Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28463
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-9017-8181
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Embargado
Title: Avaliação do efeito antidepressivo-símile do extrato aquoso liofilizado das folhas de Annona crassiflora Mart
Author: Nogueira, Amanda Rodrigues
First Advisor: Bispo-da-Silva, Luiz Borges
Summary: Espécies da família Annonaceae tem mostrado atividade antidepressiva-símile. Dentre os metabólitos secundários responsáveis por esse efeito estão os alcaloides aporfínicos. Uma espécie cuja análise fitoquímica das folhas tem mostrado a presença de tais alcaloides, mas que ainda não teve seu potencial efeito antidepressivo-símile investigado é a Annona crassiflora. Por esse motivo, elegemos A. crassiflora e avaliamos o efeito do tratamento crônico com o extrato aquoso liofilizado de suas folhas (EAC; 30, 55 ou 100 mg/kg, p.o.) sobre o comportamento de camundongos machos C57BL/6 observados no teste de suspensão da cauda (TSC, 18 dias após o tratamento) e no teste do campo aberto (CA, 15 dias após o tratamento). Fluoxetina (10 mg/kg, i.p.) e salina (NaCl 0,9%, i.p. e p.o.) foram empregadas como controle positivo e controle negativo, respectivamente. Os animais foram colocados nos aparatos comportamentais 60 minutos após o tratamento nos dias indicados anteriormente. Todos os procedimentos foram aprovados pela CEUA/UFU (protocolo nº 067/17). Ainda, teste qualitativo para detecção de alcaloides foi realizado com diferentes concentrações do EAC ou atropina (alcaloide controle). Apenas a fluoxetina alterou o tempo de imobilidade dos animais avaliados no TSC. Nenhum dos tratamentos alterou o comportamento geral dos animais avaliados no CA, exceto pelo tempo de imobilidade que foi reduzido pelo tratamento com fluoxetina. Apenas as soluções contendo atropina ou a maior concentração de EAC (superior àquela compatível com as empregadas no tratamento dos animais) formaram precipitado após a adição de gotas de reagente Dragendorff. Assim, os dados sugerem que o EAC não possui efeito antidepressivo-símile, tão pouco altera o comportamento geral dos animais nas doses empregadas. A ausência de efeito pode estar relacionada à pequena quantidade de alcaloides presentes nas amostras, como sugerido pelo teste qualitativo com o reagente de Dragendorff.
Keywords: Annona crassiflora
Antidepressivo-símile
Teste de suspensão da cauda
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA::NEUROPSICOFARMACOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: NOGUEIRA, Amanda Rodrigues. Avaliação do efeito antidepressivo-símile do extrato aquoso liofilizado das folhas de Annona crassiflora Mart. 2019. 30 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28463
Date of defense: 12-Dec-2019
Appears in Collections:TCC - Ciências Biomédicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliaçãoEfeitoAntidepressivo-símile.pdf
  Until 2021-12-12
1.61 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.