Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24585
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Padrões morfossintáticos variáveis na fala de Quirinópolis-GO: a concordância verbal de terceira pessoa do plural - CV de P6
Alternate title (s): Variable morphosytetic patterns in the talk of Guirinópolis-GO: the verbal concordance of third person of the plural - P6 CV
Author: Carvalho, Marilda Alves Adão
First Advisor: Magalhães, José Sueli de
First coorientator: Martins, Marco Antonio Rocha
First member of the Committee: Vieira, Sílvia Rodrigues
Third member of the Committee: Leite, Camila Tavares
Fourth member of the Committee: Marine, Talita de Cássia
Summary: Este trabalho de tese, que tem por objeto de estudo a variação da concordância verbal de terceira pessoa do plural – CV de P6, à luz da Teoria da variação e mudança linguística, traz como objetivo geral contribuir com a descrição/explicação da formação social do Português Brasileiro, tendo em vista focalizar a comunidade de Quirinópolis, no interior de Goiás, que, embora uma comunidade ‘urbana’, apresenta traços característicos de ruralidade. Para esta pesquisa, os dados de fala foram coletados por meio de entrevistas sociolinguísticas, realizadas com 36 informantes nascidos e residentes nessa cidade, não ausentes dela por mais de cinco anos (5) e estratificados segundo o sexo - masculino e feminino -, quatro faixas etárias - 14 a 30 anos; 31 a 45; 46 a 60 e acima de 60 anos e três níveis de escolaridade - de 0 a 6 anos, de 7 a 11 anos; e acima de 11 anos. Dos dados de fala desses informantes retiramos 1.112 ocorrências com a CV de P6, nas quais foram analisadas as variáveis linguísticas saliência fônica, realização e posição do sujeito (variáveis selecionadas pelo Programa), traço semântico do sujeito, material interveniente entre sujeito e verbo e tipo de verbo (variáveis não selecionadas). Para a análise quantitativa dos dados, utilizamos o Programa GoldvarbX (2001), e essa análise resultou no predomínio da marcação não canônica da CV de P6 com uma frequência de 66.3%, contrariamente a 33.7% de sua marcação, favorecida por informantes com maior nível de escolaridade, do sexo feminino e mais velhos, por formas verbais mais salientes e pela anteposição do sujeito ao verbo e pelo sujeito nulo. As variáveis sociais escolaridade e faixa etária foram imprescindíveis para definir que em Quirinópolis, referente ao uso da CV de P6 há uma mudança em direção à perda da marca de plural nos verbos, visto que a maior tendência de marcação não canônica de plural nos verbos se deu pelos informantes menos escolarizados e mais novos. Com o resultado geral de nosso estudo, verificamos um quadro de polarização linguística em nossa comunidade de fala, tendo em vista o distanciamento entre a variedade popular e a variedade culta, estando essas variedades em polos extremos, mas num continuum, do qual, de acordo com Bortoni – Ricardo (2005), ao considerar a variedade rural, de que a variedade popular é produto, e a variedade culta urbana, emerge a variedade rurbana, que caracteriza a fala de Quirinópolis, quanto ao uso da CV de P6.
Abstract: This thesis, whose study object focuses on variation of verbal concordance of third person plural forms – CV of P6, under the perspective of the Theory of variation and linguistic change, aims at contributing to describing/explaining social formation of Brazilian Portuguese, taking into account the community of Quirinópolis, in the countryside of Goiás, that, despite being an ‘urban’ community, shows some typical rural features. For this research, speech data were collected through sociolinguistic interviews, performed with 36 informants who were born and raised in this town, did not leave town for more than five (5) years and were sorted according to gender – male and female -, four age groups - 14 to 30 years old; 31 to 45 years old; 46 to 60 years old and over 60 years old and three levels of schooling - 0 to 6 years, 7 to 11 years; and over 11. Of the speech data, we retrieved 1.112 occurences with VC of P6, in which we analyzed the following linguistic variables phonetic salience, subject production and position (variables selected by the Program), subject semantic trait, intervenient material between subject and verb and verb type (variables not selected). For the quantitative data analysis, we used GoldvarbX (2001) software, and the findings indicate a predominance of non-canonical identification of CV of P6 with a frequency of 66.3%, whereas it was 33.7%, favored by informants with older and higher schooling, female and older, by more salient forms, subject before verb and null subject. The social variables, namely schooling and age group, were fundamental to define that in Quirinópolis, regarding the use of CV of P6 there is a change in direction of the plural marker loss in verbs, and there is an increased trend in non-canonical identification of plural in the verbs were seen among younger and less schooled informants. Based on the general result of our study, we verify a linguistic polarization picture in our speech community, due to the distance between the popular variety and the standard one, these varieties being at extreme poles, but on a continuum, from which, according to Bortoni - Ricardo (2005), when considering the rural variety, from which the popular one is product, and the cultured urban variety , the rural-urban variety emerges, and it characterizes Quirinópolis speech, regarding the use of CV of P6.
Keywords: Concordância verbal
Variáveis linguísticas e extralinguísticas
Marcação não canônica da CV de P6
Variedade rurbana.
Verbal Concordance
Linguistic and extralinguistic variables
Non-canonical identification of VC of P6
Rurbana variety.
Linguística
Língua portuguesa - Estudo e ensino
Língua portuguesa - Concordância verbal.
Sociolinguística
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Quote: CARVALHO, Marilda Alves Adão. Padrões morfossintáticos variáveis na fala de Quirinópolis-GO: a concordância verbal de terceira pessoa do plural - CV de P6. 2018. 143 f. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2019.619.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2019.619.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/24585
Date of defense: 30-Aug-2018
Appears in Collections:TESE - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PadrõesMorfosintáticosVariáveis.pdfPadrões morfossintáticos variáveis na fala de Quirinópolis-GO: a concordância verbal de terceira pessoa do plural - CV de P62.66 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.