Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20387
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: O estresse e sua relação com o desempenho acadêmico: um estudo com graduandos de Ciências Contábeis e Administração
Alternate title (s): Stress its and relationship with academic performance: a study academic Sciences Accounting and Administration
Author: Silva, Taís Duarte
First Advisor: Pereira, Janser Moura
First coorientator: Miranda, Gilberto José
Third member of the Committee: Zarife, Pricila de Sousa
Summary: A trajetória de um universitário inicia-se pelo ingresso no ensino superior, o qual é marcado pela escolha da profissão e envolve inúmeros desafios, que por vezes impõem a necessidade de intensas adaptações. Esse processo de transformações compreende não somente questões acadêmicas, uma vez que abrange sua vida nos mais diversos aspectos. Diante disto, estudos das mais diversas áreas têm apontando a incidência de adversidades psicológicas no período universitário, dentre as quais destaca-se o estresse. Tal fenômeno tem sido investigado principalmente em relação a suas causas e possíveis implicações no ambiente acadêmico. Nesse cenário, situa-se a proposta deste estudo, o qual objetivou investigar a relação do estresse com o desempenho acadêmico em graduandos de Ciências Contábeis e Administração, em uma instituição de ensino superior pública federal. Para cumprir tal objetivo investigaram-se 684 estudantes, sendo 59,94% do curso de Ciências Contábeis e 40,05% do curso de Administração. Por meio da análise descritiva, verificou-se que 51,17% dos respondentes se encontram altamente estressados. Para averiguar possíveis fatores relacionados com o nível de estresse, utilizou-se a análise de regressão linear múltipla. Dentre os resultados encontrados destaca-se a relação significativa das variáveis sexo e renda, evidenciando que estudantes do sexo feminino e com menor renda familiar, apresentaram maiores níveis de estresse. Ressalta-se ainda a falta de motivação, que está entre os estressores mais frequentes e que apresentou relação significativa positiva com o estresse. Para avaliar a relação do estresse com o desempenho acadêmico dos alunos, realizou-se o teste de correlação de Spearman, o qual evidenciou relação negativa, porém não significativa. Adicionalmente verificou-se também que as variáveis renda e horas de estudo apresentam relação significativa com o desempenho dos estudantes. Os achados evidenciam que o estresse é notório, porém não apresentou relação com o desempenho acadêmico dos estudantes. Portanto, é preciso direcionar a atenção aos principais elementos que se relacionam com o estresse, visto que este, em demasia, pode gerar implicações diversas na vida dos estudantes.
Abstract: The trajectory of a university student begins by entering higher education, which is marked by the choice of profession and it involves numerous challenges that impose the need to adapt to intense changes. This process of transformation comprises not only academic aspects, as it covers their life in many aspects. Thus, studies from diverse areas have pointed out the incidence of psychological adversities in the period of study, such as stress. This phenomenon has been investigated mainly in relation to its causes and possible implications in the academic environment. In this scenario, the purpose of this study was to investigate the relationship between stress and academic performance in undergraduate students of Accounting Sciences and Administration at a federal public higher education institution. In order to fulfill this objective, it investigated 684 students: 59.94% of Accounting Sciences and 40.05% of Administration. Through a descriptive analysis, it verified that 51.17% of the respondents are highly stressed. It used multiple linear regression analysis to investigate possible factors that could relate to the level of stress. Among the results, there is a significant relationship between the variables gender and income, showing that female students with lower family income had higher levels of stress; and the lack of motivation, which is among the most frequent stressors and it presented a significant and directly proportional relation with stress. To evaluate the relationship between stress and students’ academic performance, it used the Spearman correlation test, which showed a negative, but not significant relationship. Moreover, the variables income and hours of study present a significant relationship with student performance. The findings show that the stress is notorious, but it was not related to the students’ academic performance. Therefore, it is necessary to focus on the main elements related to stress, because in excess it may have diverse consequences in students' lives.
Keywords: Estresse
Stress
Estressores
Stressors
Desempenho acadêmico
Academic performance
Universitários
University students
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis
Quote: SILVA, T. D. O estresse e sua relação com o desempenho acadêmico: um estudo com graduandos de Ciências Contábeis e Administração. 2017. 89 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2018.44
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/20387
Date of defense: 15-Dec-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EstresseRelaçãoDesempenho.pdf2.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.