Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20971
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Corpo e política: cartografias da população em situação de rua
Alternate title (s): Body and politics: mapping of the population living on the streets
Author: Souza, Josiane Cristina Orlando de
First Advisor: Próchno, Caio César Souza Camargo
First member of the Committee: Silveira, Ricardo Wagner Machado da
Second member of the Committee: Aragão, Ailton de Souza
Summary: Assistimos na contemporaneidade o surgimento de políticas públicas específicas para a população em situação de rua, com estratégias e serviços especializados para atendimento. Diante da constatação foucautiana de que as políticas cada vez mais abarcam em suas práticas dispositivos biopolíticos que visam controlar a vida da população, o objetivo deste trabalho foi analisar as possíveis conexões entre corpo e política, e mais especificamente, o corpo da população de rua e as políticas públicas voltadas para ele. Não é novidade que as pessoas que vivem nas ruas, desde a antiguidade, são excluídas do convívio social, seja devido sua situação de extrema pobreza ou ainda pelo receio da sociedade de que pudessem oferecer risco e insegurança ao bom funcionamento da cidade. Idos os tempos, mas não as estratégias, atualmente ainda é possível constatar tal exclusão mesmo diante de leis e intervenções específicas que deveriam oferecer proteção e reinserção social. Neste estudo identificamos como a Política Nacional para a População em Situação de Rua (PNPSR) e a Política Nacional de Assistência Social (PNAS) ainda operam sob viés higienista, produzindo subjetividades assujeitadas e dependentes. Entretanto, existem modos de resistir às investidas biopolíticas, e sair de um corpo capturado para a produção de um corpo potente que seja capaz de reinventar novos modos de vida.
Abstract: We see in the contemporary times the emergence of specific public policies for the homless population, with strategies and specialized services for care. In the face of Foucault's observation that policies increasingly include biopolitical devices that aim to control the life of the population, the objective of this work was to analyze the possible connections between body and politics, and more specifically, the body of the street population and The public policies aimed at him. Not surprisingly, people living on the streets, from ancient times, are excluded from social life, either because of their extreme poverty or because of the society's fear that they could risk and insecure the good functioning of the city. Given the times, but not the strategies, it is still possible to verify such exclusion even in the face of specific laws and interventions that should offer protection and social reintegration. In this study, we identified how the National Policy for the Population in Street Situation (PNPSR) and the National Social Assistance Policy (PNAS) still operate under hygienic bias, producing dependent and dependent subjectivities. However, there are ways to resist the biopolitical onslaughts, and leave a captured body for the production of a potent body that is able to reinvent new ways of life.
Keywords: Psicologia
Políticas públicas
População
Corpo humano
Aspectos psicológicos
corpo
biopolítica
body
homless population
public policy
biopolitics
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Quote: SOUZA, Josiane Cristina Orlando de. Corpo e política: cartografias da população em situação de rua - 2017. 120 p. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
Document identifier: x
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20971
Date of defense: 5-Jun-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CorpoPoliticaCartografiasPopulacao.pdfDissertação739.54 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.