Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29898
ORCID:  http://orcid.org/0000-0001-5581-0981
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: As recepções da Quasar Cia. de Dança: influências e interpretações sobre o espetáculo No Singular (2012)
Alternate title (s): The receptions of Quasar Cia. de Dança: influences and interpretations about the spectacle No Singular (2012)
Author: Mazza, Samuel Nogueira
First Advisor: Ramos, Alcides Freire
First member of the Committee: Ramos, Rosangela Patriota
Second member of the Committee: Costa, Rodrigo de Freitas
Summary: Este trabalho tem como objetivo analisar o cenário artístico goiniense, mais especificamente o campo da dança, a partir dos anos 2000. O objeto central é a análise do espetáculo No Singular (2012), da Quasar Cia. De Dança, que se estabelece no cenário cultural a partir dos anos de 1990, como um grupo estável de produção artística, até, pelo menos, a segunda década dos anos 2000. A intenção é compreender e discutir determinadas interpretações construídas sobre a companhia em diversos âmbitos, tais como o acadêmico, jornalístico e a crítica especializada, a partir da recepção das obras produzidas e apresentadas pelo grupo. No campo da recepção, é perceptível a atribuição de certos valores à companhia, como as ideias de dança contemporânea, inovação, singularidade e isolamento, os quais foram questionados ao longo da pesquisa. Esses valores, ou ideias, estão normalmente atreladas ao coreógrafo da Quasar, Henrique Rodovalho, que surge como figura central em todo o contexto cultural do estado de Goiás, após o reconhecimento da companhia no anos de 1990. Nesse sentido, objetivamos discutir essas ideias a partir de uma reflexão mais ampla sobre a produção cultural, articulando com o que tem sido divulgado em trabalhos acadêmicos e nas notícias de jornais sobre arte e cultura na cidade de Goiânia.
Abstract: This study aims to analyze the art scene, more specifically the dance scence, in the city of Goiânia from the 2000s. The main object of analysis is No Singular (2012), a performance by Quasar Cia. De Dança, a dance company established in the 1990s and kept active at least until the second half of the 2000s. This work’s intention is to understand and discuss interpretations about the company developed by academia, the media and art critics. The research questions values commonly attributed to the company’s work, such as contemporary dance, innovation, singularity and isolation. Such values, or ideas, are usually linked to Quasar’s choreographer Henrique Rodovalho, who rises as a central figure in Goiás State cultural scene, following the recognition of the dance company in the 1990s. In this context, the study’s goal is to discuss these ideas from a broader perspective about cultural production, establishing a dialogue with what has been released in academic papers and newspaper articles about art and culture in the city of Goiânia.
Keywords: No Singular
Quasar Cia. De Dança
Dança Contemporânea
Contemporary dance
Isolamento
Isolation
Recepção
Reception
Crítica Especializada
Art criticism
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL::HISTORIA REGIONAL DO BRASIL
Subject: Dança
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em História
Quote: MAZZA, Samuel Nogueira. As recepções da Quasar Cia. de Dança: influências e interpretações sobre o espetáculo No Singular (2012). 2020. 173 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.3028.
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.3028
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29898
Date of defense: 26-Jun-2020
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RecepcoesQuasarDanca.pdfDissertação ou Tese3.01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons