Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25338
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Efeito da rotação dos turnos de trabalho sobre o desempenho psicomotor: um estudo prospectivo e observacional sob condições de vida real
Alternate title (s): The effect of shift work rotation on psychomotor performance: prospective and observational study under real life conditions
Author: Rosa, Dayane Eusenia
First Advisor: Crispim, Cibele Aparecida
First member of the Committee: Ceolim, Maria Filomena
Second member of the Committee: Lopes, Tássia do Vale Cardoso
Third member of the Committee: Maia, Yara Cristina de Paiva
Fourth member of the Committee: Santos, Eduardo Henrique Rosa
Summary: Introdução: O efeito do trabalho em turnos sobre o desempenho psicomotor e sua interação com variáveis que conhecidamente deterioram o estado de alerta – como o desalinhamento circadiano, o excesso de peso, obesidade e o cronotipo do indivíduo – tem sido pouco explorado na literatura. Objetivo: Nosso objetivo foi avaliar a influência da rotação de turnos de trabalho no desempenho psicomotor do trabalhador ao longo de um rodízio de turnos. Material e métodos: O estudo foi conduzido com 30 homens, os quais trabalhavam em uma empresa de mineração sob o regime de rotação de turnos de trabalho. As avaliações ocorreram ao longo de sete dias dentro de um programa de rotação de turnos organizado em condições de vida real da seguinte maneira: dois dias de trabalho em turno matutino (D1 e D2), dois dias de trabalho em turno vespertino (D3 e D4), 24-horas livres e dois dias de trabalho em turnos noturnos (D6 e D7). O desempenho psicomotor foi avaliado pelo Teste de Vigilância Psicomotora (PVT). A actigrafia foi usada para determinar a duração de sono, quantificar a estabilidade do Ritmo Atividade Repouso (IS- Interdaily Stability) e sua fragmentação (IV-Intradaily Variability). O cronotipo foi determinado por meio do questionário de Munich adaptado para trabalhadores em turnos (Munich Chronotype Questionnaire-MCTQshift). Resultados: Encontramos um efeito significativo do dia de turno de trabalho, índice de massa corporal (IMC), IS e IV nos lapsos de atenção (p<0.001). Maiores números de lapsos ocorreram no D7 em relação ao D1, D2, D3 e D4 do programa de rotação de turnos. O grupo de participantes obesos apresentou maior número de lapsos de atenção do que o grupo de eutróficos. A interação entre dia de trabalho e IS mostrou que indivíduos menos sincronizados apresentaram maior número de lapsos de atenção no D7 do que no D1. Para interação entre dia de trabalho e IV, os indivíduos mais fragmentados apresentaram um maior número de lapsos de atenção no D7 do que no D6. Também encontramos resultados significativos para interação entre cronotipo e o programa de rotação de turnos na duração de sono, média do tempo de reação e número de lapsos de atenção (p<0.001). Em geral, os indivíduos matutinos foram os mais impactados em termos de tempo de reação (antes e após o trabalho) e número de lapsos ao longo do rodízio de turnos. O cronotipo intermediário foi o menos impactado em termos de desempenho psicomotor. Conclusão: Concluímos que valores maiores de IMC, menor sincronização e maior fragmentação do RAR influenciaram nos lapsos de atenção ao longo do rodízio de turnos. Em termos de desempenho psicomotor, o cronotipo intermediário parece ser o melhor para a execução do trabalho no programa de rotação de turnos. Palavras-chave: Rotação de turnos. Performance psicomotora. Desalinhamento circadiano. Cronotipo.
Abstract: Background: The effect of shift work rotation on psychomotor perfomance and its interaction with variables known to impair alertness - such as circadian misalignment, overweight and obesity, and individual chronotype - has been little explored in the literature. Objectives: We aimed to evaluate the influence of shift work rotation on psychomotor performance throughout a complete shift rotation schedule. Methods: The study was conducted with 30 males working rotating shifts from a mining company under real life conditions. Individuals were evaluated over seven days in a shift schedule carried out as follow: two days of day work (D1 e D2), two days of evening work (D3 e D4), 24-hour free day and two days of night work (D6 e D7). Work performance was evaluated by psychomotor vigilance task (PVT), and actigraphy was used to measure the stability and fragmentation of rest-activity rhythm based on intradaily variability (IV) and interdaily stability (IS) and to determine sleep duration. The chronotype was determine using Munich Chronotype Questionnaire adapted for shift workers (MCTQshift). Results: We found a significant effect of the shift, body mass index (BMI), IS and IV on lapses in attention. More lapses occurred on D7 than D1, D2, D3 and D4 of the schedule shift. The obese group presented a higher number of lapses in attention than eutrophic. The interaction between day and IS showed that less synchronized individuals presented a higher number of lapses in attention on D7 than D1 and, for the interaction between day and IV, more fragmented individuals presented a higher number of lapses in attention on D7 than D6. We found a significant effect of the interaction between chronotype and work schedules on mean of reaction time (MRT) in pre-and post work and number of lapses of attention (p<0.001). In general, early types showed higher values of MRT-pre and post work, while late-type workers presented a greater number of lapses of attention along the advancement of the schedule. Intermediate-types were the least impaired in terms of psychomotor performance. Conclusion: We conclude that higher BMI, lower synchronization and higher fragmentation of the rest-activity pattern and chronotype influenced lapses in attention throughout the shift rotation. In addiction, we conclude that higher values of BMI, less synchronization and greater fragmentation of the RAR influenced the attention lapses throughout the shift rotation. In terms of psychomotor performance, the intermediate chronotype seems to be the best to work on rotation schedule. Keywords: Shift rotation. Psychomotor performance. Misalignment circadian. Chronotype.
Keywords: Rotação de turnos
Performance psicomotora
Desalinhamento circadiano
Cronotipo
Ciências médicas
Mobilidade de pessoal
Desempenho psicomotor
Ritmo circadiano
Shift rotation
Psychomotor performance
Misalignment circadian
Chronotype
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Quote: ROSA, Dayane Eusenia. Efeito da rotação dos turnos de trabalho sobre o desempenho psicomotor: um estudo prospectivo e observacional sob condições de vida real. 2019. 118 f. Tese (Doutorado em Ciências da saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em:http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2019.1233
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2019.1233
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/25338
Date of defense: 26-Feb-2019
Appears in Collections:TESE - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EfeitoRotaçãoTurnos.pdfTese3.54 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.