Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18388
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A notificação compulsória da violência e seus desafios no processo de trabalho dos profissionais de saúde das unidades básicas de saúde da família em Uberlândia/MG
metadata.dc.creator: Crovato, Cristina Apparecida dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Bonito, Rosuita Frattari
metadata.dc.contributor.referee1: Querino, Rosimar Alves
metadata.dc.contributor.referee2: Teixeira, Flávia do Bonsucesso
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho teve como preocupação central compreender como diferentes elementos poderiam estar relacionados aos desafios da efetivação da Notificação Compulsória da Violência (NCV) na Estratégia da Saúde da Família no município de Uberlândia/MG. Iniciamos por realizar a revisão sistemática de literatura na qual buscou-se compreender quais discursos sobre a notificação compulsória da violência circularam nos periódicos brasileiros da área de saúde entre os anos de 2006-2015. Desse fato decorreu a decisão de apresentar o trabalho no modelo trabalho equivalente, sendo que a Revisão Sistemática constituiu o primeiro artigo intitulado: Samba de uma nota só: revisão sistemática da literatura sobre notificação compulsória da violência na área da saúde. Na produção analisada, a evidência da subnotificação e o despreparo/desinteresse dos profissionais dos serviços para a notificação pareciam formar alguns consensos para aqueles que trabalham/pesquisam nos serviços de saúde. A questão da formação e educação permanente para lidar com a temática na ESF tornou-se então o problema a ser investigado no desdobramento da pesquisa. O universo da pesquisa foi composto pelos profissionais enfermeiros e médicos das 72 Equipes de Saúde da Família cadastrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e efetivamente implantadas até dezembro de 2015. Como instrumento de coleta utilizou-se um questionário semiestruturado, autoaplicado. A decisão de elaborar um segundo artigo priorizando as respostas dos profissionais da enfermagem que atuam nas equipes foi justificada pelo reconhecimento de que pesquisadores oriundos da graduação em enfermagem seriam os principais autores dos artigos identificados na revisão, o que apontaria para a pertinência do tema na área, e também, o reconhecimento da posição do enfermeiro como coordenador do cuidado na APS neste município. Dessa escolha derivou o segundo artigo intitulado: Notificação Compulsória da Violência na estratégia Saúde da Família: conhecimentos e práticas de profissionais de Enfermagem em Uberlândia. O despreparo/desconhecimento reiterado nos resultados não seria uma simples retórica, mas produto de um processo mais amplo da ausência da temática na formação/capacitação dos profissionais. Urge a criação de estratégias que permitam a inclusão da violência como agravo importante para a saúde pública e, em especial a notificação compulsória da violência, como temáticas prioritárias nos cursos de graduação em enfermagem como mecanismos para enfrentamento do fenômeno.
Abstract: The main concern of this study was to understand how different elements could be related to the challenges of the implementation of the Compulsory Notification of Violence (NCV) in the Strategy of Family Health in the city of Uberlândia / MG. We began by performing the systematic review of literature in which we sought to understand which discourses on compulsory notification of violence circulated in Brazilian health journals between the years 2006-2015. From this fact, the decision to present the work in the equivalent work model was made, and the Systematic Review constituted the first article entitled: One note samba: systematic review of the literature on compulsory notification of violence in the health area. In the analyzed production, the evidence of underreporting and the unpreparedness/lack of interest of service professionals for the notification seemed to form some consensus for those who work/research in the health services. The question of the preparation to deal with the subject in the FHT then became our problem to be investigated in the unfolding of the research. The research universe was composed of nurses and physicians from the 72 Family Health Teams enrolled in the National Registry of Health Establishments (CNES) and effectively implemented until December 2015 A semi-structured, self-administered questionnaire was used as a collection tool. The decision to elaborate a second article prioritizing the responses of the nursing professionals who work in the teams was justified by the recognition that researchers from nursing undergraduates would be the main authors of the articles identified in the review, which would point to the pertinence of the theme in the area and the recognition of the position of the nurse as caregiver in this municipality. From this choice came the second article entitled: Compulsory Notification of Violence in the Family Health Strategy: knowledge and practices of nursing professionals in Uberlândia. The repeated unpreparedness/lack of knowledge in the results would not be a mere rhetoric, but a product of a broader process of the absence of the theme in the training/qualification of professionals. Combining the elements discussed in the research, we believe that it is urgent to create strategies that allow the inclusion as a priority theme in nursing undergraduate courses, the issue of violence as a health problem and its coping mechanisms.
Keywords: Geografia
Geografia médica - Uberlândia (MG)
Família - Saúde e higiene - Uberlândia (MG)
Notificação compulsória
Violência
Serviços de saúde
Atenção Primária em Saúde
Disease notification
Health services
Violence
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)
Citation: CROVATO, Cristina Apparecida dos Santos. A notificação compulsória da violência e seus desafios no processo de trabalho dos profissionais de saúde das unidades básicas de saúde da família em Uberlândia/MG. 2017. 97 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18388
Issue Date: 23-Mar-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NotificacaoCompulsoriaViolencia.pdfDissertação16.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.