Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26567
ORCID:  http://orcid.org/0000-0003-3972-4930
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 United States
Title: Promoção à saúde do homem: necessidades, entraves e estratégia de assistência a integral à saúde
Alternate title (s): Man's health promotion: needs, barriers and strategy for comprehensive health care
Author: Firmino, Marcelo
First Advisor: Moura, Gerusa Gonçalves
First member of the Committee: Miranda, Frank Jose Silveira
Second member of the Committee: Guilherme, Willian Douglas
Summary: Em 2009, o SUS elaborou o Programa Nacional de Atenção Integral a Saúde do Homem, que articulava áreas do governo, do setor privado e da sociedade civil, com informações e orientações à população masculina, sobre promoção, prevenção, tratamento e recuperação de injurias à saúde, com objetivo de melhorar as condições de saúde do cidadão brasileiro, reduzindo, assim, a morbidade e mortalidade. Contudo existe uma serie de fatores que colaboram para que o homem não busque por serviços de saúde na Atenção Primária à Saúde (APS), dentre eles, o sentimento de invulnerabilidade, preconceito para com os exames diagnósticos, horário de trabalho que coincide com o horário de atendimento do posto de saúde, a possibilidade de não ter seu problema de saúde resolvido em um dia apenas, dentre outros. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa é compreender os fatores que levam o homem a não procurar por serviços na Atenção Primária à Saúde, tendo como local de pesquisa o bairro Morada Nova, em Uberlândia/MG, e o Quilombo Kalunga Mimoso sediado no território de Arraias, no Tocantins. Para a realização da pesquisa, a metodologia baseou-se na revisão bibliográfica sobre a temática primeiramente. Em seguida, foi aplicado um questionário adaptado, tendo como base o Fortalecimento da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH) com a população masculina na faixa etária de 20 e 59 anos, residente no território do Unidade Saúde da Família (USF) do bairro Morada Nova na cidade de Uberlândia/MG e no Quilombo Kalunga Mimoso, no distrito de Arraias/TO. Com a realização da pesquisa, pode-se verificar que a população masculina pesquisada, tanto de Uberlândia/MG como Quilombo/TO têm baixa escolaridade, além de ser mais numerosa na faixa dos 30 aos 49 anos. A USF é a porta de entrada a serviços de saúde na atenção primária e todos os entrevistados dependem, exclusivamente, do SUS para atender as suas necessidades de saúde. O homem ainda mantém o sentimento de invulnerabilidade, serviços de prevenção e promoção à saúde são subutilizados por essa população diante disso. A busca por serviços de saúde por eles serve apenas para alívio de sintomas ou mediante algum agravo instalado. O homem ainda tem preconceito com relação a sua saúde, tanto que foi constado que houve uma pequena procura pela realização do exame de próstata. Os medicamentos ofertados pelo SUS não foram suficientes para satisfazer a todas as necessidades de saúde dessa população. A USF do Morada Nova apresentou resolutividade satisfatória de agravos à saúde dessa população, dentro da sua complexidade proposta. Apesar da baixa procura, a população pesquisada mostra-se satisfeita com o atendimento e os serviços prestados pela USF. As justificativas da recusa em participar de ações de saúde direcionadas do homem persiste como as mesmas respostas já amplamente divulgadas na literatura: “não tenho tempo”, “não tenho interesse”, “trabalho”, “desconheço as atividades voltada para ao homem na USF” e a “distância do quilombo à USF”. Os grupos masculinos manifestaram o desejo da existência de atividades direcionadas exclusivamente ao público masculino na USF. A interação dos profissionais de saúde com o seu público possibilita que o homem se sinta à vontade de falar de sua situação de saúde com qualquer profissional. Mesmo após dez anos do incremento da Política Nacional de Saúde do Homem, este ainda carece de serviços de promoção e prevenção de doenças, e os serviços da APS ainda não conseguem inserir o homem totalmente em seu rol de ações. Esse é um assunto complexo e esperamos que os resultados desta pesquisa possam subsidiar a organização dos serviços de saúde, o planejamento de ações na saúde direcionadas ao público masculino.
Abstract: In 2009, the SUS elaborated the National Program for Comprehensive Health Care for Man, which articulated areas of government, the private sector and civil society, with information and guidance to the male population on the promotion, prevention, treatment and recovery of health, aiming at improving the health conditions of the Brazilian citizen, thus reducing morbidity and mortality. However, there are a number of factors that contribute to the fact that men do not seek health services in Primary Health Care (PHC), among them, the feeling of invulnerability, prejudice towards diagnostic exams, working hours that coincide with the time of the health service, the possibility of not having their health problem solved in one day, among others. In this sense, the objective of this research is to understand the factors that lead the man not to seek services in Primary Health Care, having as a research site the neighborhood Morada Nova, in Uberlândia / MG, and Quilombo Kalunga Mimoso based in the territory of Arraias, in Tocantins. For the accomplishment of the research, the methodology was based on the bibliographical revision on the subject first. Then, an adapted questionnaire was applied, based on the Strengthening of the National Policy for Integral Attention to Man's Health (PNAISH) with the male population in the age group of 20 and 59 years, residing in the territory of the Family Health Unit (USF) of the neighborhood Morada Nova in the city of Uberlândia / MG and Quilombo Kalunga Mimoso, in the district of Arraias / TO. With the research, it can be verified that the male population surveyed, both from Uberlândia / MG and Quilombo / TO have low levels of education, besides being more numerous in the 30 to 49 age group. The USF is the gateway to health services in primary care, and all respondents rely exclusively on SUS to meet their health needs. Man still maintains the feeling of invulnerability, prevention services and health promotion are underutilized by this population in front of it. The search for health services by them is only for the relief of symptoms or through some established aggravation. The man still has prejudice regarding his health, so much that it was recorded that there was a small demand for the prostate examination. The drugs offered by SUS were not enough to satisfy all the health needs of this population. The USF of Morada Nova presented a satisfactory solution to the health of this population, within its proposed complexity. Despite the low demand, the population surveyed is satisfied with the service and services provided by USF. The justifications for refusal to participate in directed health actions of men persist as the same answers already widely published in the literature: "I do not have time", "I have no interest", "work", "I do not know the activities focused on the man in USF "And the" distance from the quilombo to USF ". The male groups expressed their desire for activities exclusively aimed at the male audience at USF. The interaction of health professionals with their public makes it possible for the man to feel free to talk about his health situation with any professional. Even after ten years of increasing the National Health Policy of Man, it still lacks services of promotion and prevention of diseases, and APS services still can not insert man fully in his role of actions. This is a complex subject and we hope that the results of this research can support the organization of health services, planning health actions directed at the male population.
Keywords: Saúde do homem.
Mens' Health
Atenção Primária a Saúde
Primary Health Care
Saúde do Quilombola
Quilombola Health
Promoção à saúde do Homem
Man Health Promotion
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)
Quote: Firmino, Marcelo.PROMOÇÃO À SAÚDE DO HOMEM: necessidades, entraves e estratégias de assistência integral a saúde. 2019. 80 f. Dissertação (Mestrado em Geografia Médica) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di. 2019.2155.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.2155
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/26567
Date of defense: 19-Jun-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PromoçãoSaúdeHomem.pdf1.38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons