabella Drummond Oliveira Laterza. Aspectos bioéticos relacionados aos cuidados paliativos: da abordagem principialista aos direitos humanos. 2023. 64f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2023. DOI http://doi.org/10.14393/ufu.te.2023.8052.
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.te.2023.8052
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/38836
Date of defense: 31-May-2023
Appears in Collections:TESE - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AspectosBioéticosRelacionados.pdfTese de Doutorado2.04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons