Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19576
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Mapeamento da suscetibilidade à inundação na bacia hidrográfica do ribeirão da fábrica, município de Patos de Minas - MG /
metadata.dc.creator: Nogueira, Tallita Pereira Nakanami
metadata.dc.contributor.advisor1: Rosa, Roberto
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Hudson de Paula
metadata.dc.contributor.referee2: Santos, Júlio César Neves dos
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho objetivou analisar as características morfométricas e elaborar mapas temáticos (hipsometria, declividade, uso da terra e cobertura vegetal nativa) da bacia hidrográfica do ribeirão da Fábrica, localizada no município de Patos de Minas - MG, com vistas ao mapeamento de áreas suscetíveis à inundação. Para o diagnóstico das condições morfométricas da área de estudo, a mesma foi dividida em três sub-bacias: ribeirão da Fábrica (SBRF), córrego canavial (SBCC) e córrego do Monjolo (SBMJ). Os resultados apresentados demonstraram que a bacia hidrográfica do ribeirão da Fábrica não possui tendência à inundação, no entanto, em análise aos resultados de declividade média e sinuosidade dos cursos d’água, o ribeirão da Fábrica apresentou formato retilíneo, localizado em área plana, diferentemente de seus tributários, que possuem declividades maiores. Este fator aliado à urbanização e impermeabilização da área favorece o aumento do escoamento superficial e ocorrência de inundações de intensidade mediana neste local. Para obtenção do mapa de áreas suscetíveis a inundação foi integrado, no ArcGIS, os mapas temáticos, cujas classes identificadas em cada variável foram reclassificadas em notas de 0 a 10 de acordo com o nível de suscetibilidade à inundação. Para a reclassificação da variável de uso da terra e cobertura vegetal nativa foi utilizado como referência uma adaptação do Método do Número da Curva de Escoamento, que correlaciona o uso do solo e a resposta hidrológica. A identificação das áreas suscetíveis à inundação foi obtida por meio da aplicação do método Analytic Hierarchy Process – AHP, proposto por Tomas L. Saaty, em que foi realizado o julgamento dos elementos par a par em uma matriz de comparação, sendo gerado um modelo matemático utilizado para o cruzamento dos mapas temáticos. Essa metodologia possibilitou a elaboração de dois cenários, sendo considerada ora a declividade mais fortemente importante que a hipsometria (cenário 1) e ora o contrário (cenário 2). Em análise as ocorrências de inundações registradas na área de estudo, o cenário 2 foi o que melhor representou espacialmente as áreas suscetíveis à inundação, sendo divididas em 05 classes: muito baixa, baixa, média, alta e muito alta. A avaliação do cenário 2 permitiu inferir que a bacia possui média suscetibilidade a inundação (24,18%), sendo essa porcentagem próxima da classe alta (21, 05%) e baixa (21,72%). Em menor representatividade, foram identificadas as classes muito baixa e muito alta, sendo, esta última (18,57%) considerada como mais importante na análise do fator de inundação. A análise morfométrica e o mapeamento das áreas suscetíveis à inundação (classificada como muito alta) se complementaram, apresentando correlação direta com algumas áreas onde já haviam ocorrido inundações, principalmente nas regiões urbanizadas e planas. Verificou-se que as ocorrências de inundações no município são esporádicas, e que a bacia possui disposição a concentrar maior volume de água em áreas com declividade e altitudes baixas.
Abstract: The objective of this study was to analyze the morphometric characteristics and elaborate thematic maps (hypsometry, declivity, land use, and native vegetal coverage) of the Fabrica Creek, located in municipality of Patos de Minas City – MG, with focus on mapping flood susceptible areas. In order to diagnose the morphometric conditions, the area of study was divided in three sub- basins: Fabrica Creek (SBRF), Canavial Brook (SBCC) and Monjolo Brook (SBMJ). The results presented show that Fabrica Creek doesn’t have flooding tendencies, nevertheless, by analyzing the results of the average declivity and sinuosity of the water courses, the same Creek presented rectilinear format, located in a flat area, differently from its tributaries, which possess bigger declivities. This factor, combined with the urbanization and waterproofing, favor the raise of the superficial outflow and the occurrence of mid-intensity flood in that place. To obtain the flood susceptible areas map, it was integrated to ArcGIS the thematic maps, whose classes, identified in each variable, were reclassified in 0 to 10 scores, depending on the level of the flood susceptibility. To reclassify the variable regarding the land use and native vegetal coverage, an adaptation of the Flow Curve Number Method, which correlates the soil use and hydrologic response was utilized. The identification of flood susceptible areas was obtained through the application of the Analytic Hierarchy Process – AHP, proposed by Thomas L. Saaty, in which the analysis of the elements was carried out in pairs in a comparison matrix, what generated a mathematic model utilized to cross the thematic maps. This methodology enabled the elaboration of two scenarios, being considered sometimes the declivity with considerable higher importance than hypsometry (scenario 1), and sometimes the opposite (scenario 2). While analyzing the occurrences of flooding registered in the area of study, the scenario 2 represented better the space of flood susceptible areas, being divided in 05 classes: very low, low, medium, high and very high. The evaluation of scenario 2 allowed to infer that the basin has an average flood susceptibility (24,18%), being this percentage close to the high class (21,05%) and the low class (21,72%). In a lesser degree of representativeness, the classes very low and very high were identified, with this last class (18,57%) being considered as the most important for the analysis of the flooding factor. The morphometric analysis and the mapping of flood susceptible areas (classified as very high) complemented themselves, presenting a direct correlation with some areas, where some floods had occurred, mainly in urbanized and flat regions. It was verified that flood occurrences in the city council were sporadic, and that the basin has a disposition of concentrating a higher volume of water in areas with low declivity and altitudes.
Keywords: Qualidade ambiental
Inundações
Bacias hidrográficas
Geoprocessamento
Método AHP
Drainage basin
Flood
Geoprocessing
AHP method
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Qualidade Ambiental
Citation: NOGUEIRA, Tallita Pereira Nakanami. Mapeamento da suscetibilidade à inundação na bacia hidrográfica do ribeirão da fábrica, município de Patos de Minas - MG. 2017. 123 f. Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente e Qualidade Ambiental) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19576
Issue Date: 30-Mar-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Qualidade Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MapeamentoSuscetibilidadeInundacao.pdfDissertação9.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.