Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/32634
ORCID:  http://orcid.org/0000-0001-9607-4060
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Evolução espaço-temporal dos pivôs centrais na porção da bacia hidrográfica do rio Paraná, Minas Gerais
Alternate title (s): Temporal- spatial evolution of the central pivots in the portion of the Paraná river hydrographic basin, Minas Gerais
Author: Assunção, Talita Teles
First Advisor: Matsuoka, Marcelo Tomio
First coorientator: Rofatto, Vinicius Francisco
First member of the Committee: Oliveira, Wellington Nunes de
Second member of the Committee: Fraga Júnior, Eusímio Felisbino
Summary: As imagens de satélite de média resolução espacial (20 metros) são bastante utilizadas no mapeamento de pivôs centrais. A razão disso é que os pivôs possuem formas circulares bem definidas, o que facilita sua identificação nas imagens. Este trabalho descreve a evolução espaço-temporal do uso da técnica de irrigação de pivôs centrais na porção da bacia hidrográfica do rio Paraná no estado de Minas Gerais. Esta região da bacia contém parte das sub-bacias do rio Paranaíba, rio Grande e rios Piracicaba e Jaguari. Este estudo possui a finalidade de conhecer o crescimento da expansão a realidade atual na agricultura irrigada. Foram identificadas 3.889 unidades de pivôs centrais no ano de 2019, sendo essa quantidade de pivôs superior a todo estado de Minas Gerais no período de 2008 a 2010 (3.781). O maior número de pivôs centrais encontra-se nos municípios de Unaí e rio Paranaíba, com 362 e 315 unidades, respectivamente. O valor total estimado de áreas irrigadas é de 222.434 hectares, valor próximo de toda área irrigada no estado de Minas Gerais entre os anos de 2008 a 2010 (254.875 hectares). A maior área irrigada foi de 276 hectares (Perdizes) e a menor de 2 hectares (Centralina), ambas localizadas na porção da sub-bacia do rio Paranaíba. Em relação a parcela das sub-bacias na área de estudo, rio Paranaíba possui uma área 18% menor em relação a rio Grande, porém, rio Paranaíba possui um quantitativo de área irrigada com pivô central que é 74% maior que o de rio Grande. A parte das sub-bacias de rios Piracicaba e Jaguari não possuem nenhum pivô central.
Abstract: Medium-resolution spatial satellite images (20 meters) are widely used in the mapping of central pivots. The reason for this is that pivots have well-defined circular shapes, which facilitates their identification in the images. This paper describes the temporal-spatial evolution of using central pivot irrigation technique in Paraná river basin in the state of Minas Gerais. This basin region contains part of the sub-basins of Paranaíba river, Grande river and Piracicaba and Jaguari rivers. This study aims to know the growth of expansion the current reality in irrigated agriculture. A total of 3,889 central pivot units were identified in 2019, and this number of pivots was higher than the entire state of Minas Gerais from 2008 to 2010 (3,781). The largest number of central pivots is in the municipalities of Unaí and Paranaíba river, with 362 and 315 units, respectively. The estimated total of irrigated areas is 222,434 hectares, a value close to the entire irrigated area in the state of Minas Gerais between 2008 and 2010 (254,875 hectares). The largest irrigated area was 276 hectares (Perdizes) and the smallest of 2 hectares (Centralina), both located in the sub-basin of the Paranaíba river. In relation to the portion of the sub-basins in the study area, Paranaíba river has an area 18% smaller than Grande river, however, Paranaíba river has a quantity of irrigated area with central pivot that is 74% higher than that of Granderiver. The sub-basin part of Piracicaba and Jaguari rivers has no central pivots.
Keywords: Irrigação
Pivô Central
Geoprocessamento
Bacia Hidrográfica
Sub-bacias
Irrigation
Central Pivot
Geoprocessing
Watershed
Sub-basins
Agronomia
Agronomy
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA::SENSORIAMENTO REMOTO
Subject: Agronomia
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Agricultura e Informações Geoespaciais
Quote: ASSUNÇÃO, Talita Teles. Evolução espaço-temporal dos pivôs centrais na porção da bacia hidrográfica do rio Paraná, Minas Gerais. 2021. 30 f. Dissertação (Mestrado em Agricultura e Informações Geoespaciais) - Universidade Federal de Uberlândia, Monte Carmelo, 2021. DOI http://doi.org/10.14393/ufu.di.2021.348.
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2021.348
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/32634
Date of defense: 28-Jul-2021
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Agricultura e Informações Geoespaciais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EvoluçãoEspaçoTemporal.pdfDissertação2.3 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.