Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27190
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 United States
Title: A cadeia agroindustrial do tomate no corredor do Triângulo Mineiro: aspectos econômicos e sua relação com a questão da sustentabilidade
Alternate title (s): The tomato agroindustrial chain in the Triangulo Mineiro corridor: economic aspects and its relation to the sustainability issue
Author: Carvalho, Claudia Regina Rosal
First Advisor: Shiki, Shigeo
First member of the Committee: Fernandes Filho, José Flôres
Second member of the Committee: Cleps Júnior, João
Third member of the Committee: Almeida Filho, Niemeyer
Summary: O Corredor do Triângulo Mineiro, que engloba as cidades de Uberlândia, Patos de Minas, Paracatu e Unaí, é uma grande área produtora de tomate industrial. O sistema de produção de tomate industrial é regulado pela instituição do contrato, que é uma das questões discutidas dentro da NEI (Nova Economia Institucional) como uma das formas de manter a ordem dentro desse sistema e a coordenação da cadeia produtiva. Estes contratos formais na grande indústria impõem uma determinada tecnologia (pacotes tecnológicos) aos produtores agrícolas, com o intuito de garantir a qualidade da produção primária e do seu produto final processado. Esta qualidade, juntamente com a regularidade da oferta, aparecem como fator de competitividade. Na pequena indústria, o contrato é informal, não há o monitoramento da qualidade e o risco de não haver oferta é maior. Enquanto um sistema produtivo altamente exigente em tecnologia e recursos naturais, a restrição ambiental se mostrou relevante e parte da explicação da migração industrial na cadeia do tomate.
Abstract: The Minas Triangle Corridor, which encompasses the cities of Uberlândia, Patos de Minas, Paracatu and Unaí, is a large industrial tomato producing area. The industrial tomato production system is regulated by the institution of the contract, which is one of the issues discussed within the New Institutional Economy (NEI) as one of the ways to maintain order within this system and the coordination of the production chain. These formal contracts in large industry impose a certain technology (technology packages) on agricultural producers to ensure the quality of primary production and its processed final product. This quality, together with the regularity of supply, appear as a factor of competitiveness. In the small industry, the contract is informal, there is no quality monitoring and the risk of no supply is higher. As a highly demanding production system in technology and natural resources, environmental restriction has been relevant and part of the explanation of industrial migration in the tomato chain.
Keywords: Corredor do Triângulo Mineiro
Uberlândia
Área produtora de tomate industrial
Nova Economia Institucional
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Economia
Quote: CARVALHO, Claudia Regina Rosal. A cadeia agroindustrial do tomate no corredor do Triângulo Mineiro: aspectos econômicos e sua relação com a questão da sustentabilidade. 2002. 107 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2002.30
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2002.30
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27190
Date of defense: 2002
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CadeiaAgroindustrialDo.pdf7.31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons