Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18049
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Relação neutrófilo/linfócito como ferramenta prognóstica em pacientes com câncer de mama
metadata.dc.creator: Faria, Sara Socorro
metadata.dc.contributor.advisor1: Fernandes Júnior, Paulo César
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Marcelo José Barbosa
metadata.dc.contributor.referee1: Murta, Eddie Fernando Candido
metadata.dc.contributor.referee2: Prado Filho, Francisco Cyro Reis de Campos
metadata.dc.description.resumo: Introdução: O câncer de mama é um importante problema de saúde pública, pois é o mais incidente em mulheres e o que apresenta maior taxa de mortalidade. A detecção precoce desta neoplasia é importante para o tratamento e um dos fatores fundamentais para seu prognóstico é a presença de metástases para os linfonodos axilares. A descoberta de novos marcadores moleculares e imunológicos, como ferramentas no diagnóstico, prognóstico e tratamento do câncer, é de extrema importância. A inflamação crônica está envolvida em todos os estágios de carcinogênese. Objetivos: O presente estudo objetivou estimar a sobrevida global em dez anos em função da relação neutrófilo/linfócito em pacientes submetidas à mastectomia ou quadrantectomia, no período de 1995 a 2004. Métodos: Foram selecionadas pacientes com câncer de mama, matriculadas no Hospital Araújo Jorge, Goiânia, Goiás, diagnosticadas entre 1/1/1995 e 31/12/2004. Resultados: Foram incluídas no estudo 1290 pacientes. Pacientes que apresentaram RNL<1,415 tiveram melhor sobrevida (54,55%), quando comparadas àquelas com RNL>3,175 (35,46%). Pacientes portadoras do carcinoma triplo-negativo e com NLR>3,175 tiveram pior sobrevida global em cinco anos (p=0,002). Na análise multivariada, idade ao diagnóstico, linfonodos comprometidos, estadiamento (N), relação neutrófilo/linfócito e relação linfócito/monócito foram as variáveis prognósticas independentes na sobrevida desta coorte de pacientes. Conclusão: A sobrevida global em dez anos, com casos diagnosticados no período entre 1995 a 2004, em função da relação neutrófilo/linfócito (RNL<1,415) foi de 54,55% e para RNL>3,175, 35,46%. Estes resultados indicam um potencial papel das células inflamatórias e imunológicas circulantes, como possíveis marcadores prognósticos nesta população.
Abstract: Introduction: Breast cancer is an important public health problem because it is the most frequent in women and the one with the highest mortality rate. Early detection of this neoplasm is important for treatment and one of the key factors for its prognosis is the presence of metastases to the axillary lymph nodes. The discovery of new molecular and immunological markers, as tools in the diagnosis, prognosis and treatment of cancer, is of extreme importance. Chronic inflammation is involved in all stages of carcinogenesis. Aims: The present study aimed to estimate overall survival in five and ten years as a function of neutrophil to lymphocyte ratio in patients submitted to mastectomy or quadrantectomy, from 1995 to 2004. Methods: Patients with breast cancer enrolled in the Hospital Araujo Jorge, Goiania, Goias, diagnosed between 1/1/1995 and 12/31/2004. Results: 1290 patients were included in the study. Patients who presented RNL <1.415 had better survival (54.55%), when compared to those with RNL>3.175 (35.46%). Patients with triple-negative carcinoma and with NLR>3.175 had worse overall survival in five years (p = 0.002). In the multivariate analysis, age at diagnosis, compromised lymph nodes, staging (N), neutrophil to lymphocyte ratio and lymphocyte to monocyte ratio were the independent prognostic variables in the survival of this cohort of patients. Conclusion: Overall survival in 10 years, with cases diagnosed in the period between 1995 and 2004, according to the neutrophil to lymphocyte ratio (NLR<1.415) was 54.55% and for NLR>3.175, 35.46%.These results indicate a potential role of circulating inflammatory and immunological cells as potential prognostic markers in this population.
Keywords: Ciências médicas
Mamas - Câncer
Mamas - Câncer - Prognóstico
Marcadores biológicos de tumor
Câncer de mama
Inflamação
Prognóstico
Sobrevida
Breast cancer
Inflammation
Prognosis
Survival
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: FARIA, Sara Socorro. Relação neutrófilo/linfócito como ferramenta prognóstica em pacientes com câncer de mama. 2016. 99 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18049
Issue Date: 16-Dec-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RelacaoNeutrofiloLinfocito.pdfDissertação26.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.