Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26699
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: O ensino reflexivo da ortografia à luz da sociolinguística educacional
Alternate title (s): Reflective teaching of orthography in the light of educational sociolinguistics
Author: Santos, Thais Nunes Xavier dos
First Advisor: Alves, Marlúcia Maria
First member of the Committee: Marine, Talita de Cássia
Second member of the Committee: Silva, Walleska Bernardino
Summary: A presente pesquisa tem como objeto de estudo o ensino da ortografia em uma perspectiva orientada pela Sociolinguística Educacional. A partir da observação das dificuldades que os alunos apresentam na escrita relacionadas à ortografia e ao preconceito linguístico, tornou-se necessário desenvolver uma intervenção didática que amenizasse os problemas encontrados. É comum presenciar desvios de escrita nos textos dos alunos que dizem respeito à acentuação de palavras, trocas de letras e a dificuldade em utilizar a língua em suas variedades, reconhecendo a especificidade do gênero em foco. A ortografia, compreendida como uma convenção social, a qual não está sujeita à variação, apresenta-se de variadas maneiras, principalmente nos gêneros digitais aos quais a maioria dos alunos está conectada na maior parte do tempo. É importante ressaltar que a ortografia quando não está de acordo com a norma culta, pode implicar em uma série de consequências relacionadas ao preconceito linguístico. Tomando o livro didático como orientador do trabalho do professor em sala de aula, pautado nos PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais), o ensino da ortografia não é apresentado de forma reflexiva e não comtempla a variação linguística e ortográfica. Observa-se, assim, um problema já que, segundo os PCN, o ensino de Língua Portuguesa deve ser pautado nos gêneros textuais, observando-se suas especificidades, como estilo, conteúdo e estrutura composicional. Na busca de amenizar os problemas relacionados ao preconceito linguístico e ao conceito de “erro de português”, a pesquisa aborda estratégias de ensino da ortografia a partir dessas dificuldades na escrita, fundamentadas em uma proposta de trabalho que valoriza a variação linguística, bem como os usos reais da língua, conforme a Sociolinguística Educacional (BORTONI-RICARDO, 2004). Assim, o objetivo geral desta pesquisa é elaborar uma intervenção didática centrada no ensino de ortografia da Língua Portuguesa por meio de reflexão e análise linguística, seguindo os preceitos da Sociolinguística Educacional. Para tanto, foram desenvolvidas oficinas como método de trabalho com temas variados, relacionados ao ensino reflexivo da ortografia e aplicadas em uma turma de oitavo ano de ensino fundamental. As oficinas foram elaboradas a partir da análise da língua escrita no meio digital, como em mensagens de WhatsApp e comentários do Facebook, que pode se dar formal ou informalmente. O estudo descreve a aplicação da intervenção em sala de aula, mostrando que, de fato, a discussão sobre a variação linguística e o que leva ao preconceito linguístico é essencial para o progresso dos estudos e que a ortografia é um conteúdo relevante, que deve ser ensinado em todos os anos escolares, capaz de promover análises muito produtivas, despertando o pensamento crítico com relação aos usos da língua.
Abstract: The present study has as object of study the teaching of orthography in a perspective guided by Educational Sociolinguistics. From the observation of the difficulties that students present in writing related to spelling and linguistic prejudice, it became necessary to develop a didactic intervention that softened the problems encountered. It is common to witness writing deviations in students' texts that relate to accentuation of words, exchanges of letters and difficulty in using the language in its varieties, recognizing the specificity of the genre in focus. Spelling, understood as a social convention, which is not subject to variation, occurs in a variety of ways, especially in the digital genres to which most students are connected most of the time. It is important to emphasize that spelling when not in accordance with the cultured norm may imply a series of consequences related to linguistic prejudice. Taking the didactic textbook as a guideline of the work of the teacher in the classroom, based on the National Curriculum Parameters, the teaching of spelling is not presented in a reflexive way and does not contemplate the linguistic and orthographic variation. Thus, according to the NCPs, Portuguese language teaching must be based on textual genres, observing its specificities such as style, content and compositional structure. In the search to soften the problems related to linguistic prejudice and to the concept of "Portuguese error", the research approaches strategies of teaching of spelling from these difficulties in writing, based on a proposal of work that values the linguistic variation, as well as the real uses of the language, according to Educational Sociolinguistics (BORTONI-RICARDO, 2004). Thus, the general objective of this research is to elaborate a didactic intervention centered on the teaching of orthography of the Portuguese Language through reflection and linguistic analysis, following the precepts of Educational Sociolinguistics. For that, workshops were developed as a method of work with varied themes, related to reflective teaching of spelling and applied in an eighth grade class. The workshops were elaborated from the analysis of the written language in the digital medium, as in WhatsApp messages and Facebook comments, which can be given formally or informally. The study describes the application of classroom intervention, showing that, in fact, the discussion about linguistic variation and what leads to linguistic prejudice is essential for the progress of studies and that spelling is a relevant content, which should be taught in all school years, capable of promoting very productive analyzes, awakening critical thinking about the uses of language.
Keywords: Ortografia
Sociolinguística educacional
Preconceito linguístico
Ensino de ortografia
Linguística
Sociolinguística
Língua portuguesa
Estudo e ensino
Orthography
Educational Sociolinguistics
Linguistic prejudice
spelling teaching
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::SOCIOLINGUISTICA E DIALETOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Letras (Mestrado Profissional)
Quote: SANTOS, Thais Nunes Xavier dos. O ensino reflexivo da ortografia à luz da sociolinguística educacional. 2019. 237 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.637
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.637
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26699
Date of defense: 28-Feb-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Letras (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EnsinoReflexivoOrtografia.pdfDissertação10.53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.