Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21151
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Corpo visível e invisível na formação do professor de língua inglesa na educação a distância : um estudo discursivo
Alternate title (s): Visible and invisible body in English teacher training in distance education: a discursive study
Author: Santos, Fabiene de Oliveira
First Advisor: Hashiguti, Simone Tiemi
First member of the Committee: Wanderley, Cláudia Marinho
Second member of the Committee: Brito, Cristiane Carvalho de Paula
Summary: Este estudo aborda como o corpo é enunciado na escrita dos participantes de um curso de graduação em Letras, Licenciatura em Inglês e Literaturas de Língua Inglesa, totalmente a distância, ocorrido entre os anos de 2011 e 2015. Trata-se de um curso da Universidade Aberta do Brasil que foi ofertado por uma universidade pública da região sudeste do Brasil e que foi criado para atender a uma demanda de formação de professores já em exercício na Educação Básica Pública, e que também contemplou alunos de demanda social. Para a maioria dos alunos, esse foi o primeiro curso de nível superior cursado, a primeira experiência com educação a distância e também a primeira vez estudando a língua inglesa depois das disciplinas atendidas na educação regular básica. No curso analisado, como em outros do mesmo formato, grande parte das atividades ocorreu por meio da escrita. Na posição de tutora do referido curso, esta pesquisadora observou que alguns alunos pareciam ter dificuldade para a aprendizagem da língua inglesa e justificavam tal dificuldade pela modalidade do curso, exprimindo um sentimento de falta e de necessidade de ver os corpos físicos, dos professores e tutores, como acontece na situação de cursos presenciais. Ao observarmos os textos desses alunos e também dos tutores, foi possível perceber que a escrita trazia um pouco dos corpos de seus enunciadores, como marcas na superfície linguística. Assim, esse estudo objetivou: (1) analisar como o corpo se fez visível no ambiente virtual, a partir de dizeres e produções escritas de alunos e tutores, e (2) investigar como a ausência do corpo materialmente visível foi significada no curso para o aprendizado da língua inglesa. Partimos do pressuposto de que, tal como na sala de aula presencial tradicional, os participantes do curso enfocado necessitaram se fazer visíveis como corpos para que houvesse a interação e a aprendizagem ocorresse. Nosso corpus de análise se constituiu de textos escritos de alunos em atividades de disciplinas do curso e de respostas de alunos e tutores a questionários. A fundamentação teórica se ancorou em teóricos da Análise do Discurso francesa como praticada no Brasil e da Linguística Aplicada. Buscamos responder as seguintes perguntas de pesquisa: como os sujeitos ocuparam o espaço de aula virtual pela escrita, constituindo-se como corpos virtuais no curso? Em que medida a falta do corpo visível e presencialmente acessível dos professores, na sala de aula, se constituiu como um fator que dificultou a aprendizagem da língua estrangeira no dizer dos sujeitos? Trata-se de uma pesquisa qualitativa de enfoque descritivointerpretativista que faz visíveis as regularidades discursivas no corpus analisado, buscando compreender os funcionamentos discursivos em jogo. Como resultados, concluímos que os sujeitos ocuparam o espaço como corporalidades (HASHIGUTI, 2015a), como corpos materializados pela escrita, mais especificamente, como corpos de afeto. Essa prática discursiva funcionou como uma maneira fundamental para a constituição dos sentidos de colaboração, companhia e engajamento que possibilitaram a permanência de alunos no curso e o enfrentamento das dificuldades. Concluímos que a dificuldade de oralidade não foi um efeito da modalidade, mas da própria língua inglesa como língua estrangeira. A dificuldade maior dos alunos foi a de se ajustar à modalidade do curso. Concluímos que corpo como afeto, e corpo e afeto como escrita se constituíram materialidades e condições fundamentais de inter-relação humana no Ambiente Virtual de Aprendizagem para superar essa dificuldade.
Abstract: This study addresses how the body is stated in the writings of the participants in an undergraduate course of English Language and English Literature, at a distance, offered by a public university from the Southeast region of Brazil, between the years of 2011 to 2015. It is a course of the Open University of Brazil. The course was created as a response to the demand of university formation of teachers already in service in the Public Elementary Education, but it also attended students from social demand. For the majority of the students, this was the first University-level course taken, the first experience with distance learning and the first time studying English as a foreign language after mid an higher education. In the course, like in others of the same format, a great part of the activities happened thru writing. From the position of tutor in the course, this researcher observed that the students seemed to have difficulties to learn English, as they expressed it could be caused by the modality of the course and by the absence of presential bodies of the tutors and professors in the space of the virtual classroom, as it happens in the situation of face-to-face courses. When we observed the texts of these students and also of the tutors, it was possible to understand that the writing materialized a little of the bodies of its enunciators, like marks in the linguistic surface. Thus the objective of this study is to: (1) analyze how the body makes itself visible in the virtual environment of the course, in the written material of students and tutors, and (2) investigate how the absence of the body as materially visible was signified for the learning of the English language. We start from the assumption that, as in the traditional presential classroom, the participants need to make themselves visible and accessible so there is interaction for the teaching and the learning of the foreign language to take place. Our corpus of analysis comprises written texts from students in activities of different subjects in the course and responses to a questionnaire. The theoretical foundation is based in the French Discourse Analysis as practiced in Brazil and in Applied Linguistics. We try to answer the following questions of research: How did the participants occupy the space in the virtual classroom as written materials? How did they become visible? Did the lack of the visible, presential body of the tutors and professors constitute a difficulty to learn English? This is a qualitative research with an interpretative-descriptive focus. It aims to make visible the discursive regularities in the corpus of analysis for an understanding of the discursive webs at play. As a result, we found out that the participants occupied the virtual space as corporality (HASHIGUTI, 2015a), that is, as bodies materialized in their writing, more specifically, as bodies of affection. This discursive practice functioned as a fundamental way for the constitution of the meanings of collaboration, companionship and engagement that enabled the students to stay in the course and to face the difficulties. We concluded that the orality difficulty was not an effect of the modality, but of the English Language itself as a foreign language. The main difficulty of the students was to adjust to the modality of the course. We concluded that body as affection, and body and affection as written text have constituted fundamental materialities and conditions of human interrelation in the virtual learning environment to help overcome this difficulty.
Keywords: Linguística
Língua inglesa - Estudo e ensino
Língua inglesa - Formação de professores
Ensino a distância
Análise do discurso
Corporalidade
Língua Inglesa
Educação a Distância
Corporality
English Language
Distance Learning
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Quote: SANTOS, Fabiene de Oliveira. Corpo visível e invisível na formação do professor de língua inglesa na educação a distância : um estudo discursivo. 2017.114 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
Document identifier: x
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21151
Date of defense: 21-Jul-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CorpoVisivelInvisivel.pdfDissertação1.21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.