Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19383
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A educação pela higiene: controle social, concepções de civilidade e cidadania. Uberabinha-MG na Primeira República
metadata.dc.creator: Ching, Handel Carrera
metadata.dc.contributor.advisor1: Carvalho, Carlos Henrique de
metadata.dc.contributor.referee1: Gonçalves Neto, Wenceslau
metadata.dc.contributor.referee2: Vieira, Flávio César Freitas
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como objetivo a ampliação das discussões sobre as representações sobre os projetos de cidadania da então recém-criada República - dentre suas várias facetas, priorizamos a higiene e a educação. A República trouxe consigo os ideais liberais de liberdade, igualdade e fraternidade do cidadão, era preciso, então, alcançar todas as camadas da população e alfabetizá-las. Assim a educação e a higienização, representadas como base de uma sociedade civilizada, passam a ter um papel profético de fazer do Brasil um país respeitado e culto, através delas o Brasil caminharia nas sendas do progresso, dando um passo adiante na evolução da humanidade e, deixaria para trás as mazelas e atrasos, que eram entendidas como frutos do Regime Imperial. Buscava-se criar um espírito de povo no Brasil, nacionalista e cívico. A civilidade, portanto, era entendida como processo necessário para a constituição do povo brasileiro, logo, como consolidação da República. Esta pesquisa se faz necessária, pois aprofunda na discussão do ordenamento e racionalização do espaço urbano de Uberabinha, bem como as mudanças nas práticas culturais da população e como a educação foi usada para intervir nesse processo. Nossa metodologia foi a análise e interpretação dos documentos oficiais, como as Atas da Câmara municipal de Uberabinha, Código de Posturas e Relatórios de Inspeção, bem como os discursos travados pela imprensa uberabinhense, 1898 a 1920. Os cortes geográfico e cronológico são feitos para melhor análise, porém são propostos com o cuidado de não desvincular a história regional do contexto da História da Educação brasileira. Toda essa discussão sobre a organização e racionalização da urbe através da educação e da higienização também é encontrada no Legislativo de Uberabinha. As elites municipais confiavam nas instituições de ensino como o caminho para o progresso da cidade. Não por acaso, as primeiras leis do município de Uberabinha em 1892 são relacionadas à educação e esse esforço legislativo- educacional persiste até 1899, quando da última reforma do Regimento Escolar do município. Além dessas análises, as atas do legislativo e os artigos da imprensa local, permitem também que percebamos quais eram os discursos e embates travados pelas elites uberabinhenses durante a Primeira República brasileira. Esses choques de ideais eram lutas para colocar em prática projetos distintos para a sociedade brasileira, de um lado havia os oligarcas e do outro os industriais, conservadores e liberais que discutiam qual o melhor caminho a trilhar.
Notes: Palavras-chave criadas pelo pesquisador do Projeto PROGRAD/DIREN/UFU 2016-2017 Historiografia e pesquisa discente: as monografias dos graduandos em História da UFU.
Keywords: Cidadania
Educação
Primeira República
Uberabinha
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: CHING, Handel Carrera. A educação pela higiene: controle social, concepções de civilidade e cidadania. Uberabinha-MG na Primeira República. 2007. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Curso de História, Instituto de História, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19383
Issue Date: 2007
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EducacaoHigieneControle.pdfTCC9.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.