Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20908
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Jovens e o espaço escolar : ocupações, concepções e expectativas sobre a escola
Alternate title (s): Young people and the school space: occupations, conceptions and expectations about the school
Author: Oliveira, Nayara Cristine Sousa
First Advisor: Guimarães, Iara Vieira
First member of the Committee: Franco, Aléxia Pádua
Second member of the Committee: Fernandes, Silvia Aparecida de Sousa
Summary: O presente trabalho parte do pressuposto de que há uma divergência entre a historicidade da escola, seus objetivos e a juventude contemporânea e suas demandas. Diante disso, o objetivo dessa pesquisa foi analisar a relação entre juventude e a organização do espaço escolar, mais especificamente, investigou-se a seguinte problemática: Que sentidos e perspectivas os jovens constroem sobre o espaço escolar? Como se configura o espaço escolar e como este é ocupado/vivido/transformado pelos jovens? Que expectativas os jovens evidenciam em relação à transformação do espaço escolar? Como o espaço escolar deveria ser organizado na visão dos jovens estudantes? O lócus da pesquisa é uma escola pública que atende jovens do Ensino Médio e está localizada em uma cidade de médio porte do Estado de Minas Gerais. A organização metodológica da pesquisa combinou quatro procedimentos para coleta e análise dos dados: i) a observação, a produção de um caderno de campo e o registro imagético (a produção de imagens fotográficas) do espaço escolar, ii) a análise de produção de textos elaborados pelos jovens estudantes do ensino médio, iii) os relatos dos jovens capturados por meio de entrevistas. Identificamos que a juventude gestada na contemporaneidade produz conflitos com o espaço escolar moderno e coloca a educação escolar sob suspeita. A organização do espaço escolar é, nesse compasso, colocada em cheque. À medida que a escola não condiz com as expectativas do universo juvenil, há um desajustamento entre o ser jovem e o papel de aluno. A partir da análise do espaço escolar, percebemos que a escola não reconhece o jovem que há no aluno, como se ao entrar pelo portão, esse sujeito fosse capaz de abandonar, por algumas horas, suas expectativas, experiências, necessidades e a identidade sociocultural. Contudo, percebemos que a juventude vivencia e ocupa o espaço escolar lhe conferindo significados e usos diversos, deixando suas marcas inscritas na organização do espaço, seja nas transgressões, nas fugas, na indisciplina, no tipo de sociabilidade construída, nos conflitos, nos rabiscos, nos corpos. Por isso, eles falam sobre imposições, estratégias e resistências que implicam a necessidade de se identificar, expressar, de tornar a escola um lugar de pertencimento.
Abstract: This paper is based on the assumption that there’s a divergence between the historicity of the school and its objectives and the contemporary youth and their requests. Therefore the objective of this research is to analyze the relation between the youth and the organization of the schooling space, more specifically, the following problematic was investigated: Which sense and perspectives, youngsters build over the schooling space? How is the schooling space configured and how it’s occupied/lived/transformed by youngsters? What expectations do youngsters evidence in relation to the transformation of the schooling space? How should the schooling space be organized according to young students’ point of view? The localization of the research is a public school which attends youngsters of Middle School and it’s located in a medium-sized city in the state of Minas Gerais. The methodological organization of the research combined four procedures to collection and analysis of data: i) the observation, the production of a notebook and field and the image registration (the production of photographic images) of the schooling space; ii) the analysis of text productions elaborated by young students of middle school, iii) the youngsters’ reports captured through interviews. We identified that the youth raised in the contemporary world produces conflicts with the modern schooling space and places the schooling education under suspicion. The organization of the schooling space is, in this context, put in check. As the school doesn’t meet the expectations of the youth universe, there’s a maladjustment between being young the role of a student. From the analysis of the schooling space we realize that the school doesn’t know the youngster that lies on the student, as if entering the gate this subject was able to abandon, for a few hours, one’s expectations, experiences, necessities, socio-cultural identity. However the youth lives and occupies the schooling space giving it meaning and diverse uses, letting their trademarks in the space organization, as in transgressions, escapes, indiscipline, type of sociability build, conflicts, scratches, bodies. Therefore they speak about impositions, strategies and resistance which imply the necessity of identifying, expressing, making the school a place of belonging.
Keywords: Educação
Ambiente escolar
Administração e organização
Juventude
Espaço escolar
Experiências escolares
Schooling space
Youth
School experiences
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Educação
Quote: OLIVEIRA, Nayara Cristine Sousa. Jovens e o espaço escolar : ocupações, concepções e expectativas sobre a escola. 2017.141 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
Document identifier: x
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20908
Date of defense: 29-Jun-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JovensEspaçoEscolar.pdfDissertação1.43 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.