Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29549
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-0947-5542
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: A correção de textos escolares em uma perspectiva enunciativa
Alternate title (s): The correction of texts in an enunciative perspective
Author: Silva, Flávia Santos da
First Advisor: Agustini, Cármen Lúcia Hernandes
First member of the Committee: Araújo, Érica Daniela de
Second member of the Committee: Araújo, Maurício Viana de
Third member of the Committee: Bertoldo, Ernesto Sérgio
Fourth member of the Committee: Rodrigues, Eduardo Alves
Summary: Nesta tese, refletimos sobre o ensino de escrita no espaço escolar e analisamos a correção de textos produzidos em condições de ensino para além dos aspectos tradicionalmente contemplados, tais como regras prescritivas e modelos pré-fixados de correção ortográfica e gramatical, uma vez que a textualidade produzida pelo aluno coloca em cena o uso da língua, a significação, o que exige dos professores uma acuidade no ato interventivo, dado que a escrita, como uma forma de atualização da linguagem, deve servir para o homem viver em sociedade. Levamos em conta os estudos benvenistianos acerca da enunciação, discorrendo sobre como repensar a correção no espaço escolar a partir de sua teorização sobre escrita, uma vez que Benveniste não possui uma teoria específica sobre correção. Para tal, defendemos que os textos escolares devem ser produzidos para serem lidos e não apenas para serem avaliados. Isso demanda uma concepção de correção que leve em conta o funcionamento da escrita e tome como ponto de partida os sentidos ali veiculados. Dessa maneira, discutimos sobre teorias que estudam o que significa escrever e o que significa corrigir textos. A partir disso, realizamos uma experimentação conceitual da teorização de Benveniste, abordando conceitos, como língua, fala, sujeito, locutor, discurso, significação, modo semiótico, modo semântico e enunciação. Essa experimentação conceitual é necessária para podermos conceber a correção no quadro figurativo da enunciação, fornecendo as bases para problematizarmos sua concepção de escrita, que envolve conceitos como: língua escrita, linguagem interior, sistema semiótico, representação e designação. Na sequência desse trabalho teórico, analisamos as correções feitas em textos de alunos do oitavo ano do Ensino Fundamental de uma escola pública. Mostramos como essas correções estão orientadas para aspectos de ortografia, de gramática e de gênero e como a elas poderia ser agregado o conceito de significação, levando em consideração o que Benveniste denomina relação discursiva. Por isso, propomos que a correção seja feita em uma perspectiva enunciativa, questionando os sentidos ali veiculados e tendo em vista as relações possíveis.
Abstract: On this thesis, we consider the teaching of writing in schools and we analyze the correction of texts produced by students beyond the traditional aspects, such as prescriptive rules and pre-fixed models of orthographic and grammatical correction. It is done so because the textuality produced by students takes into account the use of language and signification, what demands from teachers acuity in their intervention, once writing, as a way of actualization of language, is a means for humans to live in society. It is taken into account Benveniste’s studies about enunciaton and it is discussed how it is possible to rethink the correction of texts in schools from his perspective on writing, as Benveniste does not have a specific theory for correction. It is sustained that texts must be produced to be read, not only to be evaluated. In such statement, there is the conception of correction that considers the functionning of writing and the meanings vehiculated. We make a conceptual experimentation of Benveniste’s theory, taking into consideration concepts as langue, parole, subject, discourse, signification, semiotics, semantics and enunciation. This conceptual experimentation provides the bases to discuss Benveniste’s conception of writing, which involves notions like written language, interior language, semiotic system, representation and designation. We analyze texts produced by students from the eighth year of Brazilian secondary school. We show that the corrections teachers make are orientated to orthographic, grammatical and genre aspects and we show how these corrections could be orientated to signification, taking into consideration what Benveniste calls discursive relation. For that, we suggest corrections to be made from an enunciative perspective, which allows to think about meaning and linguistic relations.
Keywords: Linguística
Benveniste
Correção
Escrita
Ensino
Enunciação
Texto
Correction
Enunciation
Teaching
Text
Writing
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::TEORIA E ANALISE LINGUISTICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Quote: SILVA, Flávia Santos da. A correção de textos escolares em uma perspectiva enunciativa. 2020. 222 f. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.te.2020.499
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.te.2020.499
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29549
Date of defense: 25-Jun-2020
Appears in Collections:TESE - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CorrecaoTextosEscolares.pdfTese11.42 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons