Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20708
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Embargado
Title: Avaliação da Concentração de Oxalato de Potássio no Tratamento de Hipersensibilidade Dentinária Cervical - Ensaio Clínico Randomizado Triplo-cego
Alternate title (s): Evaluation of potassium oxalate concentration in the dentin hypersensitivity treatment: a triple blind randomized clinical trial
Author: Galvão, Alexia da Mata
First Advisor: Soares, Paulo Vinicius
First member of the Committee: Santos Filho, Paulo César Freitas
Second member of the Committee: Hilgert, Leandro Augusto
Summary: A Hipersensibilidade Dentinária Cervical (HDC) é caracterizada como uma dor aguda, provocada e de curta duração, originária da dentina cervical exposta a estímulos térmicos, evaporativos, táteis, osmóticos e/ou químicos e que não pode ser atribuída a outra forma de defeito ou patologia dental. Existem, atualmente, vários tipos de dessensibilizantes usados na prática clínica para auxiliar na redução da HDC. Entretanto, ainda não há consenso sobre um protocolo específico, devido à escassez de estudos clínicos que comprovem a efetividade e eficácia desses protocolos à longo prazo. Um dos agentes que são utilizados no controle da HDC é o oxalato de potássio, por ser um agente de dupla ação (neural e obliteradora). No entanto, não existem relatos sobre o efeito de maiores concentrações de oxalato de potássio avaliando sua eficácia em diferentes números de sessões. O objetivo deste ensaio clínico randomizado triplo-cego (boca dividida) foi avaliar a eficácia de dois produtos compostos por oxalato de potássio em duas concentrações diferentes, 10% e 5%, no tratamento da HDC em diferentes sessões, bem como acompanhar a efetividade desses produtos em um período de 5 meses. Sessenta e dois dentes foram aleatoriamente selecionados em 31 pacientes, com pelo menos dois dentes afetados por HDC, de acordo com os seguintes grupos: grupo A (oxalato de potássio a 10%) e B (oxalato de potássio a 5%). O nível de HDC foi avaliado inicialmente pela Escala Visual Analógica (EVA) primeiramente em um dente saudável e logo após no que apresentava HDC, 5 minutos após o protocolo de dessensibilização, realizado em quatro sessões, com um intervalo de 48 horas entre as sessões, tendo acompanhamento de 5 meses. As análises estatísticas foram realizadas utilizando testes de Kolmogorov Smirnov para verificar a normalidade dos dados, medida repetida de Friedman posteriormente o teste de Tukey para comparar os diferentes períodos e o teste de classificação de sinais de Wilcoxon para comparar os grupos (α = 0,05). Em ambos os grupos, pelo menos duas sessões foram necessárias para promover uma redução de HDC estatisticamente significativa em comparação com os valores iniciais. O efeito dessensibilizador foi mantido ao longo do estudo. Não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos em nenhum ponto da avaliação. Foi concluído que ambas as concentrações de oxalato de potássio testadas neste estudo podem ser consideradas um tratamento efetivo para HDC, no entanto, menos de 4 sessões foram suficientes para realizar os protocolos. Além disso, em ambos os casos, a eficácia foi mantida por 5 meses.
Abstract: Cervical Dentin Hypersensitivity (CDH) is characterized as an acute, provoked, short-lived pain originating from cervical dentin exposed to thermal, evaporative, tactile, osmotic and / or chemical stimuli, which cannot be attributed to any other form of defect or dental pathology. Currently, there are several types of desensitizers used in clinical practice to assist in the reduction of CDH, but still there is no specific protocol due to the scarcity of clinical studies that prove the effectiveness and long duration of the protocols. One of the agents that are used in the control of CDH is potassium oxalate, because it is a double action agent (neural and obliterator). However, there are no reports on the effect of higher concentrations of potassium oxalate evaluating its effectiveness in different numbers of sessions. The aim of this triple blind randomized clinical trial (split-mouth) evaluates the longevity and efficacy of two products potassium oxalate-based in two different concentrations, 10% and 5%, on the treatment of cervical dentin hypersensitivity (CDH) in different sessions. Sixty-two teeth were randomly placed in 31 patients, with at least two teeth affected by CDH, according to the following groups: group A (potassium oxalate at 10%) and B (potassium oxalate at 5%). CDH level was initially assessed by the Visual Analogue Scale (VAS) first in a healthy tooth and shortly after in the CDH, 5 minutes after the desensitization protocol, which was carried out in four sessions, with a 48-hour interval between each one and a total follow-up time of 5 months. Statistical analyzes were performed using Kolmogorov Smirnov tests to verify the normality of the data, Friedman's repeated measure subsequently the Tukey's test to compare the different periods and the Wilcoxon's signal classification test to compare the groups (α = 0.05. In both groups, at least two sessions were required to promote a statistically significant CDH reduction in comparison with baseline. The desensitizing effect was maintained throughout the study. No significant differences between the groups were found at any assessment points. Both concentrations of potassium oxalate tested in this study can be considered an effective treatment for CDH, however, less than 4 sessions were sufficient to perform it. Beyond that, in both cases the efficacy was maintained for 5 months.
Keywords: dessensibilizantes
Hipersensibilidade dentinária
Oxalato
Oxalato de potássio
Ensaio clínico randomizado
Desensitizers
Dentin hypersensitivity
Potassium oxalate
Oxalate
Randomized clinical trial
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA::MATERIAIS ODONTOLOGICOS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Quote: GALVÃO, Alexia da Mata. Avaliação da concentração de oxalato de potássio no tratamento de hipersensibilidade dentinária cervical - ensaio clínico randomizado triplo-cego. 2018. 55 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.116
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20708
Date of defense: 6-Feb-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoConcentracaoOxalato.pdf
  Until 2020-02-28
Dissertação2.31 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.