Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20698
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Da poética á filosofia: o herói trágico em prometeu e seu aspecto histórico na fundamentação da virtude no diálogo Protágoras de Platão
Alternate title (s): From poetics to philosophy: the tragic hero in promise and his historical aspect in the foundation of virtue in Plato's Protagoras dialogue
Author: Almeida Júnior, José Donizett de
First Advisor: Xavier, Dennys Garcia
First member of the Committee: Nunes Sobrinho, Rubens Garcia
Second member of the Committee: Batista, Gustavo Araújo
Summary: Este trabalho tem como objetivo apresentar o mito de Prometeu como circunstância fundamental para o início da discussão base de todo o diálogo na obra Protágoras. Esse trabalho consiste de uma pesquisa bibliográfica, no qual utilizaremos a concepção de Paideia relacionado ao mito de Prometeu com ênfase na obra Protágoras de Platão, a partir do entendimento do autor Wenner Jeager. Dividimos o trabalho em três capítulos que possuem uma construção gradativa, caracterizando entre eles a noção de areté – virtude; desde a sua concepção cosmogônica até a sua fundamentação nos diálogos Socráticos, no qual é possível percebermos a dialética e a sofística que se misturam compondo todo o cenário do pensamento da época. Nossa primeira intenção não é uma abordagem técnica em relação aos temas essenciais da filosofia antiga, mas sim uma introdução na qual, no primeiro momento, conduziremos o leitor ao surgimento do período ático até o helenismo, perpassando pelos tragediógrafos que enalteciam a imagem do herói – como Prometeu, expresso pela manifestação do teatro grego que representava o instrumento da Paidéia na Grécia Antiga. Em seguida, direcionamos o estudo para a compreensão do mito de Prometeu citado por Protágoras no diálogo homônimo. Após a apresentação e análise da obra Prometeu Acorrentado, uma das peças mais importantes escrita por Ésquilo, temos, na parte final deste trabalho, a condução do diálogo de Protágoras e Sócrates, descrito por Platão. Nesta parte final, buscamos esclarecer a relação de Prometeu e a areté, como tentativa sofística de utilizar o mito [digressão do discurso] em favor dos argumentos acerca da natureza da virtude, que será tema de discussão no decorrer de toda obra, na qual ambos os dialogantes mudariam de posição devido a forma acidentada dos argumentos apresentados na maior parte do texto.
Abstract: This work aims to present the myth of Prometheus as a fundamental circumstance for the beginning of the main discussion of all the dialogue in the Protagoras work. This work consists of a bibliographical research, in which we will use the conception of Paideia related to the myth of Prometheus with emphasis in the work Protagoras of Plato. We divide the work into three chapters that have a gradual construction, characterizing between them the notion of areta - virtue; from its cosmogonic conception to its foundation in the Socrates dialogues, in which it is possible to perceive the dialectics and the sophistry that are mixed, composing the whole scene of the thought of the time. Our first intention is not a technical approach in relation to the essential themes of ancient philosophy, but rather, an introduction in which, in the first moment, we will lead the reader to the appearance of the attic period until Hellenism, passing through tragediographers that exalted the image of the hero - like Prometheus, expressed by the manifestation of the Greek theater that represented the instrument of Paideia in Ancient Greece. Next, we direct the study to the understanding of the myth of Prometheus quoted by Protagoras in the homonymous dialogue. After the presentation and analysis of the work Prometheus Bound, one of the most important pieces written by Aeschylus, we have in the final part of this work the conduction of the dialogue of Protagoras and Socrates described by Plato. In this final part, we seek to clarify the relationship between Prometheus and areté, as a tempting sophistry of using the myth [digression of discourse] in favor of arguments about the nature of virtue, which will be the subject of discussion in the whole work, where both dialogues would change positions due to the rough form of the arguments presented in most of the text.
Keywords: Areté
Prometeu (Personagem mitológico)
Platão - Crítica e interpretação
Protágoras
Heróis - Mitologia
Tragédia
Prometheus
Plato
Hero
Tragedy
Filosofia
Grécia (Tragédia)
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Filosofia
Quote: ALMEIDA JÚNIOR, José Donizett de. Da poética à filosofia: o herói trágico em Prometeu e seu aspecto histórico na fundamentação da virtude no diálogo protágoras de Platão - 2017. 102 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
Document identifier: .
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20698
Date of defense: 9-Jun-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PoeticaFilosofiaHeroi.pdfDissertação1.4 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.