Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22204
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Proposta de estudo de variação linguística em instituição militar de ensino
Alternate title (s): Proposal of study of linguistic variation in a military teaching institution
Author: Boudens, Maria Goretti de Araújo
First Advisor: Cristianini, Adriana Cristina
First member of the Committee: Pafumi, Eliana Dias
Second member of the Committee: Augusto, Vera Lúcia Dias dos Santos
Summary: Este trabalho visa minimizar algumas lacunas detectadas a respeito da abordagem das variações linguísticas nas aulas de Língua Portuguesa no contexto escolar. Trata-se de uma proposta de revisão do enfoque centrado no estudo da gramática normativa, a qual privilegia o uso das regras prescritivas e pouco valoriza as formas correntes e coexistentes de usos. Tal atitude cria a falsa ilusão de que a língua é única para todos falantes e que deve ser utilizada do mesmo modo em qualquer situação social. O lócus de estudo e de intervenção é um colégio militar da rede federal de ensino regular, localizado em Brasília, no Distrito Federal. A visão geralmente atribuída à referida instituição, como atrelada ao tradicionalismo, precisa ser esclarecida na medida em que a disciplina exigida dos alunos no que concerne ao cumprimento das regras determinadas e primadas pela referida instituição não restringe a didática utilizada pelo professor na condução das aulas. Pelo contrário, a escola tem procurado adequar sua prática pedagógica às exigências das novas demandas, adequando o currículo às orientações dos Parâmetros Curriculares Nacionais, permitido ao docente reestruturar e reformular as suas ações no processo de ensino e de aprendizagem, inclusive reconhecendo e trabalhando as variações linguísticas em sala. Nesta pesquisa, adota-se o posicionamento de que a diversidade linguística no país não pode ser ignorada, tendo em vista que a língua é um “produto social da faculdade da linguagem, constituída por símbolos, pertencente a uma comunidade de fala; fator interacional que faz parte da cultura e categoriza o mundo natural; sistema heterogêneo, passível de variação” (FROMM, Votec, 2012). Com base nessa perspectiva, acredita-se que a língua é um produto da interação e está em constante processo de mudança. Portanto, no ambiente escolar, faz-se necessário considerar uma visão crítica em relação ao ensino-aprendizagem da Língua Portuguesa, reformulando estratégias para lidar com essa realidade, promovendo modificação no comportamento dos envolvidos, professor e aluno, os quais, conscientes de que “a língua está relacionada à questão cultural do sujeito” (CRISTIANINI, 2012), ampliem suas concepções linguísticas e combatam o preconceito linguístico. Dessa forma, defende-se a ideia de que a sala de aula constitui um espaço propício para discutir, entender, reconhecer e validar a realidade do uso das variações linguísticas. Assim, o presente trabalho, desenvolvido em duas turmas do nono ano do Ensino Fundamental II, formadas por estudantes oriundos de diversos estados do Brasil, propõe atividades focadas especificamente no que tange a uma educação linguística tanto no caráter inclusivo quanto no aspecto da heterogeneidade. Essa riqueza inerente a esses alunos possibilitou o conhecimento de outras formas de expressões linguísticas, bem como o acréscimo de itens lexicais ao vocabulário ativo dos estudantes. A proposta de intervenção foi aplicada em forma de oficinas pedagógicas, de modo a integrar a teoria à prática. A abordagem desse tema fundamentou-se em pressupostos teóricos de diversos autores. Dentre eles, destacam-se Labov (1972), Bagno (1999; 2002; 2007), Bortoni-Ricardo (2004; 2005), Cyranka (2007), Faraco (2009), Azeredo (2009), Ilari & Basso (2007). Avalia-se que o conhecimento foi construído em conjunto, ao serem compartilhadas experiências entre os envolvidos no processo, a partir da leitura de textos de autores oriundo de diferentes pontos geográficos do país e de outros produzidos em épocas distintas, da exibição de vídeos, da audição de letras de música. As atividades propostas foram compiladas em um caderno, apresentado em duas versões: uma para o professor e outra para o aluno. O produto obtido da análise dos dados coletados durante a realização das oficinas resultou em um glossário – contendo o registro de palavras e de expressões recorrentes das regiões brasileiras - e um vocabulário de termos empregados no ambiente militar de ensino.
Abstract: This work focus on minimizing the amount of holes detected when comes about the approaching of linguistic variations on Portuguese classes in schools. It brings a reviewing proposal of the focus on the normative grammar studying which privileges the use of prescriptive rules and hardly values the current and coexisting ways of using it. Such attitude creates a false illusion that the language is unique to all speakers and it should be used in only one way in any social situation. This study and intervention took place in a regular federal military school network located in Brasília, Distrito Federal. The vision generally attributed to this institution as attached to traditionalism needs to be cleared by the time the discipline demanded from the students when comes about concerning with the rules applied by the institution do not restrict the didactic used by the teachers while conducting classes. On the contrary the school has been looking to adequate its pedagogical practice to the new demands shaping its curriculum to the orientation of the National Curriculums Parameters allowing the teacher to restructure and reformulate his actions during the process of teaching and learning besides recognizing and working the linguistic variations in class. This research adopted the point of view that the linguistic diversity in the country cannot be ignored focusing that the language is a “social product of language college constituted by symbols which belong to a speech community; the interactional system that is part of the culture and categorize the natural world; heterogenic system capable of variation” (FROMM, Votec, 2012). Based in this perspective it is believed that the language is an interaction product and it is a constant changing process. So at the school environment it’s necessary to consider a critical vision over the theaching-learngin relation in Portuguese Language reforming strategies to deal with this reality promoting modifications on the involved behaviors (teacher and student) which are conscious that “the language is related to a subject’s cultural matter” (CRISTIANNI, 2011) amplify their linguistic conceptions and fight the preconception of the language. For that the present study developed in two ninth grade classes of middle school formed by students from several Brazilian states proposes activities focused specifically around a linguistic education as well as the inclusive form as the heterogenic aspect. This wealth from these students made possible the knowledge of other linguistic expressions vocabulary. The intervention proposal was applied in the shape of pedagogical shops making a way to integrate the theory to the practice. This theme’s approach had bases on theoretical assumptions from several authors. Among them Labov (1972, Bagno (1999; 2002; 2007), Bortoni-Ricardo (2004; 2005), Cyranka (2007), Faraco (2009), Azeredo (2009), Ilari & Basso (2007). It evaluates the knowledge built together by beeing shared among those involved in the process starting with the Reading of texts written by authors from different places around the country and others written in distinguished times from the exhibition of videos, to rearing lyrics. The activities proposed were compiled in a notebook which was presented in two versions: one for the teacher and the other one for the student. The result of the analizys of the data collected during the shops resulted in a glossary – containing the registration of current words and expressions used in each Brazilian region – and a vocabulary with the expressions applied in the military school.
Notes: O trabalho de conclusão final possui, além da fundamentação teórica, um caderno de atividades para o professor, o mesmo caderno com versão para o estudante, um vocabulário de termos militares coletados durante a pesquisa e um glossário, compilados na realização das oficinas pedagógicas propostas no caderno de atividades.
Keywords: Variação linguística
Liguistic variation
Ensino
Teaching
Colégio militar
Military school
Língua portuguesa
Portuguese language
Linguística
Língua portuguesa - Estudo e ensino
Língua portuguesa - Variação
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Letras (Mestrado Profissional)
Quote: BOUDENS, Maria Goretti de Araújo. Proposta de estudo de variação linguística em instituição militar de ensino - Uberlândia. 2017. 443 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.951
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.951
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/22204
Date of defense: 28-Jul-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Letras (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PropostaEstudoVariação.pdf5.56 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.