Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21603
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Prevalência do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade em crianças e adolescentes brasileiros: revisão sistemática
Alternate title (s): Attention Deficit and Hyperactivity Disorder prevalence in brazilian children and adolescents: systematic review
Author: Rosa, Maria Tereza Néri
First Advisor: Morales, Nívea de Macedo Oliveira
First member of the Committee: Bonatti, Renata Cristina Franzon
Second member of the Committee: Paro, Helena Borges Martins da Silva
Summary: Introdução: O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) tem se mostrado como uma importante doença neuropsiquiátrica da infância em virtude do prejuízo psicológico, social e acadêmico. Um estudo de metanálise mundial estimou a prevalência entre 5,5 a 8,5%. Poucos estudos brasileiros foram incluídos nesta análise e há indícios de que os resultados sejam diferentes da literatura mundial. Objetivos: Revisar por meio de Revisão Sistemática a prevalência do TDAH no Brasil. Método: Realizou-se triagem de trabalhos nas bases de dados vinculadas a BVS, PubMed e banco de teses. Utilizou-se descritores cadastrados no MeSH e DeCS: prevalence, epidemiology, attention deficit disorder with hyperactivity, Brazil e ADHD. Foi utilizado protocolo de busca sugerido pela biblioteca Cochrane, sendo que duas duplas de pesquisadores, de modo independente, realizaram a busca de trabalhos e posteriormente compararam os resultados. Estudos relevantes encontrados a partir de referências foram incluídos. Foram incluídos estudos originais, cuja metodologia permitia calcular a prevalência do TDAH em amostras não clínicas. Resultados: Dos 253 estudos recrutados, 18 preencheram critérios de inclusão. A seleção dos participantes variou desde a amostragem em única escola até a inclusão de todos os alunos de um município. Embora 14 estudos tenham referido o Manual de Diagnóstico e estatístico de Transtornos Mentais, 4ª Ed – DSMIV (1) como instrumento diagnóstico, nem todos incluíram avaliação clínica ou consideraram a presença de sintomas em dois ou mais ambientes. Um estudo utilizou apenas informação do diagnóstico relatada pelos pais na ficha de matrícula. A prevalência de TDAH variou de 0,9% a 19,4%, estando dentro do intervalo de confiança da metanálise mundial em 3 artigos. O sexo masculino foi mais prevalente em todos os artigos selecionados. Conclusão: Observou-se uma heterogeneidade de prevalências, associada à variedade de métodos. A análise internacional sugere variações pelo critério diagnóstico, embora neste estudo a maioria tenha utilizado o DSM. Há uma tendência para que as etapas do diagnóstico causem essa variação, não o critério em si, que em sua maioria fora o mesmo. Novos estudos poderão ser produzidos para confirmar essa tendência.
Abstract: Introduction: Attention Deficit and Hyperactivity Disorder (ADHD) is an important pediatric neuropsychiatric disease, considering its psychosocial and academic implications. A global meta-analysis estimated its prevalence between 5.5% and 8.5%. Few brazilian studies were included and there are perspectives that national results are different from the literature. Objective: evaluate the prevalence of ADHD in brazilian children and adolescents by a systematic review. Methods: the authors selected scientific articles in the following databases; BVS, PUBMed and Bank of thesis. The following descriptors registered in MeSH and DeCS were used: prevalence, epidemiology, attention deficit disorder with hyperactivity, Brazil and ADHD. Cochrane´s searching protocol was utilized. Two pairs of researchers independently searched for studies and, afterwards, compared their results. Relevant studies based on these references were chosen, whose methodology were suitable for evaluation of ADHD prevalence in non-clinical groups Results: 253 articles were recruited and 18 did not fit the inclusion criteria. The participants selection varied from sampling of a single school to the inclusion of all the children of a town. Although 14 studies have refered the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, 4th ed. – DSM(IV) (1) as their main diagnostic tool, few of them considered topics such as clinical evaluation and the presence of symptoms in two or more environments. One article used only diagnostic information mentioned by the parents in the registration form. The prevalence of ADHD varied from 0.9% to 19.4% and was in the confidence interval of global meta-analysis. Male sex was more prevalent in almost all selected articles. Conclusion: There was an heterogeneity of prevalences associated with different methods. The studies who had stronger methodological rigor found prevalences similar to global results, between 0.9% and 5.8%. As the majority of researches were developed in South and Southeast brazilian regions, new studies must be conducted aiming an adequate national representation.
Keywords: Prevalência.
Prevalence.
Epidemiologia.
Epidemiology.
Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.
Attention deficit disorder with hyperactivity.
Brasil.
Brazil.
TDAH.
ADHD.
Ciências Médicas
Transtorno de déficit de atenção com hiperatividade.
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Quote: ROSA, Maria Tereza Néri. Prevalência do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade em crianças e adolescentes brasileiros: revisão sistemática. 2015. 64 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)- Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015. Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde.Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.278
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.278
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21603
Date of defense: 25-Aug-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PrevalenciaTranstornoDefict.pdf2.4 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.