Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29391
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-8244-4259
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: A literatura como instrumento de efetivação da educação em direitos humanos: a aplicação de uma sequência didática envolvendo uma reescritura da obra "Os miseráveis"
Alternate title (s): Literature as an instrument for effectiveness of education in human rights: the application of a teaching sequence involving a rewriting of the work to "Les misérables"
Author: Lima, Déborah Justiniano Vieira
First Advisor: Biella, João Carlos
First member of the Committee: Ferreira, Carolina Duarte Damasceno
Second member of the Committee: Dias, Eliana
Summary: Esta pesquisa tem por objetivo potencializar a importância da Literatura como meio de efetivação da Educação em Direitos Humanos, por meio da aplicação de uma sequência didática priorizando a função humanizadora da Literatura. Este trabalho se justifica pela necessidade de educar para a vida, formando alunos que estejam conscientes das possibilidades de conhecer e controlar os fatores que os levem a sua autonomia e valorizar a Literatura tanto em sua função estética, como em sua função social, promovendo um paralelo entre o texto ficcional e a realidade vivida pelos alunos. A preocupação com a Educação em Direitos Humanos tem crescido no Brasil. À vista disso, verifica-se a necessidade da apresentação e desenvolvimento de projetos que despertem para o respeito às diferenças, à tolerância e a consciência da dignidade de toda pessoa humana. A Literatura, portanto, assume um papel fundamental no que se refere à sensibilização do aluno para as questões relacionadas aos Direitos Humanos. Diante desse contexto, é preciso repensar o ensino de Literatura, muitas vezes voltado exclusivamente para as questões formais e classificatórias, expandindo sua relevância para discussões apontadas no contexto histórico e social de seus enredos. Para tanto, optou-se pelo estudo, nas aulas de Língua Portuguesa, do clássico Os Miseráveis, de Victor Hugo, adaptado para o público infantojuvenil por Luc Lefort, por se tratar de uma turma de 6º ano do Ensino Fundamental de uma escola municipal de Goiânia, Goiás. No caso específico desta pesquisa, a abordagem partiu de uma leitura crítica de análise e discussão com os alunos acerca do enredo de uma obra reescrita com o propósito de esta-belecer uma relação com os Direitos Humanos. Como a Literatura, de acordo com Candido (1988), é considerada um direito humano, por que não trabalhar por meio de um exercício metalinguístico em que os próprios direitos humanos são discutidos na obra em questão? É a Literatura se manifestando como direito humano e debatendo o significado do próprio “Direito Humano”. Através da aplicação da sequência básica proposta por Cosson (2016), priorizando a função humanizadora da Literatura e por meio de uma abordagem social, buscou-se incentivar o aluno a posicionar-se diante das questões sociais, e até intervir na sua realidade buscando transformá-la. O trabalho foi positivo na medida em que os alunos se mostraram interessados no projeto e, principalmente, na leitura do livro literário e puderam conhecer e refletir sobre seus direitos. Diante das questões apresentadas, que buscou fomentar nos alunos o gosto pela leitura literária e contar com a Literatura para se efetivar uma educação em Direitos Humanos, espera-se também que este estudo possa contribuir para auxiliar professores de Língua Portuguesa interessados no trabalho com as reescrituras dos clássicos e no princípio humanizador da Literatura.
Abstract: This research aims to enhance the importance of Literature as a way of implementing Human Rights Education by means of the application of a didactic sequence that prioritizes the humanizing function of Literature. This work is justified by the need to educate for life, training students who are aware of the possibilities of knowing and controlling the factors that lead them to their autonomy and valuing Literature both in its aesthetic and social function, promoting a parallel between the fictional text and the reality experienced by the students. The concern with Human Rights Education has grown in Brazil. Consequently, there is a need for the development of projects that arouse respect for differences, tolerance and awareness of the dignity of every human person. Literature, therefore, assumes a fundamental role in terms of raising student awareness of topics related to Human Rights. Given this context, it is necessary to rethink the teaching of Literature, often focused exclusively on formal and classification issues, expanding its relevance for discussions pointed out in the historical and social context of its plots. To this end, it was decided to study, in Portuguese Language classes, the classic Les Misérables, by Victor Hugo, adapted for children and adolescents by Luc Lefort, since the class in issue was a 6th grade of an elementary school in a municipal school of Goiânia, Goiás. In the specific case of this research, the approach started from a critical reading of analysis and discussion with students about the plot of a rewritten work with the purpose of establishing a relationship with Human Rights. As Literature, according to Candido (1988), is considered a human right, why not working through a metalinguistic exercise in which human rights are discussed in the work in question? It is Literature manifesting itself as a human right and debating the meaning of "Human Law" itself. Through the application of the basic sequence proposed by Cosson (2016), prioritizing the humanizing function of Literature and through a social approach, we sought to encourage the student to take a position on social issues, and even intervene in their reality seeking to transform it. The work was positive in the sense that the students were interested in the project and, mainly, in reading the literary book and were able to know and reflect on their rights. In view of the questions here presented, which sought to foster a taste for literary reading among students and to rely on Literature to carry out an education in Human Rights, it is also expected that this study may contribute to assist Portuguese Language teachers interested in working with the rewrites of classics and the humanizing principle of Literature.
Keywords: Literatura
Literature
Os Miseráveis
Les Misérables
Adaptação
Adaptation
Sequência Básica
Basic Sequence
Direitos Humanos
Human Rights
Educação em Direitos Humanos
Human Rights Education
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Letras (Mestrado Profissional)
Quote: LIMA, Déborah Justiniano Vieira. A Literatura como instrumento de efetivação da Educação em Direitos Humanos: a aplicação de uma sequência didática envolvendo uma reescritura da obra Os Miseráveis. 2020. 157 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) - Universidade Federal de Uberlândia, 2020. Programa de Pós-graduação em Letras. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.352
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.352
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29391
Date of defense: 28-Feb-2020
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Letras (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LiteraturaInstrumentoEfetivação.pdfDissertação113.34 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.