Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28709
ORCID:  http://orcid.org/0000-0001-6788-6959
Document type: Tese
Access type: Acesso Embargado
Title: Motivação e multiletramentos críticos na aprendizagem de língua inglesa
Alternate title (s): Motivation and critical multiliteracies in English language learning
Author: Perine, Cristiane Manzan
First Advisor: Ribas, Fernanda Costa
Summary: Este estudo tem por objetivo investigar os possíveis desdobramentos da implementação da perspectiva dos multiletramentos críticos para a aprendizagem de língua inglesa e para a motivação dos alunos no ensino público. Entendendemos os multiletramentos críticos em uma perspectiva histórico-cultural como prática social que endereça a complexidade da produção de sentidos e da construção de conhecimentos na sociedade contemporânea, em que a comunicação é crescentemente multimodal e permeada por recursos digitais, nos baseando nos estudos sobre letramento crítico e multiletramentos (COPE; KALANTZIS, 2012; DIAS, 2012; MONTE MÓR, 2015; MORRELL, 2015; ROWSELL, 2016). Recorremos ainda aos estudos sobre motivação na aprendizagem de línguas como aspecto que exerce papel crucial na aprendizagem de uma língua estrangeira. Estudos atuais na pesquisa sobre motivação indicam a concepção de levar em consideração o indivíduo aprendendo uma língua como “pessoa em contexto”, ao invés de um simples “aprendiz”, agente abstrato e não personalizado. Por isso, a motivação é entendida como construto dinâmico, contextual, situado, temporal e multifacetado (KIM, 2009; BENESH, 2013; USHIODA, 2013; DÖRNYEI, 2014; KUBANYIOVA, 2018), sendo por isso um processo orgânico que emerge através de um complexo sistema de inter-relações. Neste estudo, relacionamos os multiletramentos críticos e a motivação na aprendizagem de língua inglesa de alunos do ensino fundamental de uma escola da rede pública. O contexto de investigação é uma escola federal no interior de Minas Gerais. Neste estudo de natureza qualitativa, os dados foram coletados por meio de questionários, narrativa de aprendizagem, notas de campo, gravação e transcrição de aulas e atividades de língua inglesa desenvolvidas pelos alunos. Os resultados oriundos da análise dos dados revelam que os alunos gostam de aprender inglês e que a língua inglesa se faz presente em seu dia a dia, seja por meio de experiências formais ou informais. Diversos desafios se colocam diante do professor ao abordar a perspectiva dos multiletramentos críticos em sala de aula, dentre eles, aprender a aproveitar as oportunidades que surgem corriqueiramente para explorar a criticidade e trabalhar dentro de suas possibilidades e limitações contextuais. Contudo, muito além de contribuir para a motivação dos alunos, tal perspectiva de ensino descortina amplas possibilidades de levar os alunos a ressignificar o processo de aprendizagem de língua inglesa, expandir sua capacidade interpretativa, desenvolver sua criticidade na tessitura de suas leituras de mundo e, sobretudo, aperfeiçoar seu conhecimento linguístico. Ao relacionar motivação e multiletramentos críticos na aprendizagem de língua inglesa, vislumbra-se um caminho para motivar o aluno a aprender e apropriar-se da língua como meio de refletir e agir, mas agir num contexto social mais amplo, não restrito ao ambiente educacional. Desse modo, os resultados da pesquisa podem provocar reflexões sobre o papel do ensino da língua inglesa no mundo globalizado, visando a formação do aprendiz como cidadão crítico, reflexivo e participativo que busca compreender e questionar continuamente o mundo a sua volta.
Abstract: The purpose of this study is to investigate the possible implications of the critical multiliteracies approach to English language learning as well as to students’ motivation to learn in public education. We understand critical multiliteracies in a historical-cultural perspective as a practice social. It address the complexity of meaning making and knowledge building in contemporary society, where communication is increasingly multimodal and permeated by digital resources. Our theoretical framework is based on critical literacy and multiliteracies studies (COPE; KALANTZIS, 2012, MONTE MÓR, 2015, MORRELL, 2015, ROWSELL, 2016). We also rely on motivation in language learning as an aspect that plays a crucial role in learning a foreign language as a "person in context," rather than a simple "learner," seeing as an abstract and non-personalized agent. Therefore, motivation is understood as a dynamic, contextual, situational, temporal and multifaceted construct (KIM, 2009; BENESH, 2013; USHIODA, 2013; DÖRNYEI, 2014; KUBANYIOVA, 2018). Hence, motivation is an organic process that emerges through a complex system of interrelations. Thus, in this study, we relate the critical multiliteracies perspective and students’ motivation to learn English at an elementary public school. The research context is a federal school in the state of Minas Gerais. In this qualitative study, the data were collected through questionnaires, a learning narrative, field notes, recordings and transcription of classes and activities developed by the students. The results of the data analysis show that students enjoy learning English and that English is present in their daily lives, whether through formal or informal experiences. A number of challenges are faced by the teachers when adopting a critical multiliteracies approach, as the need to learn how to take advantage of the opportunities that arise routinely to explore critique and work within their contextual possibilities and limitations. In addition to contributing to students' motivation, such a teaching approach reveals broad possibilities for students to re-signify the process of English language learning, to expand their interpretive capacity, to develop their critique in their world readings and, above all, to improve their linguistic knowledge. By relating motivation and critical multiliteracies in English language learning, it is possible to create a path to motivate the learner to learn and appropriate the language as a means of reflection and action, but to act in a wider social context, not restricted to the educational environment. In this way, the results of the research can lead to reflections on the role of English language teaching in the globalized world aiming at the formation of the learner as a critical, reflective and participatory citizen who seeks to understand and continually question the world around him.
Keywords: Motivação
Multiletamentos
Aprendizagem
Língua inglesa
Motivation
Multiliteracies
Learning
English language
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Quote: PERINE, Cristiane Manzan. Motivação e multiletramentos críticos na aprendizagem de língua inglesa. 2019. 272 f. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.te.2020.3602
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.te.2020.3602
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28709
Date of defense: 3-Jul-2019
Appears in Collections:TESE - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MotivacaoMultiletramentosCriticos.pdf
  Until 2021-07-03
12.38 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons