Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18727
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Escola Normal: história e memória de mulheres - Uberlândia - Anos 60
metadata.dc.creator: Domingos, Betânia Régia
metadata.dc.contributor.advisor1: Sousa, Vera Lúcia Puga de
metadata.dc.contributor.referee1: Borges, Dulcina Tereza Bonati
metadata.dc.contributor.referee2: Simonini, Giselda da Costa Silva
metadata.dc.description.resumo: O objeto de estudo deste trabalho é o Colégio Nossa Senhora de Uberlândia durante a década de 1960 a fim de construir parte da história das mulheres que faziam o curso Normal naquela instituição. Era um colégio religioso e elitista que preparava as moças da "nata" da sociedade para serem perfeitas esposas e mães, muito mais do que professoras primárias. Possuía os regimes de externato, semi-internato e internato, possibilitando assim, um grande número de documentos sobre o colégio, principalmente aqueles que regiam a disciplina - a punição, o prêmio, e o vigiar - constante nas normas às quais as alunas estavam submetidas. A década em questão era um momento permeado de muitas controvérsias. Por um lado, todo um conjunto de regras e reafirmação dos valores morais e por outro, as tentativas de "libertação" dos jovens imersos nessas normas que se faziam tão rígidas. Na elaboração do trabalho contou-se com fontes orais, documentos oficiais da escola, periódicos como o "Correio de Uberlândia" da década de 60 e bibliografia temática, além de fundamentos teóricos relativos ao assunto. A apresentação da pesquisa se divide em três capítulos: o primeiro apresenta fatos sociais, econômicos, políticos e educacionais que marcaram a memória coletiva da sociedade a fim de contextualizar os anos 60. Acompanhando esses fatos, fez-se uma abordagem da história de Uberlândia e do Colégio Nossa Senhora, sem esquecer-se de algumas questões educacionais importantes, como por exemplo, a LDB de 1961. O segundo capítulo apresenta o currículo obrigatório e as disciplinas ligadas à preparação das futuras esposas e mães da sociedade uberlandense mostrando o quanto era restrito a escolha de cursos, sejam eles secundário ou superior para as mulheres da época. Descreve-se o cotidiano do colégio na expectativa de mostrar como as normas faziam "docilizar" as alunas a fim de reafirmar o papel da mulher na sociedade. O terceiro e último capítulo analisa as opções profissionais que as ex-alunas entrevistadas tiveram durante suas vidas. Por fazer-se uma história dessas mulheres, relacionando-as com as condições masculinas, é importante ressaltar as questões sobre gênero.
Notes: Palavras-chave e resumo criados pelo pesquisador do Projeto PROGRAD/DIREN/UFU 2016-2017 Historiografia e pesquisa discente: as monografias dos graduandos em História da UFU.
Keywords: Educação
Gênero
Uberlândia
Anos 60
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Citation: DOMINGOS, Betânia Régia. Escola Normal: história e memória de mulheres. Uberlândia – Anos 60. 100 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação de História) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2000.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18727
Issue Date: 2000
Appears in Collections:TCC - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EscolaNormalHistoria.pdfTCC5.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.