Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19132
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Experiências de migrantes nordestinos em Uberlândia: estranhamentos, preconceitos e estratégias de pertencimento
Other Titles: Northeastern migrant experiences in Uberlândia: estrangement, prejudice and strategies of belonging
metadata.dc.creator: Araújo, Ilze Arduini de
metadata.dc.contributor.advisor1: Fiuza, Sandra Alves
metadata.dc.contributor.referee1: Dantas, Sandra Mara
metadata.dc.contributor.referee2: Sousa Neto, Miguel Rodrigues de
metadata.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho é refletir sobre as relações sociais entre migrantes nordestinos e os moradores da cidade de Uberlândia, Minas Gerais e analisar a situação sociocultural desses migrantes, bem como as condições de aceitação ou rejeição social vividas por eles, como, por exemplo, os estigmas e estereótipos. Esses são construídos, muitas vezes, a partir de uma associação da região Nordeste e da sua população com miséria, seca, atraso, violência e inferioridade. A metodologia usada para este estudo foi a história oral, pois acreditamos na importância de se trabalhar com depoimentos dos próprios nordestinos. O momento da entrevista, no qual os depoentes narram e interpretam suas experiências de vida é ímpar, pois além de nos possibilitar ouvir aqueles que foram por muito tempo excluídos e silenciados pela história oficial, transforma-se também em um espaço privilegiado para a expressão de suas angústias e de seus anseios. Para as entrevistas, foram selecionados depoimentos de migrantes de diferentes perfis: trabalhadores assalariados, diaristas, aposentados, além de profissionais liberais, que são considerados pessoas “bem sucedidas” em Uberlândia como professores universitários e empresários. A partir do discurso desses nordestinos entrevistados, procuramos compreender diversos aspectos, dentre eles, que visão eles têm de si mesmos, como se sentem em relação a outras práticas culturais, como cada um deles sente o olhar do outro, no que se refere à sua origem, como vivem em Uberlândia, como têm ou não enfrentado preconceitos e de que forma têm reagido a essas situações. Pelo fato de nos sentirmos incomodados com a presença em Uberlândia do preconceito velado, e às vezes explicitado, contra os nordestinos, resolvemos pesquisar esse tema. Assim, acreditamos que este trabalho possa contribuir para que o leitor conheça um pouco mais sobre a história dessa gente e retire, quando houver, o véu do preconceito com relação ao nordestino, respeitando suas diferenças.
Keywords: Migração
Nordestino
Estereótipos
Preconceito
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: ARAUJO, Ilze Arduini de. Experiências de migrantes nordestinos em Uberlândia: estranhamentos, preconceitos e estratégias de pertencimento. 2008. 110 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/19132
Issue Date: 2008
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ExperienciasMigrantesNordestinos.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.