Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21016
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Zoonoses ocupacionais: riscos biológicos associados ao manejo da vida silvestre no bioma Cerrado
Alternate title (s): Occupational zoonoses: biological risks associated with wildlife management in the Cerrado biome
Author: Carrijo, Luciana Maria Pires
First Advisor: Limongi, Jean Ezequiel
First member of the Committee: Machado, Flavia Maria Esteves
Second member of the Committee: Lima, Anna Monteiro Correia
Summary: Apesar da óbvia relevância das zoonoses ocupacionais, o tema parece negligenciado tanto no meio acadêmico, pelo restrito número de publicações, como entre os profissionais potencialmente expostos, os quais trabalham muitas vezes sem treinamento, material ou proteção individual adequada. Um animal afastado de seu habitat natural em decorrência principalmente de desequilíbrios ambientais, torna-se potencialmente um problema, seja no meio urbano, rural ou silvestre, principalmente pelo intercambio de doenças entre homens e animais, designadas como zoonoses. Não há dúvida que toda a população encontra-se ameaçada pelo contágio de agentes zoonóticos, no entanto, os profissionais que manejam animais silvestres em campo ou em laboratório estão potencialmente mais expostos à infecção por esses patógenos, os quais podem ser virais, bacterianos, fúngicos ou parasitários. O presente estudo teve por objetivos avaliar a rotina de profissionais que manejam animais silvestres, bem como seus conhecimentos e práticas em relação aos riscos de infecção por zoonoses. Para tanto, analisou questões sobre acidentes biológicos entre profissionais que manejam animais silvestres, sua incidência, animais envolvidos, grau de conhecimento de riscos dos profissionais e medidas de prevenção. Essas, dentre outras questões foram organizadas em um questionário semi-estruturado que foi respondido pelos profissionais da rede pública do município de Uberlândia que manejam animais silvestres. Além disso o acesso aos registros de boletins de ocorrência do Corpo de Bombeiros dos últimos três anos, relacionados a acidentes desses militares com animais silvestres, contribuiu com informações inusitadas. Os tamanduás (Myrmecophaga tridactyla e Tamandua tetradactyla) foram os animais mais contactados, seguidos do ouriço-caixeiro (Coendou villosus) e gambás (principalmente, Didelphis marsupialis). O uso de equipamento de proteção individual mostrou-se menos frequente entre os profissionais com maior tempo de trabalho nas diversas funções descritas. Ademais, informações relevantes foram utilizadas na elaboração de um instrumento informativo de riscos de doenças zoonóticas para auxiliar no enfrentamento dos acidentes com animais silvestres do bioma cerrado.
Abstract: Despite the obvious relevance of occupational zoonoses, the issue seems to be neglected both in academia, by the limited number of publications, and among potentially exposed professionals, who often work without adequate training, material, or individual protection. An animal far from its natural habitat, as a result mainly of environmental imbalances, becomes potentially a problem in urban, rural or wild environment, mainly by the exchange of diseases between men and animals, designated as zoonoses. There is no doubt that the entire population is threatened by the contagion of zoonotic agents, however, professionals who handle wild animals in the field or in the laboratory are potentially more exposed to the infection by these pathogens, which may be viral, bacterial, fungal or parasitic diseases. The present study aimed to evaluate the routine of professionals handling wild animals, as well as their knowledge and practices regarding the risks of infection by zoonoses. For that, analyzed questions about biological accidents among professionals handling wild animals, their incidence, animals involved, degree of professional knowledge of risks and prevention measures. These, among other questions were organized in a semistructured questionnaire that was answered by the professionals of the public network of the municipality of Uberlândia that handle wild animals. In addition, access to firefighters' bulletin records of the past three years, related to the incidents of these military personnel with wild animals, contributed with unusual information. The anteaters (Myrmecophaga tridactyla and Tamandua tetradactyla) were the most contacted animals, followed by the hedgehog (Coendou villosus) and opossums (mainly Didelphis marsupialis). The use of personal protective equipment was less frequent among professionals with longer working time in the various functions described In addition, relevant information was used in the elaboration of a zoonotic disease risk information tool to assist in coping with accidents with wild animals in the cerrado biome.
Keywords: Geografia
Geografia da saúde
Zoonoses
Biossegurança
Animais silvestres
Doenças ocupacionais
Animals wild
Occupational Diseases
Biosafety
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)
Quote: CARRIJO, Luciana Maria Pires. Zoonoses ocupacionais: riscos biológicos associados ao manejo da vida silvestre no bioma Cerrado - 2017. 83 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador) -Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
Document identifier: x
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21016
Date of defense: 28-Aug-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ZoonosesOcupacionaisRiscos.pdfDissertação2.88 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.