Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29603
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-5497-8923
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Avaliação do EEG de pacientes comatosos sob estimulação musical
Alternate title (s): EEG assessment of comatose patients in musical stimulation
Author: Lima, Izabella Nonato Oliveira
First Advisor: Destro Filho, João Batista
First member of the Committee: Rodrigues, Aurélia Aparecida de Araújo
Second member of the Committee: Rosa, Ana Cláudia Giesbrecht Puggina
Third member of the Committee: Campos, Marcos
Fourth member of the Committee: Carneiro, Murillo Guimarães
Summary: Os sinais de EEG são utilizados na mais ampla gama de diagnósticos e inspeções clínicas, tendo bastante uso na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) tanto em hospitais particulares quanto públicos. O EEG também vem sendo empregado em estudos que utilizam musicoterapia em indivíduos neurologicamente normais e em pacientes que se encontram em estado de coma, com o intuito de se conhecer quais são os efeitos dessa terapia no âmbito neuronal. Sabe-se, também, que ondas rápidas, como Gama e Supergama, têm sido amplamente estudadas devido às informações adicionais que essas trazem quando se analisa atividade cerebral. Com base nesses fatos, este trabalho teve como objetivo estudar cinco registros de EEG realizados em pacientes em estado de coma, induzido por sedação, internados na UTI quando estes estavam sob estimulações musicais, também foi analisado qual o efeito de alterar o volume da estimulação e qual o efeito de tentar acordar o paciente chamando-o pelo nome. Posteriormente, esses registros foram analisados quantitativamente utilizando quantificadores no domínio da frequência e tempo-frequência, além de análises estatísticas. Os resultados mostraram que situações em que houve estimulação musical tendem a ter variações percentual mais elevadas do que quando comparada a situações sem estímulos (sem estimulação). Outro achado mostrou que chamar o paciente pelo nome causa alterações em nível cortical, principalmente, nos ritmos Gama e Supergama e nas regiões temporal e parietal. No quesito volume da estimulação, essa não apresentou diferenças significativas em nenhuma análise empregada.
Abstract: EEG signals are used in the widest range of diagnostics and clinical inspections, and are widely used in the Intensive Care Unit (ICU) in both private and public hospitals. EEG has also been used in studies that use music therapy in neurologically normal individuals and in patients who are in a coma, in order to know what the effects of this therapy are at the neuronal level. It is also known that fast waves, such as Gamma and Supergama, have been widely studied due to the additional information they bring when analyzing brain activity. Based on these facts, this study aimed to study five EEG records performed in patients in a coma, induced by sedation, admitted to the ICU when they were under musical stimulation, the effect of changing the stimulation volume and what is the effect of trying to wake the patient by calling him by name. Subsequently, these records were analyzed quantitatively using frequency and time-frequency quantifiers, in addition to statistical analysis. The results showed that situations in which there was musical stimulation tend to have higher percentage variations than when compared to situations without stimulation (without stimulation). Another finding showed that calling the patient by name causes changes at the cortical level, mainly in the Gama and Supergama rhythms and in the temporal and parietal regions. Regarding the volume of stimulation, this did not show significant differences in any analysis employed.
Keywords: EEG
Coma
Gama
Supergama
Estimulação musical
Gamma
Supergamma
Music stimulation
Area (s) of CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA BIOMEDICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica
Quote: LIMA, Izabella Nonato Oliveira. Avaliação do EEG de pacientes comatosos sob estimulação musical. 2020. 215 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Elétrica) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em: Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.531
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.531
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29603
Date of defense: 22-Jul-2020
Appears in Collections:TESE - Engenharia Elétrica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoEEGmusical.pdfDissertação7.89 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons