Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18263
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Perfil de sensibilização alergênica em crianças e adolescentes com dermatite atópica moderada e grave
Author: Cheik, Marina Fernandes Almeida
First Advisor: Silva Segundo, Gesmar Rodrigues
First member of the Committee: Silveira, Hélio Lopes
Second member of the Committee: Almeida, Karine Cristine de
Summary: A dermatite atópica (DA) é uma doença inflamatória crônica da pele, que atinge cerca de 10 a 20% das crianças. Em alguns casos, os alérgenos alimentares podem atuar como desencadeantes e influenciar na gravidade do quadro de dermatite, entretanto, o papel dos aerolérgenos na patogênese da DA permanece incerto. O presente estudo avaliou crianças e adolescentes com DA moderada e grave, atendidos no serviço de Alergia e Imunologia Pediátrica da Universidade Federal de Uberlândia, para identificar o perfil de sensibilização alergênica desses pacientes. Esta avaliação foi realizada por meio de testes cutâneos ou dosagem de IgE específica sérica para alimentos e aeroalérgenos. O teste de provocação oral foi executado em casos com indicação específica. Selecionou-se 60 pacientes com DA moderada e grave, com uma mediana de idade de 61 meses, sendo 62% do gênero feminino. A presença de comorbidades alérgicas ocorreu em 78% dos pacientes e a história familiar de atopia, em 70%. A grande maioria da amostra apresentou alguma sensibilização (79%) aos alérgenos pesquisados, de modo que a inalatória (70%) foi mais frequente que a alimentar (25%). Entre os testes positivos para alimentos, o ovo de galinha foi o mais encontrado (73%), enquanto a positividade a, pelo menos, um ácaro da poeira domiciliar foi observada em todos os pacientes com sensibilização inalatória. Pacientes com sensibilização alimentar foram, em média, mais novos (37 meses), do que aqueles com sensibilização inalatória (84 meses). Apenas 15% apresentou reatividade clínica comprovada por testes de provocação oral. Portanto, os ácaros da poeira domiciliar são os alérgenos mais envolvidos na sensibilização dos pacientes com dermatite atópica moderada e grave, principalmente em crianças mais velhas e adolescentes. A sensibilização a alimentos, em especial ao ovo de galinha, tende a ocorrer, principalmente, em lactentes com DA moderada e grave. A alergia alimentar parece estar envolvida em um número restrito de pacientes com DA, sendo que a suspeita torna-se mais evidente nos casos de difícil controle, a despeito do tratamento convencional.
Abstract: Atopic dermatitis (AD) is a chronic inflammatory skin disease that affects about 10-20% of children. In some cases, food allergens may act as a trigger and influence the severity of the dermatitis, however, the role of inhaled allergens in the pathogenesis of AD remains unclear. The present study evaluated children and adolescents with moderate to severe AD, treated at the Allergy and Immunology Pediatric Service of the Federal University of Uberlândia, to identify the allergen sensitization profile of these patients. This evaluation was performed through skin tests or serum specific IgE levels for food and inhaled allergens. The oral challenge test was performed in cases with specific indication. Was selected 60 patients with moderate to severe AD, with a median age of 61 months, and 62% female. The presence of allergic comorbidities occurred in 78% of patients and family history of atopy, 70%. The most of the sample had some sensitization (79%) to allergens tested, so that inhaled (70%) was more frequent than the food (25%). Of the positive tests for food, chicken egg was most frequently found (73%), while the positivity to at least one dust mites was observed in all patients with inhaled sensitization. Children with food sensitization were on average younger (37 months) than those with aeroallergen sensitivity (84 months). Only 15% had clinical reactivity to food confirmed by oral provocation tests. Therefore, the house dust mites are the most allergens involved in the sensitization of patients with moderate to severe atopic dermatitis, especially in older children and adolescents. Sensitization to food, especially the chicken egg, tends to occur mainly in infants with moderate to severe AD. The food allergy appears to be involved in a limited number of patients with AD, and that the suspicion becomes more evident in difficult to control cases, despite conventional treatment.
Keywords: Ciências médicas
Dermatite atópica
Alergia a alimentos
Alergia em crianças
Sensibilização
Alérgenos alimentares e inalatórios
Testes cutâneos
Teste de provocação oral
Atopic dermatitis
Sensitization
Food and inhalant allergens
Skin tests
Oral challenge test
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Quote: CHEIK, Marina Fernandes Almeida. Perfil de sensibilização alergênica em crianças e adolescentes com dermatite atópica moderada e grave. 2016. 64 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18263
Date of defense: 26-Feb-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PerfilSensibilizacaoAlergenica.pdfDissertação10.58 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.