Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18650
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Condições de trabalho do professor universitário: influências do modelo de organização da produção a partir de 2002
Author: Franco, Alessandra Aparecida
First Advisor: França, Robson Luiz de
First member of the Committee: Abrão, Larissa Guimarães Martins
Second member of the Committee: Carvalho, Luciana Beatriz de Oliveira Bar de
Third member of the Committee: Previtali, Fabiane Santana
Fourth member of the Committee: Lima, Antônio Bosco de
Summary: Inserida na Linha de Pesquisa “Trabalho, Sociedade e Educação” do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia, nossa tese é de que as condições de trabalho do professor universitário tiveram impacto considerável do modelo de organização da produção, a partir do ano 2002. Nesse sentido, tem como objeto de estudo as atuais condições do trabalho do docente no ensino superior, assim como os problemas identitários que pressionam o docente em tal ambiente. Os reflexos de todo o cenário instalado a partir dos moldes globais merecem ser compreendidos, sob a égide da profissão docente, face a uma realidade marcada pela desprofissionalização, desvalorização, desqualificação e proleratização da profissão, configurando-se definitivamente na perda da identidade docente. No âmbito dessas questões, requere-se estabelecer uma pauta única de discussões, para repensar a educação como meio importante das constantes mudanças que ocorrem no mundo produtivo. Este trabalho teve por objetivo pesquisar, junto aos docentes da Instituição de Ensino Superior Pública Federal de Ituiutaba – FACIP/UFU, a influência das recorrências da evolução da organização do trabalho e o consequente impacto na reestruturação das Universidades Federais no que se refere à formação profissional dos egressos dos cursos de graduação entre os anos de 2002 e 2014. Para atingir o propósito da pesquisa, definiu-se como objetivos específicos: i) debater a expansão do capitalismo no mundo, como origem da reestruturação da produção e do trabalho a partir do ano 2002; ii) analisar e discutir os impactos da mudança do modelo de organização da produção e do trabalho sobre a profissão docente, a partir do ano de 2002; iii) refletir sobre a necessidade de pesquisas acerca da educação, notadamente sobre a valorização do docente. A pesquisa exploratória quali-quantitativa com 48 docentes da Universidade aconteceu no período de 01 de agosto a 30 de setembro de 2016. Os resultados corroboraram com a tese, revelando que na visão dos pesquisados uma das principais influências das novas formas de organizar a produção e o trabalho, a partir do ano 2002, ditadas pelo modelo capitalista/toyotista, é redução da matriz de empregos no Brasil. Também revelaram que as características profissionais exigidas dos indivíduos e a necessidade destes de correr atrás de uma vaga de emprego, despertaram nos mesmos a consciência de que somente uma melhor formação e qualificação constante farão a sua diferença. Para os pesquisados, um dos principais problemas gerados pelo sistema capitalista, que reflete nas funções docentes, está relacionado com a incapacidade do Sistema de Ensino como um todo, mesmo sob a pressão do complexo sistema – Estado e Sistema Produtivo –, em produzir força de trabalho e tecnologias com a mesma velocidade exigida pelo mundo produtivo. Conclusivamente, ficou evidente que o mundo produtivo direciona os objetivos do Sistema de Ensino, orientando o Estado na definição de suas políticas; rege os objetivos das Instituições Educacionais e dos docentes, ingerindo e orientando na formação da mão de obra e no direcionamento de pesquisas.
Abstract: Inserted in the research line "Work, Society and Education" of the program of graduate studies in Education at the Universidade Federal de Uberlândia, this thesis argues that the working conditions of the University professor had considerable impact of the model of organization of production, from the year of 2002. In this sense, the object of study is the current work conditions of teaching staff in higher education, as well as the identity issues pressing the teacher in such an environment. The reflections of all installed scenario from the global templates deserve to be included, under the aegis of the teaching profession in the face of a reality marked by deprofessionalization, devaluation, disqualification and proletarianization of the profession by setting definitely in the loss of identity. In the context of these issues, it is important to establish a unique discussion board, to rethink education as important means of the constant changes that occur in the productive world. This study aimed to search, with the teachers of the Federal public institution of higher learning of Ituiutaba – FACIP/UFU, the influence of the recurrences of the evolution of the Organization of work and the consequent impact on the restructuring of Federal universities with regard to vocational training of graduates of degree courses, between the years of 2002 and 2014. To achieve the purpose of the survey, there were defined as specific objectives: i) discussing the expansion of capitalism in the world, as the source of the restructuring of production and work from the year of 2002; ii) analyzing and discussing the impacts of the change of the model of organization of production and work on the teaching profession, from the year 2002; iii) reflect on the need for research on the education, notably on the development of teaching. The quali-quantitative exploratory research with 48 faculty members of the University happened during the period from 01 August to 30 September 2016. The results corroborate with the thesis, revealing that in the view of the surveyed one of the main influences of new ways of organising production and work, from the year 2002, dictated by the capitalist/toyotist model, is reducing the matrix of jobs in Brazil. They also revealed that the professional features required of individuals and the need of chasing a job vacancy awoke in the same consciousness that only better training and constant qualification will make your difference. For the respondents, one of the major problems generated by the capitalist system, which reflects on the roles of teachers, is related to the inability of the educational System as a whole, even under the pressure of the complex system state and system of production, in producing workforce and technologies with the same speed required by the productive world. Conclusively, it became apparent that the productive world directs the objectives of the education system, guiding the State in defining its policies; governs the goals of educational institutions and teachers, ingesting and guiding in the training of the workforce and in the directions of researches.
Keywords: Educação
Professores universitários
Professores universitários - Satisfação no trabalho
Educação e Estado - Ituiutaba (MG)
Condições de Trabalho
Modelo de Organização e Produção
FACIP
Work Conditions
Model of Organization and Production
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Educação
Quote: FRANCO, Alessandra Aparecida. Condições de trabalho do professor universitário: influências do modelo de organização da produção a partir de 2002. 2016. 179 p. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18650
Date of defense: 21-Feb-2017
Appears in Collections:TESE - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CondicaoTrabalhoProfessor.pdfTese3.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.